quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Dancing Brasil 4 - Ep.07 (07/11/2018)

O Dancing Brasil é um programa tão bem produzido, cheio de glamour, com todo aquele jeito de espetáculo que, às vezes, a gente até esquece que sua base é ser um reality show de eliminação e no episódio de ontem - o 7º da temporada, parece que tal característica sobressaiu tanto que chegou a tirar boa parte do brilho da noite, infelizmente. E falar disso não é fácil, mas a gente chega lá.



💃Terra das Mil Danças
A abertura aconteceu ao som de um medley de "Land of 1000 Dances"(Wilson Picket) com "A Little Less Conversation"(Elvis Presley). Durante a primeira música, os bailarinos deram seu costumeiro show de dança, mostrando suas mil e muitas danças; quando começou a música de Elvis, os competidores entraram mostrando que ali não tinha muita conversa e sim, muita dança. Abertura simples, mas eficaz. Xuxa não participou e já entrou no palco apresentando assim que a dança terminou. O diferencial ficou por conta das participações "especiais": o trio de jurados anunciando o início do programa com suas plaquinhas e a plateia que também aprendeu uma microcoreografia para acompanhar os casais na dança

Finalmente acharam uma utilidade pra essas plaquinhas de notas tão baixas, afinal eles são exigentes, não cruéis


Se bem que se fosse para dar nota pela sincronia da plateia, as tais plaquinhas seriam bem uteis...


💞Juntos e Felizes
O título da canção dançada por Valéria Valenssa, Happy Together, bem que poderia sintetizar a sintonia do nosso Dancing Couple, Xu & Ju no comando do programa. Além disso, esses dois estavam numa elegância só - não que isso seja raro, mas ontem estava digno de triplo dez. A Rainha usou mais um dos vestidos do seu próprio guarda-roupa, enquanto o maridão seguiu na linha com mais um de seus tradicionais ternos Ricardo Almeida.

XU&JU: o Dancing Couple arrasando na elegância
Foto: Blad Meneghel


💬Vale a pena falar

🖤Cisne Negro ou O Corvo?
Oscar Filho e Dani De Lova literalmente se libertaram da gaiola da zona de risco. A apresentação que começou chamando atenção pela excelente maquiagem de Oscar - uma mistura dos protagonistas de O Cisne Negro e O Corvo - , logo desviou a atenção para uma ousada valsa criada por Dani. Foi, no mínimo, surpreendente ver Oscar tão fora do universo do humor que o ajudava nos ritmos mais "alegres" e mesmo assim conseguindo ser convincente no ar misterioso e sério que a caracterização pedia.

É um cisne? Um corvão?
Não, é o Oscar todo maquiadão


🎉Colocando o Tio Sam para sambar
Juliana Rios e Tutu Morasi trouxeram a pitada de Brasil para a noite. A moça que desde o primeiro episódio chamou atenção por sua simpatia, agora vem mostrando que nessa simpatia tem muita dança. Não é que ela encarnou a sambista carioca que encanta o gringo com seu gingado direitinho?  Uma apresentação bem elogiada e surpreendente para quem não imaginava que Juliana, nas palavras de Fernanda Chamma: "engessada", sambava tão bem. Merece ir muito longe no jogo.

Agora a gente entende aquele refrão:
"Samba, Juliana, samba, Juliana"


👕Always... shirtless
Bernardo e Bia dançaram rumba, maaaasss... Pois é, a apresentação teve muitos "mas" por parte dos jurados. Na verdade, o que acabou chamando atenção mesmo foi o corpo do rapaz, que ultimamente vem ficando mais exposto e com isso o júri foi unânime em dizer que esteticamente funciona, mas tecnicamente não. E olha que o apelido "corpinho de Photoshop" nem é dele. Mas se não rendeu boas notas, serviu de gancho para o bom humor de Junno:



🦁 GRR >> GRRR >> GRRRRR
_ Pérola:"O paso doble vai ser uma coisa mais séria, mais forte!"
_ Fernando: "O desafio é trazer uma Pérola mais potente, mais GRRR".
Quem ia imaginar que as falas do casal no VT exibido antes da apresentação seriam a causa do momento mais divertido da noite? Pois é, o paso doble do casal foi forte, foi sério, foi lindo (a gente até já se acostumou com isso). Mas foi justamente esse GRRR do Fernando que fez a seriedade tomar um vraaaaá do leque do deboche.

Jaime não ficou 100% satisfeito com a apresentação e foi falar que queria mais GRRR. Só que existem GRRR e GRRRRRRR. Ah, gente... quem não viu, pode até não entender direito, mas os GIFS abaixo dizem tudo - não só pela brincadeira, mas pela reação de Fernanda e, principalmente, Xuxa. 

Quando você acha que conhece seu amigo, mas ele ainda te surpreende

_ Cadê o leãozinho ruge-ruge que tava aqui?
_ A Pérola pegou!


