quinta-feira, 30 de abril de 2009

1 ano de Xuper Xucesso!

Hoje o blog comemora 1 ano de Xucesso absoluto! Agradeço a todos que acompanharam o Blogger Xuper durante esse tempo e aos visitantes que desobriram o blog recentemente. Obrigado pela força, carinho e ajuda! Continuem colaborando para que eu continue com ânimo e pique para continuar com ele no ritmo frenético que todos sempre me cobram! Confira abaixo o link com as 5 primeiras postagens do blog e vejam como as coisas mudam e melhoram com o tempo - Graças a Deus! ;)

Blogger Xuper - Abril de 2008

Música: Fada Madrinha (É tão bom)

"Fada Madrinha", mais conhecida como "É tão bom", é a sexta faixa do primeiro álbum "Paquitas", sendo a primeira do Lado B nas versões LP e K7. Foi a primeira música de trabalho do grupo e a de mais sucesso. A música foi cantada pela primeira vez no especial de 3 anos do "Xou da Xuxa" em homenagem à apresentadora. Os versos são cantados por todas Paquitas alternadamente e o refrão cantando em coro, o qual faz referência às músicas Doce Mel (Bom estar com você) e "Quem Quer Pão", ambas de Xuxa. A letra diz respeito ao que as meninas aprenderam com a apresentadora. A coreografia marcante era facilmente imitada pelo público. Após a saída de Andréia Faria do grupo, a música foi remixada e o verso cantada por ela foi trocado pelos vocais de Letícia Spiller. Essa versão foi lançada apenas no ano 2000 em uma coletânea infantil da Som Livre.

Ordem do verso (versão do álbum): Letícia Spiller, Andréia Faria, Anna Paula Almeida, Tatiana Maranhão
Ordem da repetição: Roberta Cipriani, Priscilla Couto, Anna Paula Almeida, Cátia Paganote

Versões:

Versão do álbum ~ 5:00

Versão do especial de 3 anos do "Xou da Xuxa" - No final da música, o verso cantado por Cátia Pagonote na versão original é cantado por Tatiana Maranhão. Cátia participa da música apenas no começo e no meio, onde é mixado várias vezes os dizeres "3 anos".

2ª Versão ~ 5:19 - Essa versão apresenta algumas diferenças na mixagem dos samples, com alguns sons mais evidentes e outros que ficaram de fora, em comparação a versão lançada no disco. O vocal de Andréia Faria é substítuído pelo de Letícia Spiller e a repetição do refrão no final da música é estedida.

Álbum: Paquitas

O álbum "Paquitas" foi lançado no início de setembro de 1989 pelo selo Xuxa Discos, após ser adiado algumas vezes. No seu lançamento, a música "Fada Madrinha (É tão bom)" já estava estourada e era uma das mais tocadas nas rádios do país. Outras músicas de destaque do álbum foram "Alegres Paquitas", que era a música de abertura do disco e apresentava o grupo, e "Playback", cantada apenas por Tatiana Maranhão que logo se tornou música de trabalho e teve grande êxito. Praticamente todas as faixas eram destinadas ao público adolescente feminino por ter letras de namoro adolescente como "Broto Legal" e "Um ano sem você", e algumas de letras bem engraçadas com um humor bem despretensioso como "Bate na Madeira" e "Ei Dona". O álbum também contou com a regravação de antigas músicas já consagradas dos anos 60, que compunham o pout-pourri "Estúpido Cupido" - "Lacinhos Cor de Rosa" - "Banho de Lua". A música "Sorvetão" era uma homenagem à Paquita mais popular da época, Andréia Faria. Apesar de cantar apenas uma música solo, Tatiana Maranhão se destacou no álbum e foi considerada a mais afinada. Letícia Spiller também cantou em várias faixas e também foi um dos destaques, ao lado de Anna Paula Almeida. Na capa aparecem apenas as Paquitas Andréia Faria, Letícia Spiller, Tatiana Maranhão e Anna Paula Almeida. Na contracapa aparecem as demais Roberta Cipriani, Cátia Paganote e Priscilla Couto (curiosamente as três que se juntaram e fazem shows até hoje). O álbum vendeu cerca de 800 mil cópias e teve grande sucesso de público.


