quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Apareceu no Youtube: Atriz Fernanda Nobre no "Xou da Xuxa"

Muitas crianças que participaram das gravações do "Xou da Xuxa" e do "Xuxa Park" se tornaram artistas conhecidos. Um exemplo é a triz Fernanda Nobre, que pra quem não se lembra, teve papel de destaque em Malhação no início dos anos 2000 com a personagem Bia. 


Nessa semana a própria atriz publicou no Youtube um vídeo no qual aparece participando da competição de quem cantava mais alto na temporada de 1987 do "Xou da Xuxa":


O vídeo é bem curtinho e se resume à participação de Fernanda na brincadeira, mas já dá pra ver Xuxa em imagens raras do seu longínquo 1º ano de TV Globo...



quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

10 curiosidades do álbum "Xou da Xuxa Sete"

1. Único álbum da Xuxa lançado com slipcase na versão em CD 


2. Primeiro álbum da Xuxa a ser lançado com versões em espanhol para a maioria das músicas. O mesmo só se repetiu posteriormente com o "Sexto Sentido" (intitulado de "El Pequeño Mundo" na versão em espanhol)

3. A versão em espanhol, intitulada de "Xuxa 3", foi lançada antes mesmo do "Xou da Xuxa Sete", em setembro de 1992 na América Latina, México e Estados Unidos 


4. Foi o disco da série Xou da Xuxa a ser lançado com maior atraso, em outubro de 1992 (os anteriores eram lançados geralmente entre julho e agosto).

5. As primeiras músicas do disco a tocarem no programa foram "Xuxa Park" e "A Vida é uma Festa" (em uma versão significativamente diferente da versão lançada), 4 meses antes do lançamento. 


A partir do minuto 2:09 é possível ouvir a 1ª versão de "A Vida é uma Festa"

6. A música Brincando com o Tempo faria parte do tracklist mas acabou sendo engavetada e lançada um ano depois no álbum "Xuxa" de 1993. A música tocou de fundo em alguns programas do início de 1992, antes do disco ser lançado. 

7. "Terra e Coração", também lançada no álbum "Xuxa" de 1993, tocou no "Xou da Xuxa" de dia das crianças em 1992. Sua versão em espanhol tocou em um programa normal do "Show de Xuxa" também naquele ano, sendo provavelmente gravada para o álbum.



8. Outra música provavelmente gravada para o "Xou da Xuxa Sete" foi a faixa "Espelho Meu", também lançada em 1993, pois foi tema de abertura do "Show de Xuxa" nos primeiros programas de 1992. 

9. A faixa "Sorriso no Rosto", por sua vez, também ganhou uma versão em espanhol que tocava de fundo no "Xuxa Park" da Espanha, mas acabou não sendo lançada.


10 - Foi o disco da série Xou da Xuxa com a menor vendagem: cerca de 600 mil cópias, sendo lançado com 400 mil vendidas antecipadamente.


Aqui Xuxa mostra o disco recém lançado no programa e comenta sobre a crise financeira da época

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Álbum: Xou da Xuxa Sete




Lançamento
O "Xou da Xuxa Sete" foi lançado no dia 02 de Outubro de 1992 nos formatos LP, K7 e CD, apenas 2 meses antes do fim do programa.

Estilo e Composições
O disco tem uma vibe mais alegre que o seu antecessor, mesmo com o clima de despedida de "Marquei um X" (composição da atriz Fafy Siqueira) e da música "América Geral", a faixa mais lenta e com a letra mais consistente. Cid Guerreiro, autor dos megahits baianos de Xuxa, dessa vez assina "Sorriso no Rosto" e a latina "Mamboleo", que talvez sejam as duas músicas de menor destaque e divulgação. Dido Oliveira, autor de "O Xou da Xuxa Começou", volta assinando o carro-chefe do álbum, "Nosso Canto de Paz", que foi toda arranjada pelo grupo Roupa Nova.

Músicas de Trabalho e repercussão
A música "Marquei um X" foi a primeira música oficial de trabalho e teve relativo sucesso, sendo bastante lembrada até hoje. "Nosso Canto de Paz" também foi bastante executada e cantada em apresentações externas, como no "Domingão do Faustão" e "Criança Esperança", sendo uma das mais marcantes. As faixas "Ai que Coisa Boa" e "Tribo do Amor" foram muito trabalhadas no "Xou da Xuxa", porém não chegaram a ser adotadas como músicas de trabalho.