🤒Spice Girl... Sick Boy
Algo inédito - em todas as temporadas - aconteceu nesse episódio. Nós já vimos participantes se acidentarem e, em razão disso, ficarem sem se apresentar em algum episódio e até mesmo serem desclassificados se tal ausência for consecutiva. Dessa vez o problema foi com um dos Técnicos. Djeiko, partner de Camila Rodrigues, se sentiu mal antes da apresentação e não teve condições de se apresentar. Por conta disso, Lucas Nunes, que fez dupla com Franciele Grossi até a sua eliminação no 3º episódio, assumiu o lugar do moço na apresentação. Com poucas horas de ensaio, a dupla não tinha como render o suficiente para uma coreografia mais elaborada, o que acabou refletindo na nota: a mais baixa da noite.

Vocês se lembram do meu gingado? Continua o mesmo!
Mas o meu partner... Quanta diferença


🎧Dance a dança, ouça a música
Tivemos algumas músicas em versões bastante incomuns neste episódio. Um cover mais "animadinho" de Hello, da Adele, a dramática You Don't Own Me numa versão hip hop - pop e até a famosa Chiclete com Banana, toda funkeada. Olha só a lista:

Abertura:  Land of 1000 Dances [Wilson Pickett] (1966)
                  A Little Less Conversation [Elvis Presley]  (1968)

1. Oscar Filho & Dani De LovaYou Don’t Own Me [Grace ft. G-Eazy]  (2015)
Ritmo: Valsa
Nota: 27

2. Juliana Rios & TutuChiclete com Banana [Samba-Rock & Swing]  (2015)
Ritmo: Samba
Nota: 27

3. Bernardo Velasco & Bia MarquesAlways [Gavin James]  (2018)
Ritmo: Rumba
Nota: 24

4. Valéria Valenssa & Jefferson AndradeHappy Together [The Turtles]  (1967)
Ritmo: Foxtrote
Nota: 24

5. Amaral & Bruna Bays369 [Cupid ft. B.O.B.]  (2008)
Ritmo: Jive
Nota: 25

6. Pérola Faria & Fernando PerrottiThe House of the Rising Sun [Santa Esmeralda]  (1978)
Ritmo: Paso Doble
Nota: 27

7. Camila Rodrigues & Lucas NunesWannabe [Spice Girls]  (1996)
Ritmo: Cha Cha Cha
Nota: 21

8. Allan Souza Lima & Carol DiasHello (Versão Cover) [Vanda May] (2015)
Ritmo: Zouk
Nota: 27

9. Lu Andrade & MarquinhosLittle Talks [Of Monsters and Men]  (2011)
Ritmo: Quickstep
Nota: 27

Encerramento: Glitterball [Sigma ft. Ella Handerson] (2015)


🤔Reality Show
Lembram que começamos falando que a característica de ser um reality show de eliminação dessa vez parece ter roubado boa parte do brilho da noite?
Como de costume, as três menores da noite foram para a zona de risco e elas foram de Valéria & Jefferson; Bernardo & Bia (ambos com 24 pontos) e Camila & Lucas (21 pontos). Na votação popular, Valéria não conseguiu aprovação suficiente e foi eliminada da competição.



Sim, Valéria Valenssa! E a partir daqui queremos deixar claro que não estamos dizendo que Valéria era nossa preferida, até porque já são quatro temporadas escrevendo sobre o programa e sempre procuramos ser imparciais, mas a eliminação de ontem nos faz refletir sobre os critérios que a maioria usa para votar.

Vamos aos fatos: Valeria era dona, até então, da 2ª maior pontuação da temporada se somarmos suas notas ao longo dos episódios. Em contrapartida, Bernardo e Camila são os donos das menores notas em geral. Mesmo assim, o público decidiu que a "Recordbeleza" fosse a 6ª eliminada do programa.

Valéria eliminada: uma trajetória de ótimas notas interrompida na metade da competição pela votação

Curiosamente, um pouco antes de começar o programa, Xuxa e Junno haviam feito uma live (via Instagram) enquanto estavam indo para os estúdios da Casablanca, e comentaram sobre o fato da votação nem sempre favorecer aqueles que tem um melhor desempenho. Eles pediram que o público, na hora de votar, avaliasse a dança e não quem eles tinham maior simpatia (que isso deveria ficar para outros realities, como A Fazenda).

Infelizmente, o apelo não surtiu o efeito e a sensação da eliminação de Valéria parece injusta, dando margem a um pensamento de que o público ainda não entendeu a diferença de um reality de dança para um reality de comportamento. Não queremos e nem podemos desmerecer a dedicação dos outros dois casais. Não é dizer que não merecem, a questão é que, dessa vez, havia quem merecesse mais.

Bom, se pensarmos bem, o tipo do programa já nos diz tudo: reality show - show de realidade - e a realidade nem sempre é o que esperamos. Parabéns à Valéria e Jefferson pelo ótimo desempenho, farão muita falta. 

