quarta-feira, 27 de agosto de 2008

O Império Xuxa não para de crescer

Abaixo, confira uma reedição de uma matéria do jornal "O Globo" sobre os produtos licenciados por Xuxa,em 1990

Jornal: O Globo
Data de Publicação: 1/7/1990
Autor: Lauro Jardim

O IMPÉRIO XUXA NÃO PÁRA DE CRESCER

Ela tem um escritório muito bem montado, quatro empresas com boa saúde financeira, 250 funcionários diretos e diversos projetos em andamento, à despeito das dificuldades econômicas do País. A apresentadora de televisão Xuxa Meneghel possui hoje um império em plena expansão: analisa o lançamento de dezenas de produtos com seu nome - além dos que já existem -, bota no mercado até o fim do ano uma linha de vestuário para adolescentes, abre mais algumas lojas de sua butique infantil O Bicho Comeu, pensa em mais empresas para dar conta de novos negócios e acaba de contratar o também apresentador Sérgio Mallandro.

Embora os números relativos ao faturamento sejam escondidos a sete chaves por ela e pelas pessoas à sua volta sabe-se que dos 40 produtos associados ao seu nome que já estão no mercado, quase todos são líderes de venda em seus respectivos segmentos. A revista em quadrinhos da Xuxa é hoje a mais vendida do Brasil com uma tiragem média de 400 mil exemplares mensais -, desbancando a Mônica e sua turma, que há mais de dez anos lideravam este mercado. Os cadernos escolares, fabricados pela Tilibra, chegam aos 4,8 milhões de unidades vendidas ao ano. Forte também é o desempenho da linha de brinquedos, produzidos pela Atma e pela Mimo: a criançada leva para casa mais de um milhão de bonecas, maletinhas, trenzinhos e jogos a cada ano.

A Beijinho Beijinho Promoções e Produções Artísticas, que cuida dos licenciamentos, recebe de 6% a 22% do preço de revenda desses produtos. A média fica em 10%, como admite Luiz Cláudio Moreira, que ao lado de Marlene Mattos - diretora dos shows de Xuxa na televisão e sua fiel escudeira - toma conta dos negócios da apresentadora.

Se for calculada essa média de 10%, recebida no caso dos cadernos, que estão custando nas papelarias cerca de Cr$ 150, por exemplo, a empresa da apresentadora embolsaria só com essa licença algo em torno de Cr$ 5 milhões anuais - já descontado nesse caso os 30% correspondente à margem de lucro do varejista.

Segundo Luiz Cláudio, semanalmente chegam à Beijinho Beijinho cerca de dez propostas para novos licenciamentos. Dessas, oito são descartadas numa primeira análise feita por ele e por Marlene Mattos:

- Ou porque são propostas inconsistentes ou porque, mesmo vindo de empresas sólidas e conceituadas, querem lançar produtos que não se ajustam à imagem da Xuxa. Já imaginou uma vassoura da Xuxa? Não dá. Certa vez propuseram uma linha de material de limpeza com o nome dela. E claro que não foi aceito lembra o executivo, em sua ampla sala toda em preto e branco, coalhada de posters da apresentadora e tendo às suas costas uma bancada com alguns dos produtos licenciados cuidadosamente colocados. Aliás, o escritório, um conjunto de salas num moderno prédio da Avenida Rio Branco, segue a mesma decoração.

Passando nessa análise preliminar, conta Luiz Cláudio, a proposta é levada a Xuxa, que normalmente dá algumas sugestões. Segundo ele, os produtos licenciados não devem apenas trazer o nome da apresentadora, mas sim criar uma identidade própria, através "de um toque especial ou de uma modificação rio design". E esse processo pode ser lento: a boneca Xuxa demorou um ano para ser aprovada definitivamente.

É uma negócio interessante, se bem explorado é uma mina de ouro - admite Regina Revitte, Diretora da Odontoprev, que está fechando com a Beijinho Beijinho um contrato para fabricar o chiclete anti-cárie, aliás xiclete, da Xuxa.

LINHA XUXA TEM MAIS DE 40 PRODUTOS

Há cerca de quatro anos, surgiram no mercado os primeiros produtos associados ao nome de Xuxa. Hoje, mais de 40 artigos disputam a preferência do consumidor, sendo que a maioria é líder de vendas em seu segmento.

EMPRESA LICENCIADOS E SEUS PRODUTOS

+ São Paulo Alpargatas - Linha infantil de vestuário

+ RT Cosméticos - Linha de toucador

+ Atma - Jogos (Xuxapo, Xou de Acertos)

+ Brinquedos Mimo - Bonecas, maletuxa, acessórios; e etc:

+ Benrose - Pastas, maletas, lancheiras e cantil

+ Seta - Relógios

+ Bixim Artefatos de Pelúcia - Bichos de pelúcia

+ Editora Biológica - Dicionário

+ Editora Globo - Revista em quadrinhos; álbum de figurinhas

+ Faster lndústrial - Tênis

+ Festcolor - Artigos para festas

+ Globo Vídeo - Fitas "Xou da Xuxa" e filmes

+ Grandene - Calçados plásticos

+ Lacca Decorações - Posters e cartões

+ Lix Industrial - Raquetes de frescobol

+ Moinho Santista - Lã da Xuxa, linha de cama e banho

+ Monark - Bicicletas

+ Nestlé - Xopa da Xuxa (Maggi) e iogurtes (Chambourcy)

+ Poesi - Coleção traje de banho e lingerie infantil

+ Som Livre - Discos

+ Tilibra - Cadernos e artigos de papelaria


FONTE: Xuxa Produções e Promoções Artísticas
Comentários
1 Comentários

Um comentário:

TX disse...

Caramba, já tive tanto produto dela que meus pais podiam comprar e que ganhava de parentes e amigos
tb. Mas tinha criança que ficava doente por essas coisas e não podia ter... pq essas coisas eram mto caras, consideradas artigos
de criança mimada da época! hehehe

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...