Vendagem
A crise financeira da época refletiu nas vendas do mercado fonográfico e fez com este se tornasse o disco da série "Xou da Xuxa" com a menor vendagem, atingindo 640 mil cópias na época (o "Xou da Xuxa Seis", até então, havia sido o disco menos vendido, com cerca de 900 mil cópias).

Backing Vocal
Após inovarem no coro do "Xou da Xuxa Seis", feito pelas Meninas Cantoras de Petrópolis em quase todas as faixas, o "Xou da Xuxa Sete" traz de volta as Paquitas no backing vocal. Porém, além das assistentes de palco, dessa vez o coro contou com o reforço de Angela Mattos e a já ex-Paquita Andrea Veiga.

Encarte
O memorável encarte da versão LP trazia, além das letras das músicas, fotos do acervo pessoal de Xuxa até então inéditas, com enfoque na sua infância e em vários momentos com a família, além de uma cópia da sua certidão de nascimento. No CD, o encarte foi reduzido à foto de Dona Alda segurando Xuxa e uma foto até então inédita, que não saiu no encarte do LP.

Músicas tema
A música "Xuxa Park" foi escolhida como tema de descida da nave, substituindo "Novo Planeta". "A Vida é Uma Festa" tocava logo em seguida, servindo como tema de "bom dia". "Marquei um X", em algumas épocas, foi tema de encerramento, antes da nave partir ao som de "Doce Mel". 




Informações Gerais:

Lançamento: 02 de Outubro de 1992
Formato: LP, K7, CD
Relançamento em CD: 1995, 2000, 2006, 2013 (box)
Vendagem: aprox. 640 mil cópias
Certificação: Platina Duplo

Músicas de trabalho: "Marquei um X", "Nosso Canto de Paz"
Música esquecida: "Mamboleo"

Músicas que ganharam videoclipes: "Marquei um X " (Xou da Xuxa Dia da Criança 1992; "Xuxa no Mundo da Imaginação" 2004), "A Vida é Uma Festa" (Especial de Natal 1992, "Xuxa no Mundo da Imaginação" 2003); "Tribo do Amor" (
"Xuxa no Mundo da Imaginação" 2003); "Xuxa Park" ("Xuxa no Mundo da Imaginação" 2003); "Nosso Canto de Paz" (especial de natal de 1992, "Xuxa no Mundo da Imaginação" 2003); "Sorriso no Rosto" ("Xuxa no Mundo da Imaginação" 2003); "A Pulga" (Especial de Natal 1992), "A Voz dos Animais" ("Xuxa no Mundo da Imaginação" 2003); "Baila, Baila" (Especial de Natal 1992), "América Geral" (Especial de Natal 1992)

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Xou da Xuxa 7: o único CD da Xuxa lançado com luva (slipcase)

Por: Leandro Franco

Em 1992, a Som Livre lançou, até então, a edição mais caprichada de Xuxa no formato CD.


O álbum Xou da Xuxa Sete ganhou um diferencial e tanto para aquela época: era a primeira vez que Xuxa tinha um lançamento "enluvado" em CD. Primeira e única, por sinal.


As luvas (ou slipcases) eram algo raro no início da década de 1990 , visto que nem o CD ainda estava tão popularizado. A própria Xuxa em seu "Xou" mostrava somente o LP na hora de divulgar o trabalho. O LP ainda era o ponto alto para venda, mesmo o CD tendo a qualidade de áudio superior e, no caso do Xou Sete, seu encarte foi generoso em fotos.




A luva é confeccionada em papelão comum e recria a capa e contracapa do LP. Sem dúvida, um atrativo, pois o CD sem a luva não trazia a contracapa, somente as faixas, costume da Som Livre nas sua primeiras produções em CD.


O layout da mídia é o padrão de todos os lançamentos da Som Livre na época: nome do disco, faixas e alguns créditos, nada mais.


O encarte é uma versão reduzida do LP. Somente há a foto de Xuxa e Dona Alda e uma outra foto que não saiu no encarte do LP. As letras estão lá, o que deixaria de acontecer em reedições posteriores, como a de 2006.


Sobre essa edição de 2006, uma outra curiosidade merece atenção. Embora tenham incluído a contracapa, alteraram a cor do encarte interno que passou a ser rosa. A mídia também foi alterada e ganhou um layout que lembra a capa do "Xuxa - 10 anos". 