Parabéns à Camila & Djeiko (ou Lucas) e Bernardo & Bia que também se dedicam semana após semana e têm agora a chance de mostrar porque ainda não era hora de deixar a competição.
Que vençam os melhores! 

Taí um casal que não tem o risco de sair do nosso coração
#Xu&Ju





quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Dancing Brasil 4 - Ep.06 (31/10/2018) || Michael Jackson ||

O 6º episódio do Dancing Brasil 4 foi um programa de Rainha para Rei. Anunciada no encerramento do programa passado, a homenagem aos 60 anos de Michael Jackson rendeu um dos melhores episódios do programa. Foi a segunda vez que o reality dedicou um programa todo a um artista. Na primeira, a homenageada foi, claro, a Rainha (7º programa da 1ª temporada). Coisas de majestade, né?



🎼Wanna Be Startin' Somethin'
Pouco antes do programa começar, Xuxa fez uma live direto do seu camarim e mostrou em 1ª mão o figurino que usaria no programa. A peça foi assinada pelo seu estilista Marcelo Cavalcante.

"Modelos devem ser como cabides para a roupa durante o desfile"
Quem disse isso não conhecia a Xuxa... chamar uma mulher dessa de cabide?


Mas teve surpresa também... O que ninguém esperava era Xuxa usar um sobretudo de LED por cima do vestido na abertura. E quem acompanha a loira, logo reconheceu a peça, afinal ela fez parte de um dos números do show XuChá...

Do Chá da Xuxa para o Chá do Michael

Antes de falarmos mais da abertura no palco, vamos à abertura do programa: um VT foi exibido com os participantes caracterizados com várias referências aos figurinos de Michael Jackson, onde cada um falava sobre o legado do artista para a música pop. Bem editado, objetivo e no ponto para dar um gostinho do que estava por vir.

O VT trouxe referências nas roupas e nos passos das coreografias

Já no palco, a música escolhida foi "Wanna Be Startin' Somethin'". Apesar de bem rápida, a performance foi marcante. Claro que, por ser noite de Halloween, muita gente esperava que o número de abertura fosse Thriller, mas todo mundo sabe que a emissora tem lá suas diretrizes religiosas que tornam essas referências ao Dia das Bruxas algo impensável...
Nota: Dias das Bruxas = Halloween  = “All Hallow’s Eve”, que quer dizer “véspera de todos os Santos", em português, sacaram porque não pode?)

A Rainha do Dancing homenageia o Rei do Pop


🎼The Way You Make Me Feel... Nostálgico
O primeiro casal a se apresentar foi Bernardo Velasco e Bia Marques. O rapaz parece que começou a se achar na disputa e vem evoluindo desde semana passada, mas queremos mesmo é mexer com a nostalgia da turma que assistia ao Xou da Xuxa: a música (The Way You Make Me Feel) que embalou o cha cha cha da dupla foi tema do quadro da Ginástica no Xou durante alguns anos. Mais alguém se lembrou disso?

Olha que bonitinhos o Bernardo e a Bia no "Xou da Xuxa"
Não... péra!


🎼I Want You Back... No samba
Falando em voltar no tempo, não é que finalmente Valéria Valenssa pode dançar o ritmo que a consagrou na TV? Mas esqueçam aquele samba da vinheta carnavalesca, foi muuuuito melhor. Já falamos da diferença de ser Globeleza ou Recordbeleza e ontem isso mais uma vez ficou claro. A morena dançou um samba daqueles de tirar o fôlego e o principal: numa música de Michael, ou melhor, dos Jackson 5, o grupo que Michael fez parte antes da carreira solo.

Lá vou eu, lá vou eu
Hoje a festa é no Dancing
No samba do Michael Jackson...
Feliz, eu tô de bem com a vida

Nem os jurados que fazem uma linha mais discreta não conseguiram disfarçar a satisfação com a apresentação. Apenas o nosso malvado favorito Jaime Arôxa viu um erro na coreografia e impediu que Valéria ganhasse um triplo 10. Isso não foi problema, os 29 pontos obtidos já foram suficientes para que o seu partner Jefferson ficasse descontrolado  muito emocionado e comemorasse como se fosse a final do programa.

Se com 29 pontos o rapaz já se atirou no chão, com 30 ele pula do mezanino
Melhor a produção pensar em gradear essa parte do cenário...


🎼You Are Not Alone... Os santos te fazem companhia
Outro que não conseguiu conter a emoção foi Amaral. Após uma apresentação elogiada pelos jurados, Jaime brincou que "os santos" o ajudaram na execução da performance. Quando Amaral ia endossar a ajuda divina, Xuxa alertou: "a gente está na Record" e rapidamente os santos viraram anjos. Uma das pérolas da noite hahahaha

"Tem anjos voando nesse lugar... no meio do povo, em cima do altar"
O que? Não pode também? Mas o problema não eram os santos?
(Gente, ele não falou isso, tá? Mas o momento foi tenso igualmente hahaha)



🎼Smooth Criminal... Ou seria o crime perfeito?
Allan Souza e Carol Dias dançaram paso doble ao som de uma linda versão instrumental de "Smooth Criminal". Carol elaborou uma coreografia tão detalhista quanto o plano de um crime perfeito e isso fez Allan crescer muito em sua apresentação. Foram tantas boas sacadas que fica até difícil explicar: a saia, que virava capa que virava uma espécie de manto... Tudo muito frenético e contagiante.

