domingo, 18 de janeiro de 2009

Matéria: CRÔNICA DE DANUZA IRRITA XUXA

Jornal: Jornal do Brasil
Data: 15/10/1996


Apresentadora se sente ofendida e desabafa em carta

Tema da crônica de Danuza Leão publicada ontem no Caderno B, a apresentadora Xuxa Meneghel sentiu-se ofendida com o que interpretou como uma intromissão em sua vida particular. Por intermédio da agência de publicidade Diler & Associados, Xuxa enviou ontem uma "Carta a Danuza Leão" para ser publicada como matéria paga.

JORNAL DO BRASIL não aceitou o anúncio, mas publica a carta de Xuxa na integra, junto com uma réplica de Danuza Leão.

Na crônica que irritou Xuxa, Danuza dá suas opiniões sobre algumas das inquietações pessoais da apresentadora, como não ter tempo para namorar e querer ter um filho por inseminação artificial. Danuza criticou os "encontros acertados pelos devidos assessores de imprensa" entre Xuxa e Airton Sena ou John Kennedy. "A maneira como esses encontros devem ter acontecido (...) é quase insultuosa, e você não precisa disso; mas como uma pessoa que não pode ir a lugar algum vai arranjar um namorado? Se eu fosse você, Xuxa, virava a mesa", sugere a colunista.

Danuza argumenta que, com um salário de U$ 36 milhões, quase U$ 10 mil por dia, Xuxa poderia se dar ao direito de parar com tudo, fugir para alguma cidade pequena da Europa e experimentar viver a vida como uma pessoa normal. Durante o dia, a redação do JORNAL DO BRASIL recebeu telefonemas elogiando a crônica e afirmando que nela, a colunista tinha tornado claras questões que estavam na boca do povo. "Danuza tem razão em tudo o que escreveu. Foi uma reflexão iluminada, de uma mulher que conhece a alma feminina", declarou o cineasta Cacá Diegues.

CARTA A DANUZA LEÃO

Você, com certeza, não está de bem com a vida! Como você me perguntou, eu lhe devolvo a pergunta: para onde você está indo? Aliás, a pergunta vai muito mais além: de onde você vem para se sentir no direito de dar conselhos de vida a uma pessoa de 33 anos, bem-sucedida, amada e respeitada por um número de pessoas que você nem pode avaliar? De onde você vem` que acredita que a sua coluna no jornal tenha condições de radiografar a minha vida com essa lente torta? Para onde você está indo, não admitindo que outras pessoas tenham opiniões, desejos e experiências diferentes das suas? Você diz: "Ninguém me contou mas eu vi". Viu o que quis, com os olhos de quem gosta de ver infelicidade em qualquer situação que a sua vida não pode alcançar. Eu, com certeza, posso usar uma "meia-máscara" branca para compor uma personagem. Você, com certeza, precisa de uma máscara inteira para que ninguem veja o que lhe vai na alma. Não dê conselhos a quem não precisa para "estar de bem com a vida", olhe para trás para avaliar de onde você veio, por onde passou, em que trecho do caminho da sua vida você está e se pergunte, com coragem: para onde estou indo?

Se a resposta fizer você chorar, pode me ligar para eu dar uns conselhos e levantar o seu astral.

Xuxa Meneghel

A RESPOSTA DE DANUZA

Xuxa: Você continua não entendendo nada - que pena. Talvez um dia, quem sabe, você compreenda que tudo que eu escrevi era total e absolutamente a seu favor. Mas para quem não está habituada a isso é difícil, eu sei. Continuo sua fã, torcendo por você, e so de curiosidade: já está com seu passaporte na bolsa?

Danuza
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...