E essa também é a mesma apresentação do Box Xou da Xuxa, porém com a inclusão do logotipo da Xuxa Produções.


O Xou da Xuxa Sete ganhou, além dos comerciais na TV, a propaganda impressa em várias revistas da Editora Globo. Exemplo de uma época em que a música não era consumida por si só, havia todo um cuidado com aquilo que a envolvia.


Xou da Xuxa Sete marcou o encerramento da era Xou da Xuxa musicalmente. Marcou com um X...



domingo, 22 de fevereiro de 2015

Planeta Xuxa No Viva 22/02/2015 - 25ª exibição

Data de exibição original: 06 de Setembro de 1997
Contagem original: nº 23

O Canal Viva voltou a publicar o release com a sinopse do Planeta Xuxa, mas segue sem divulgar a exibição do programa no Twitter e no Facebook, como fazia até poucas semanas...


Xuxa está cada vez mais linda nas cabeças do Planeta. A gente fica só imaginando ela apresentando o novo programa com roupas tão atrativas o quanto.


Nesse programa começa a divulgação do álbum "Boas Notícias", que seria lançado pouco tempo depois. Logo de início, Xuxa apresenta pela 1ª vez a música "Xuxalelê" ao público. No "Xuxa Park" a música só passaria a tocar na semana seguinte.


Na época o grupo Stomp estava no auge, o que explica a longa participação no programa, que mais parecia uma atração do "Xuxa Park". O mesmo grupo, aliás, fez a abertura do TV Xuxa exibido no dia 31/03/2012.


Marisa Orth foi a entrevistada do Intimidades. Na época a atriz estava em ascensão com a personagem Magda do programa "Sai de Baixo", que atualmente também está no ar pelo Canal Viva. Xuxa comenta sobre o convite para participar do humorístico, que acabou não acontecendo.


O final à la "Xou da Xuxa" teve a apresentadora sendo coroada Rainha dos Baixinhos por duas fãs, com direito a faixas e manto. Até as Paquitas ganharam faixas. 

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Vídeo Exclusivo: Xuxa e Galinha Azul - Canja de Galinha

Bem antes da Galinha Pintadinha surgir e se tornar um ícone infantil, uma personagem nos mesmos moldes fez muito sucesso entre os baixinhos nos anos 80 e 90. Quem aí com mais de 20 e poucos anos não se lembra da Galinha Azul?


A personagem representava a marca de caldos Maggi e se tornou um grande sucesso entre o público infantil, chegando inclusive a ganhar música tema e bloco de carnaval no ano de 1989. Aproveitando o sucesso da personagem, o "Xou da Xuxa" soube explorar bem a personagem nos merchandisings do produto. 


Tanto que, no final de 1990, a música "Canja de Galinha", lançada naquela época no álbum "Xuxa 5", serviu como uma ação de marketing para promover uma promoção do "caldo nobre da Galinha Azul". Confira a memorável performance no vídeo a seguir:

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Ex-Paquito regrava música "misteriosa" da Xuxa


Além das músicas inéditas da Xuxa, cantadas em especiais e programas que jamais foram lançadas em nenhum álbum, existem ainda aquelas canções que foram gravadas mas nunca chegaram a ser cantadas ou performadas.. Um exemplo disso é a música misteriosa que Xuxa aparece colocando voz em estúdio no minuto 2m45s do vídeo abaixo e que sempre intrigou os fãs:



As imagens exibidas nessa matéria do Fantástico foram captadas por uma emissora de TV americana em março de 1989 e, se não fossem elas, talvez nunca saberíamos da existência dessa música.  Nessa época Xuxa provavelmente estava em meio às gravações do "4º Xou da Xuxa", que seria lançado quatro meses depois, e a música em questão acabou se tornando uma sobra de estúdio. Mas o que poucos sabem é que essa mesma faixa foi reaproveitada e regravada alguns anos depois! Olha só o que encontramos:



"A Música Não Pode Parar" foi regravada pelo ex-Paquito Alexandre Canhoni (na época conhecido como Xand) e lançada em seu álbum solo em 1992, após o fim do grupo. No encarte do disco é possível constatar que a composição é da dupla Michael Sullivan e Paulo Massadas. Quem quiser, agora pode ouvir a misteriosa música na íntegra e tentar imaginar como seria a versão cantada por Xuxa...