Confecções Dancing: sua mais nova opção em peças multiuso
Lançamento da semana: Saia-Capa-Manto PasoDoble Collection

E depois dessa performance ninguém tinha mais nada para falar, nem Jaime. Claro que foi triplo dez; se fosse diferente, seria injusto. Allan comemorou efusivamente, desabafou, falou, comemorou de novo... parecia até uma final pra ele. Michael Jackson realmente deixou todo mundo com a emoção aflorada.

Se Allan não ganhar o programa, não tem problema...
Ele já comemorou por umas 3 temporadas


🎼Love Never Felt So Good... E a dança nunca pareceu tão natural
Pérola e Fernando estão quase hors concours. A dupla dançou "Love Never Felt So Good", uma música gravada em 1980, mas que só foi lançada cinco anos após a morte de Michael. Se a dupla não pôde contar com um hit que todo mundo sabia cantar junto para dar força na apresentação, ela fez de seu cha cha cha o próprio hit. A dança por si só já os garante. Nas palavras de Fernanda Chamma, já temos três Pérolas nessa temporada: "tímida, competitiva e artística". É... até o último episódio já dá pra fazer um colar de Pérolas... literalmente!

Michael Nando e Pérola Jackson


🎼Bad... Ninguém ficou na "bad"
Com um repertório só de Michael Jackson, não dá pra ficar na "bad". O álbum com mais canções executadas na noite foi... "Bad" (1987), com quatro canções! Curiosamente a música título não entrou. Entre as restantes, tivemos um bom panorama da obra do cantor: do início com o grupo Jackson 5 até o disco póstumo. Dá uma conferida:

Abertura:  Wanna Be Startin' Somethin' (1983)
Álbum: Thriller

1. Bernardo Velasco & Bia MarquesThe Way You Make Me Feel  (1987)
Álbum: Bad
Ritmo: Cha Cha Cha
Nota: 24

2. Camila Rodrigues & Djeiko HenesI Just Can't Stop Loving You  (1987)
Álbum: Bad
Ritmo: Rumba
Nota: 21

3. Beto Marden & Bella FernandesBlack or White  (1991)
Álbum: Dangerous
Ritmo: Foxtrote
Nota: 24

4. Valéria Valenssa & Jefferson AndradeI Want You Back  (1969)
Álbum: Diana Ross Presents The Jackson 5
Ritmo: Samba
Nota: 29

5. Amaral & Bruna BaysYou Are Not Alone (1995)
Álbum: HIStory: Past, Present and Future, Book I
Ritmo: Rumba
Nota: 25

6. Juliana Rios & TutuScream (1995)
Álbum: HIStory: Past, Present and Future, Book I
Ritmo: Tango
Nota: 27

7. Allan Souza Lima & Carol DiasSmooth Criminal (1987)
Álbum: Bad
Ritmo: Paso Doble
Nota: 30

8. Lu Andrade & MarquinhosHuman Nature  (1983)
Álbum: Thriller
Ritmo: Zouk
Nota: 23

9. Oscar Filho & Dani De LovaMan in the Mirror  (1987)
Álbum: Bad
Ritmo: Rumba
Nota: 24

10. Pérola Faria & Fernando PerrottiLove Never Felt So Good  (1980)
Álbum: Xscape
Ritmo: Cha Cha Cha
Nota: 29

Encerramento: Dangerous (1991)
Álbum: Dangerous


🎼I Just Can't Stop Loving You... feat. Xu & Ju
Ah, esses dois... a interação de Xuxa e Junno vem deixando o programa cada vez mais leve e divertido. Há algumas semanas, Xuxa contou numa live que havia uma orientação para que ela e Junno maneirassem no uso dos apelidos (Xu e Ju) entre eles.

Eis que nessa semana, Junno decidiu usar um tom mais formal e chamou nossa Rainha de "Xuxa". Inconformada com a falta de intimidade, nossa Rainha resolveu brincar e chamou o maridão de "Junno Andrade" até o final do programa, em tom de deboche. Como não se divertir com a bobeira desses dois?

É, Junno... mais uma chamada dessas e você vai dormir no sofá da sala
(A gente tem certeza que ele riu de nervoso kkkkk)


🎼Dangerous... cuidado!
Com três duplas empatando com 24 pontos (Beto & Bella, Bernardo & Bia, Oscar & Dani),  e duas com notas mais baixas (Lu & Marquinhos com 23 pontos e Camila & Djeiko com 21), tivemos uma zona de risco com cinco casais.


🎼Why?... Como assim, gente?
A dupla com menor votação foi Beto Marden & Bella Fernandes. A opinião do público foi bem diferente dos jurados, pois no placar geral a dupla estava à frente de todos os quatro casais que disputaram com ela a votação. Uma pena!



🎼Please Come to Brazil
Em 1993 o famoso meme "please come to Brazil" nem sonhava em existir, mas se existisse ia ser um dos mais repetidos nas redes sociais de Michael Jackson. Já pensando na vontade dos brasileiros em assistir a turnê "Dangerous", uma das pessoas que viabilizou a vinda de Michael para nosso país foi a Xuxa! Entenderam agora porque ela disse "quem trouxe Michael Jackson nessa época fui eu, tá?" logo após a apresentação de encerramento dos bailarinos ao som de "Dangerous"? Quem pode, pode!

Ingresso do show de Michael aqui no Brasil em 1993

Só faltou um dueto durante o show...
Poxa, Michael!

Semana que vem já pode ser considerada meio de temporada e quem vai levar os 500 mil + o carro 0km para o participante? Qual sua aposta?

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

Dancing Brasil 4 - Ep.05 (24/10/2018) || Brasil ||

Nunca o "Dancing" foi tão BRASIL. O 5º episódio dessa temporada foi totalmente dedicado ao nosso país. A ideia de homenagear nossa pátria já tinha acontecido lá na 2ª temporada (episódio 8), mas de forma, digamos, reduzida. Naquele dia, o programa foi dividido em duas partes e a primeira foi composta só por músicas nacionais (foi literalmente meio Dancing / meio Brasil). Já na apresentação de ontem TODAS as músicas foram nacionais (vamos relevar que uma delas, Fascinação, é, na verdade, versão de uma música francesa, mas ficou tão conhecida por aqui que a gente até esquece esse detalhe).



🔰Uma nova mudança irá acontecer...
Ao som de Elis Regina, na canção "Velha Roupa Colorida", tivemos mais um número de abertura (que continue assim pelas próximas semanas🙏), a apresentação começou os bailarinos movimentando placas de trânsito gigantes pelo palco. Claro que isso não era aleatório, a performance tinha tudo a ver com a letra da música. O Dancing estava construindo o novo Brasil, onde não se pode ficar parado. Deu até para identificar alguns movimentos com uma certa crítica ao momento que estamos vivendo ou vamos viver, vai saber... Ao final, os participantes tomaram seus lugares ao lado de seus partners e as placas se tornaram uma bandeira do Brasil estilizada e estrategicamente sem a cor branca, pois isso coube à nossa Dancing Queen (ok, é tudo Brasil, mas esse é o título dela, então vai em inglês mesmo) que surgiu para completar a bandeira. No vídeo, o efeito funcionou bastante.

Xuxa foi a cor branca da bandeira do Dancing Brasil...


... cujo lema é "Ordem, Dança e Progresso"
Foto: Blad Meneghel


🔰E o passado é uma roupa que não nos serve mais
E por isso a loira veio com um novo modelo da grife Martha Medeiros e cheia de joias Vivara. Junno, nosso coapresentador veio todo elegante num terno esporte de Ricardo Almeida.

Xuxa e Junno: visual informal-chique-dancefloor-tupiniquim
Foto: Blad Meneghel


🔰 No presente a mente, o corpo é diferente
Com três participantes a menos, o programa ganhou um "respiro". Isso nitidamente deixou Xuxa e Junno mais a vontade e com tempo para saírem um pouco do roteiro. Aliás, o maridão da loira ontem estava tão mais leve que a gente até esquece do nervosismo que ele chegou a transparecer nos primeiros episódios. A sintonia dos dois está cada vez maior e o deboche também (e a gente adora isso, continuem, por favor!)

E numa dessas "saídas" de roteiro, Junno cravou a pérola da noite: "corpinho de Photoshop!" Foi o que ele disse depois que Xuxa elogiou a boa forma de Allan Souza. Espontâneo e divertido, pareceu até um ciuminho do que Xuxa disse.

"Corpinho de Photoshop": Junno fazendo a loira gargalhar

Photoshop mesmo foi só na brincadeira do Junno, porque na pista de dança foi tudo bem real. A noite foi de altos e baixos, alguns participantes que vinham se destacando deram uma caída e vice-versa. Vamos aos destaques da noite:


O que é que a Baiana Luciana tem?
Lu Andrade e Marquinhos fizeram uma surpreendente apresentação de samba ao som de Carmem Miranda. A integrante do Rouge vem demonstrando garra e força de vontade desde o primeiro episódio, mas foi nessa apresentação que ela finalmente disse a que veio. A moça conseguiu sua melhor nota da temporada.