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Matéria: Entrevista com Xuxa em 1984

Poucos meses após se tornar apresentadora do "Clube da Criança" na extinta Rede Manchete, Xuxa já conseguiu se firmar como ídolo infantil. A prova? A revista em quadrinhos do Mickey, publicada em Maio de 1984 pela Editora Abril, fez uma entrevista com a então apresentadora do "Clube da Criança"" - talvez sua primeira entrevista direcionada ao público infantil. Além do interessante bate-papo, no qual Xuxa fala sobre o lançamento do seu 1º disco e a rotina de gravações do programa, há várias fotos dos seus especiais de carnaval do exibido naquele ano. Confira na íntegra a entrevista e as imagens publicadas pela revista: 


O estúdio da TV Manchete mais parece um pátio de colégio durante o recreio do que um lugar de trabalho.  No palco, Xuxa e dezenas de garotos e garotas, entre 6 e 12 anos, gritam, fazem caretas e deixam loucos diretores, técnicos e pais que tentam, de todas as maneiras, fazer um programa sério. Se já é difícil dominar as crianças, tarefa mais árdua é 'dominar" a criança-mor, a própria Xuxa, que é a primeira a promover a bagunça e quem mais se diverte com as brincadeiras. 
Sabe, as horas que passo com as crianças são uma diversão pra mim. É aqui que esqueço a correria dos desfiles, a responsabilidade de ser manequim profissional. Por mais que eu me desgaste fisicamente, nunca me canso. Com elas eu posso sentar no chão, gritar, fazer caretas, andar descalça, expor um lado meu que é muito forte. As gravações são realmente desgastantes.


Por estar sempre viajando, ela escolhe um dia para gravar todos os programas da semana. As crianças se revezam, mas Xuxa fica gravando das 13 às 22h. E, entre uma e outra gravação, nos contou um pouco do seu passado como uma menina bagunceira, e do seu presente, rodeada de crianças...
Eu morava no Sul e, com sete anos, vim para o Rio com minha família. Nessa época eu era uma verdadeira "moleca": roubava frutas, pulava muro e já tinha até meus namoradinhos. Lá em casa ninguém ralhava comigo já que, além de ser a caçula, eu era a queridinha de todos! E acho que ainda sou.

E como era sua vida no colégio?
Bagunceira eu sempre fui. Adorava brincar, principalmente com os meninos, e acho que é por isso que todos gostavam de mim. Por ser sardenta e ter pernas finas, ganhei um apelido terrível: Palito. Quando eu passava, os meninos cantavam: "Parece dois palitos em frente de um sabugo". Agora, sempre fui boa aluna até que, aos 13 anos, tive minha primeira paixão: meu professor de Matemática. Ele era uma pessoa muito carinhosa e via em mim a filha que não tinha. Ficamos muito ligados e, um dia, o demitiram do colégio. Fiquei traumatizada e, de lá pra cá, nunca mais consegui tirar boas notas em Matemática, por mais que eu me esforçasse.



Além desse professor ter sido o primeiro amor de Xuxa, despertou nela uma outra paixão...
Ele me deu um cachorro pequinês e passei dois dias agarrada ao bichinho. Só que, como meu pai é coronel e não era permitido ter animais na Vila Militar onde morávamos, tive que dar o meu cachorro. Sofri muito! Entretanto, aqueles dois dias foram suficientes para ensinar Xuxa a amar os animais. Meu sonho é passar o resto da vida cuidando de animais. Eu quero ser veterinária, só que agora tenho não tenho tempo para cursar uma universidade. Então vou me conformando em cuidar de papagaios, passarinhos, gatos e do Xuxo, um cachorrão que tenho na minha casa de praia, em Coroa Grande. Todo tempinho que tenho livre, vou correndo pra lá.

Mas como foi que você se tornou manequim?
Um dia um rapaz me viu na rua; me achou bonita e me seguiu até em casa. Lá ele pediu pra falar com minha mãe e, conversa vai, conversa vem , acabou levando umas fotos minhas. Alguns dias depois, ele apareceu de novo, com um contrato de manequim na mão. Todos ficaram empolgados e, mesmo sem ter nunca sonhado com essa profissão, virei manequim!