Já pode fazer um kit: "Cante e dance com a Lu Andrade "Miranda"
Aprenda do Cha Cha Cha ao Quickstep, do Ragatanga ao Tico-Tico no Fubá
Foto: Lucas Henrique


A menina dança (pra caramba) 
Falando em samba, quem chegou "sambando na cara da sociedade" foi o casal Pérola e Fernando. E isso não foi só porque também fizeram uma apresentação de samba, eles simplesmente conseguiram não só o primeiro dez, conseguiram o PRIMEIRO TRIPLO DEZ da temporada.


Melhor que a reação de Pérola e Fernando, só a cara de satisfação de Paulo Goulart Filho ao fechar a votação do casal de "danadoooos"

Você que está lendo agora, segue nosso conselho: vai lá no R7 e assiste a apresentação desses dois para entender do que estamos falando. Não tem como descrever, mas a gente tenta: uma das melhores apresentações de todas as edições do programa. Nem os jurados conseguiram se conter na empolgação. A dupla que já coleciona um adjetivo carinhoso de Xuxa a cada semana, ganhou "delícia" dessa vez. E foi mesmo!


As definições de "Triplo Dez" foram atualizadas com sucesso


www.Poderosa.com
Já que estamos no terreiro do samba, apostamos que você já está pensando na Valéria Valenssa... Sim, pensou certo, mas pelo motivo errado. A moça deu seu show dançando... TANGO. Sim, o ritmo não é brasileiro, mas Valéria e Jefferson se incumbiram de pintá-lo de verde e amarelo, captando todos os olhares. Garantiram a segunda maior nota da noite. Xuxa ficou tão empolgada com a apresentação que até relembrou o apelido que deu à Valeria quando ela participou do programa Xuxa Meneghel em 2015:

Globeleza = samba
Recordbeleza = samba, tango, jive, cha cha cha, quickstep, zouk, valsa...


És Fascinação
A apresentação de Juliana Rios e Tutu pode não ter agradado 100% aos jurados, que estavam bem rigorosos, mas foi um show de luzes e projeções no palco, daqueles de deixar todo mundo literalmente "fascinado".

"Nos cenários mais lindooos, dancei..."
E Xuxa não ficou ilesa a essa atmosfera de sonho criada pelo casal: depois de deixar bem claro para Junno que quer uma dança igual, ela ainda saiu em defesa quando Jaime teve mais um de seus rompantes de Malvado Favorito:

Jaime: "Era um sonho, mas eu acordei"
Xuxa: "Acordou? Então vai dormir!"


🔰 Você não sente, não vê...
As músicas! O repertório escolhido para a noite foi merecedor de triplo dez. De Marisa Monte a Maiara & Maraisa, o Dancing nos fez lembrar o quanto nossa música e boa e, às vezes, não valorizada como deveria ser. Olha só:

Abertura:  Velha Roupa Colorida [Ellis Regina] (1976)

1. Amaral & Bruna BaysAmor I Love You [Marisa Monte] (2000)
Ritmo: Tango
Nota: 22

2. Lu Andrade & MarquinhosO Que É Que A Baiana Tem? [Carmem Miranda] (1939)
Ritmo: Samba
Nota: 24

3. Oscar Filho & Dani De LovaEpitáfio [Titãs] (2002)
Ritmo: Foxtrote
Nota: 27

4. Pérola Faria & Fernando PerrottiA Menina Dança [Marisa Monte] (1996)
Ritmo: Samba
Nota: 30

5. Nizo Neto & Luana ZeglinMedo Bobo [Maiara & Maraisa] (2016)
Ritmo: Zouk
Nota: 21

6. Juliana Rios & TutuFascinação [Nana Caymmi] (1998)
Ritmo: Valsa
Nota: 26

7. Bernardo Velasco & Bia MarquesDesabafo [Nelson Gonçalves] (1980)
Ritmo: Tango
Nota: 22

8. Camila Rodrigues & Djeiko HenesCheguei pra te Amar [Ivete Sangalo e MC Livinho] (2017)
Ritmo: Zouk
Nota: 23

9. Allan Souza Lima & Carol DiasMeu Erro [Os Paralamas do Sucesso] (1984)
Ritmo: Quickstep
Nota: 23

10. Valéria Valenssa & Jefferson AndradeCapitu [Zélia Duncan] (2004)
Ritmo: Tango
Nota: 27

11. Beto Marden & Bella FernandesVocê Não Soube Me Amar [Blitz] (1982)
Ritmo: Cha Cha Cha
Nota: 24



🔰 Mas eu não posso deixar de dizer, meu amigo...
O momento difícil de cada noite tinha que chegar e trouxe surpresas: Oscar Filho, que vinha numa trajetória ascendente desde o primeiro episódio, acabou na zona de risco. O mesmo aconteceu com Amaral, outra grande promessa da temporada, que não se saiu bem no tango e foi para a incômoda situação. Nizo Neto, por sua vez, que esteve em todas as zonas de risco, viveu novamente a situação, mas dessa vez não escapou e deixou o programa.



🔰 E precisamos rejuvenescer
Nada mais atemporal, mais imune ao tempo do que a música. Na próxima semana o Dancing homenageará a obra imortal de Michael Jackson, que, se estivesse vivo, teria completado 60 anos no último dia 29/08. 


Who's Bad? Michael...
Who's Best? Shoo-Sha

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Dancing Brasil 4 - Ep.04 (17/10/2018) || Cinema ||

Sabem o ditado "um é pouco, dois é bom, três é demais"? Pois é, foi demais! Foi digno da sétima arte, foi puro entretenimento. Estamos falando da III Noite de Cinema do Dancing Brasil que transformou a pista de dança do programa numa super telona. "Luz, câmera, ação" foi pouco, teve paixão, emoção, diversão e até aflição.

O quê? Não vai assistir Dancing Brasil hoje?
Então, tchau!

📽 Teaser >> Making Of 
Seguindo a fórmula das grandes produções, a nossa Dancing Queen soltou um "teaser" do que estavam preparando para o 4º episódio da temporada quando respondeu a um seguidor de seu instagram que estavam ensaiando "Grease".



Não demorou para o teaser virar um trailer ou seria um making of? O perfil da loira postou, dias depois, trechos dos ensaios e já pudemos conferir os primeiros movimentos de Xuxolivia Newton-John e Junno Travolta.

As travoltas que o mundo dá: Xuxa e Junno dançando Grease
💕💕💕


📽 Opening Scene
O programa já começou mostrando a que veio. Junno e os bailarinos do programa dançaram "Greased Lightnin'" que estrategicamente formou um medley com "We Go Together" para a entrada de Xuxa e as bailarinas.  É... não escolheram as clássicas "You're the One That I Want" ou "Summer Nights", afinal o Dancing já deixou claro que gosta de surpreender, o que também se aplica a dona Xuxa. Quem esperava aquela levantada de perna?

55 anos, tá bom pra você?
#XuJu55


📽 Figurino
Michelly X foi a responsável pelo figurino da nossa Sandy(o nome da personagem principal do filme) e conseguiu fazer um 2 em 1 digno de aplausos. Para a performance: calça coladinha típica dos anos 50; para o restante do programa: uma saia longa que fez a transição de Sandy para Xuxa. Junno também deixou o Danny Zuko (protagonista de Grease) na abertura e voltou com mais um dos seus ternos super elegantes.

Foto: Blad Meneghel

Nosso Dancing Couple n.1 antes e depois de Grease


📽 Maquiagem e Caracterização
Temos ainda 12 participantes, então não dá pra esticar muito a conversa no programa. Obviamente cada artista levou para o palco um filme e a performance foi ao som de alguma música da respectiva trilha sonora. Ah, vale ressaltar que nenhum filme apresentado nos episódios da 1ª ou 3ª temporada foi repetido. Tudo novinho em folha! Não dá para comentar todo mundo, então seguimos na ideia de destacar as melhores performances ou as melhores caracterizações. Um Oscar® para essa equipe de maquiagem e figurino do Dancing Brasil era o mínimo!

* Oscar Powers ou Austin Filho?  O primeiro destaque da noite foi Oscar Filho, que ficou a cara do Austin Powers. O humorista e sua partner Dani De Lova acertaram em cheio na escolha do atrapalhado agente secreto britânico. O show ainda continuou depois da apresentação, Oscar estava afiado no humor e ainda fez uma proposta divertida para Xuxa, garantindo gargalhadas de todos. E tem mais, o rapaz ainda arrancou um triplo NOVE dos jurados, o primeiro da noite.

"Larga o Junno, Xuxa!"
O Junno ela não larga, Oscar Powers... mas quem sabe ela não te contrata pra ser garoto de teste da Espaço Laser?

* EdMarden Mãos de Tesoura: mais um triplo dez para a caracterização. Beto Marden e Bella Fernandes podiam facilmente se passar por Edward e Kim (do filme Edward Mãos de Tesoura). Já a apresentação não empolgou tanto os jurados e o rapaz quase foi pra zona de risco.

Zona de Risco? Corta essa!


* Lispérola e o Prisioneiro: Pérola Faria e Fernando Perrotti receberam a responsabilidade de representar o cinema nacional na pista de dança. Ao som de "Você Não Me Ensinou a te Esquecer", tema de Lisbela e o Prisioneiro, a dupla mostrou que não dá mesmo pra esquecer que eles estão arrasando. Novamente triplo NOVE, o segundo e último da noite. A gente arrisca dizer que ia sair um dez ali, mas, segundo o Jaime, ainda está cedo pra dizer que está perfeito, pois "é só o 4º programa..." Ah, Jaime, pra que deixar pra amanhã o que se pode fazer hoje? Paulo Goulart Filho ainda emendou que foi o melhor tango da temporada.