Apesar de amar sua profissão, Xuxa tem enfrentado muitas barras...
Fui fazendo sucesso e, pra segurar a barra de "ser famosa", pedi ajuda de toda a família. Então nós fundamos a Xuxa Promoções, onde cada um exerce uma tarefa: meu pai é o contador; meu irmão, Cirano, que também é manequim, avalia os convites de trabalho e minha mãe, além de organizar minha agenda, me acompanha a todos os lugares. Sem eles, eu já teria desistido.

A ligação de Xuxa com a família é muito forte.
D. Alda é muito mais que uma mãe. Ela é irmã, prima, confidente, a comanheira de sempre. E com meus irmãos, a ligação é a mesma. O Blad, por exemplo, só namora uma garota se eu aprovar... E foi ele quem me apelidou de Xuxa. 


Como você virou animadora de programa infantil? 
Olha, eu sempre tive uma ligação muito forte com as crianças. Mesmo Fui fazendo sucesso e, pra segurar a quando era apenas manequim, elas me paravam na rua e pediam autógrafo. Na Manchete, onde já trabalhava como modelo, eu vivia "batendo pique" com elas pelos corredores. Os diretores perceberam isso e fizeram o convite. É claro que topei na hora, apesar de saber do corre-corre que isso representaria. Posso dizer que foi a melhor coisa que me aconteceu no ano passado.

Como funciona o programa? Você ajuda na produção?
No começo eu chamei meus dois sobrinhos pequenos pra trabalhar comigo. O sucesso dos primeiros dias foi tanto que dezenas de crianças também quiseram participar. A minha tarefa, agora, é inovar sempre. Não decoro texto, só o nome dos desenhos animados que serão apresentados. Eu bolo as brincadeiras na horar Teve um dia em que as crianças estavam gritando muito. Aí resolvi fazer um concurso pra ver qual criança gritava mais alto, e foi aquele sucesso. Até recebi telefonemas de psicólogos dizendo que minha idéia era ótima, porque as crianças precisavam mesmo de um espaço pra extravasar sua energia.

Xuxa fala com alegria do carinho que tem recebido das crianças, e que ela procura retribuir da melhor maneira possível...
Recebo 500 cartas por semana e respondo a todas. Fiz uns bloquinhos com meu nome, meu retrato, e nos fins de semana escrevo pra todo mundo. Nunca deixo uma criança sem resposta porque sei que, quando uma criança diz que gosta de mim, ela está sendo verdadeira. Dia desses, o João Alfredo, sobrinho do Pelé, disse pra mãe dele: "Quando meu tio chegar, vou pôr ele na moto e mandar pra bem longe. Quem vai casar com a Xuxa sou eu!" Como é que uma pessoa pode deixar de gostar de crianças, se irritar com elas?




A resposta a esse amor vem com seu mais recente projeto: ela gravou um disco infantil que vai ser lançado depois do carnaval.
Toda criança gosta de ouvir historinha e música, né? Então gravei um disco onde conto a história de uma princesa que... bom, só sei que procurei transmitir uma mensagem de valor pra todo mundo. Além de contar a historinha, canto três músicas e o disco conta com a participação do Pelé, do Sérgio Malandro e da turma do ' 'Ursinho Blau-Blau". Xuxa provou ser uma menina, uma menina grande. E, ao falar sobre seu maior hobby, ela dá a prova final„. Coleciono revistas em quadrinhos desde que era pequena e ninguém, ninguém mesmo pode mexer nelas. Agora, apesar de adorar o Mickey e sua turma, eu gosto mesmo é do Pelezinho... precisa dizer por quê?

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Planeta Xuxa No Viva 15/02/2015 - 24ª exibição

Data de exibição original: 30 de Agosto de 1997
Contagem original: nº 22

O Planeta Xuxa dessa semana estranhamente não foi divulgado pelo Viva. O release, postado semanalmente com a sinopse, dessa vez não foi publicado no site; nas redes sociais do canal, o programa também não foi divulgado em nenhuma postagem; e por fim, não houveram chamadas na programação e a vinheta de "Próxima Atração", que antes mostrava uma imagem do programa ao som da música tema, foi trocada por uma vinheta mais simples, só com o logotipo do canal.



Na cabeça de apresentação, por sua vez, Xuxa agradece o carinho do público com o programa e diz que o Planeta veio pra ficar. De acordo com o site de programação da Globosat, o programa está garantido na grade da semana que vem.