Estrelando: Pérola Faria e Fernando Perrotti
Participação Especial: Jaime Arôxa


📽 Crítica Especializada x Público
Falando nos jurados, Jaime Arôxa estava tão exigente na hora de avaliar as performances que nossa Rainha não se conteve e se tornou, involuntariamente, um exemplo perfeito para o estudo da linguagem corporal. A gente ama isso! Obrigado ao nosso Malvado Favorito Jaime.

Aquele momento que você quer entrar na conversa, mas tem que se conter...


Quer mais? Na hora da alegria, a loira também mostrava que sabe usar o corpo para se expressar. E aquela dancinha com o Amaral, logo depois que o ex-jogador mostrou seu lado "intocável"?

Aquele momento que te chamam pra conversa e você vai poder dizer umas verdades...


📽 Trilha Sonora
A banda do Dancing voltou e trouxe os clássicos dos filmes para o programa. A exceção foi a música escolhida para Beto Marden, a única que não fez parte da trilha sonora original do filme que ele representou (Edward Mãos de Tesoura). Dá uma conferida no que rolou:

Abertura: Medley: Greased Lightnin'
                               We Go Together [Cast of Grease] (1978)

1. Allan Souza Lima & Carol DiasTwist and Shout [The Beatles] (1963)
Filme: Curtindo a Vida Adoidado (1986)
Ritmo: Cha Cha Cha
Nota: 23

2. Camila Rodrigues & Djeiko HenesCrazy in Love (2014 Remix) [Beyoncé] (2014)
Filme: Cinquenta Tons de Cinza (2015)
Ritmo: Tango
Nota: 24

3. Oscar Filho & Dani De LovaSoul Bossa Nova [Quincy Jones] (1962)
Filme: Austin Powers: Um Agente Nada Discreto (1997)
Ritmo: Quickstep
Nota: 27

4. Valéria Valenssa & Jefferson AndradeListen [Beyoncé] (2006)
Filme: Dreamgirls (2006)
Ritmo: Rumba
Nota: 25

5. Beto Marden & Bella FernandesHora Zero [Rodrigo y Gabriela] (2009)
Filme: Edward Mãos de Tesoura (1990)
Ritmo: Paso Doble
Nota: 23

6. Lu Andrade & MarquinhosLady Marmelade [Christina Aguilera, Lil' Kim, Mýa, Pink] (2001)
Filme: Moulin Rouge (2001)
Ritmo: Tango
Nota: 22

7. Amaral & Bruna BaysBoogie Wonderland [Earth, Wind & Fire] (1979)
Filme: Intocáveis (2011)
Ritmo: Cha Cha Cha
Nota: 25

8. Juliana Rios & TutuNowhere Fast [Fire Inc] (1984)
Filme: Ruas de Fogo (1984)
Ritmo: Jive
Nota: 25

9. Bernardo Velasco & Bia MarquesSpider Man (Theme Song) [Billy Van Singers] (1967)
Filme: Homem Aranha (2002)
Ritmo: Quickstep
Nota: 22

10. Pérola Faria & Fernando PerrottiVocê Não Me Ensinou a Te Esquecer [Caetano Veloso] (2003)
Filme: Lisbela e o Prisioneiro (2003)
Ritmo: Tango
Nota: 27

11. Marcelo Faustini & Thaiane ChuvasOver the Rainbow [Judy Garland] (1939)
Filme: O Mágico de Óz (1939)
Ritmo: Valsa
Nota: 21

12. Nizo Neto & Luana ZeglinBorn To Be Wild [Steppenwolf] (1968)
Filme: Easy Rider (1969)
Ritmo: Tango
Nota: 21


Encerramento: This Is Me [Keala Settle] (2017)
Filme: O Rei do Show (2017)


📽 The End
O encerramento se deu com um número especial dos bailarinos performando "This Is Me", uma das principais canções do filme "O Rei do Show". A coreografia por um momento fez a gente esquecer que a cena final de todo Dancing Brasil não tem final feliz para um dos protagonistas.

Nessa semana, cinco casais foram para a zona de risco: Lu Andrade & Marquinhos, Juliana Rios & Tutu, Bernardo Velasco & Bia Marques (empatados com 22 pontos) e Marcelo Faustini & Thaiane e Nizo Neto & Luana (empatados com 21 pontos).

Marcelo Faustini, que na sua apresentação encarnou o boneco de lata de "O Mágico de Óz" numa caracterização mais bonita até mesmo que a original, fez a gente pensar na busca do personagem por um coração no filme e fez também o coração de quem votou por sua permanência se partir. O Paquito 'genuíno' da loira deixou a competição. 💔😢

Boneco de Lata - Edição Limitada PaquitÓz
numa estrada de tijolos dourados mais próxima de você!





📽 Em Breve...
Xuxa já anunciou que na próxima semana, o Dancing Brasil vai ser mais BRASIL que nunca. Não deu mais detalhes, mas quem quer spoilers? A gente gosta é da surpresa e isso o Dancing faz com maestria. 


Dancing Brasil-sil-sil-sil


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...