No início da atração, a Rainha faz uma breve comparação do Planeta com o outros programas, dizendo que a plateia era espontânea e não precisava de animadores de auditório. Infelizmente, a realidade das gravações do TV Xuxa viria a ser bem diferente. Será que o novo programa a plateia terá a mesma espontaneidade do PX?


O grupo Exaltasamba foi a 1ª atração musical e surpreendeu Xuxa com a versão estúdio de "Caixinha de Felicidade", que já havia sido cantada anteriormente de improviso no 2º Planeta e também em um Xuxa Hits do final de 1996. A canção foi incluída no álbum "Desliga e Vem" do grupo, lançado naquele ano.


O grupo Charlie Brown Jr. fez sua 1ª participação em programas da Xuxa nesse programa. Ela até bate um papo com o saudoso Chorão perguntando a origem do seu apelido.

Nessa edição, os finais de bloco foram significativamente mais longos. Assim, foi possível assistir Xuxa cantando um bom pedaço de "Xuxaxé" e "Esto de Quererte", além da Bombom tentando emplacar a sua música...


O caliente bate-papo com o espanhol Enrique Inglesias foi um dos mais divertidos "Intimidades" até agora. Apesar de parecer constrangido com as perguntas em alguns momentos, o cantor se soltou para responder a cada uma delas.


E apesar de não ser programa de carnaval, o grupo Chiclete com Banana encerrou o programa no maior clima de trio elétrico ao som do hit "Meu Cabelo Duro é Assim".


E que sorte tinham os xuxanautas daquela época. Xuxa mostrou que os fãs acompanhavam, ao vivo, a gravação do Planeta Xuxa pela internet. Mesmo com todas as limitações da época, imaginem que sonho seria acompanhar na íntegra e sem cortes as gravações. Bons tempos!


De bailarina a havaiana: veja os looks usados por Xuxa em programas de Carnaval.

Super caprichados, os visuais usados por Xuxa em programas de Carnaval chamavam a atenção. Menos explorados nos anos 1990, os looks principais datam da década de 1980. Mais recentemente, os telespectadores tiveram a chance de vê-la trajada a caráter no TV Xuxa, em 2012. Vamos conferir!

Clube da Criança - 1984

A veia pantera da Xuxa ainda estava em alta e esse universo ainda se confundia com o dos baixinhos, no qual ela acabara de entrar. Diante disso, os telespectadores da Manchete tiveram a chance de curtir uma Xuxa pra lá de sensual no Carnaval do Clube da Criança em 1984. Decote mais do que generoso e quase nada coberto. Uau!


Xou da Xuxa - 1988

Não houve a menor economia nos trajes carnavalescos bolado para a rainha no 2º ano do seu programa na Globo. Ligeiramente mais comportada e com fantasias super elaboradas, Xuxa surgiu no "Xou" de Cléopatra, havaiana e xerife. Linda!




Segue vídeo para deleite dos internautas:



Xou da Xuxa - 1989

Ainda na vibe sensual, Xuxa surge no Carnaval de 89 como uma minúscula fantasia de espanhola. Detalhe para a parte de cima da roupa, composta apenas de um sutiã :)


Nesse ano também tivemos direito a Xuxa de índia americana e legítima gaúcha, tchê!



Xou da Xuxa - 1990

No Carnaval de 1990 temos uma Xuxa que sai da nave de bailarina, com direito a plié e dancinha com o Dengue. 



Confira a performance completa: 




Xou da Xuxa - Ano Novo 1991

Depois de um recesso de Carnaval em 1991 (quando Xuxa foi substituída por Sérgio Mallandro), no ano seguinte Xuxa surge como uma grande sereia no Xou de ano novo, que não ficou devendo nada pra nenhum dos especiais de carnaval. A felicidade da apresentadora com seu cabelo "na cintura" era tão grande que ela não se cansava de falar das novas madeixas, comparando com as da apresentadora Angélica e até disse que na próxima vida queria vir assim. 





TV Xuxa - Especial de Carnaval 2012

Matando a saudade das fantasias usadas nas décadas anteriores, há três anos Xuxa surgia linda e no clima moulin rouge no TV Xuxa de Carnaval. E os fãs ainda tiveram direito a 3 perucas diferentes: loira, ruiva e morena. Confira abaixo!





LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...