Informações gerais:

Lançamento: Setembro de 1989
Formato: LP, K7, CD (tiragem limitada)
Vendagem: aprox. 800 mil cópias
Certificação: platina duplo

Músicas

Músicas de trabalho (singles): Fada Madrinha (É tão bom), Alegres Paquitas, Playback, Ei Dona, Um ano sem você.

Músicas "obscuras": Marciano, Oh Lua

Curiosidade: Após a saída de Andréia Faria, nas apresentações no programa e shows, a música "É tão bom" foi remixada e o vocal de Andréia foi substituído pelo de Letícia Spiller. As outras músicas permaneceram com os vocais de Andréia e Roberta Cipriani passou a "dubla-la" nas apresentações

Repercussão: A música "Fada Madrinha" teve grande sucesso mas as demais não tiveram grande desempenho. O solo de Tatiana Maranhão em "Playback" também foi bem aceito pelo público. A música "Um ano sem você" também fez relativo sucesso e fez parte da trilha do filme "Sonho de Verão".

Paquitas - Apresentações nos programas

As Paquitas passaram a se apresentar como grupo musical com roupas especiais, bem diferentes dos uniformes de soldadinho que estavam acostumadas a usar. A primeira era preta e dourada e foi a utilizada no ensaio de fotos do primeiro álbum. Elas também usavam a roupa em alguns apresentações e programas especiais.

As duas primeiras apresentações das meninas no "Xou da Xuxa" foram, respectivamente, com as músicas "Alegres Paquitas" e "Fada Madrinha" no "Paradão dos Baixinhos". Em cima do queijo, elas se apertaram para fazer a performance e não usaram nenhum microfone. Posteriormente, todas entravam no palco segurando microfone - a maioria deles de brinquedo.

No final do ano de 1989, elas ganharam uma nova roupa para se apresentar nos programas - não só no "Xou" mas em outros programas e emissoras. Ao contrário da anterior, a roupa era toda branca, também com botões e detalhes dourados. Em algumas das apresentações no ano de 1990, as meninas entraram no palco usando uma boina.

Posteriormente, as roupas branca e preta passaram por modificações ao longo dos anos e as meninas chegaram a usar inclusive um uniforme preto de colegial em 1992, parecido com o que seria o uniforme das Paquitas New Generation, em 1995. Em 1992, alias, as Paquitas deixaram de se apresentar no "Xou da Xuxa", passando a cantar exclusivamente no "Paradão da Xuxa" e em outros programas e emissoras.


quarta-feira, 29 de abril de 2009

PAQUITAS, SETE VOZES DE OURO

Jornal: O Globo
Data: 10/9/1989
Autor: Marcos Salles


Dançar e brincar ao lado da Xuxa é o sonho de milhares de crianças. E que tal cantar também e chegar até mesmo a gravar o seu próprio LP?

No início, elas eram apenas as fiéis ajudantes da adorada madrinha, mas a cada programa foram se tornando um charme a mais no "Xou da Xuxa" e hoje, exibindo um misto de doçura e muita energia, formam o time das sete Paquitas: Paquitita, Pituxa, Miúxa, Catuxita, Xiquitita, Pituxita e Xiquita. E nunca trabalharam tanto como agora, pois além das gravações no Teatro Fênix, às terças e quartas, começam a viajar por todo o País, fazendo shows para divulgar as músicas do seu primeiro LP, produzido pela dupla Michael Sullivan e Paulo Massadas, e o terceiro do selo "Xuxa", lançado semana passada já com um disco de ouro garantido - 100 mil cópias vendidas.

Ser Paquita hoje é ter uma profissão - elas são contratadas da Globo, da Xuxa Discos e da Xuxa Produções. A diretora Marlene Mattos, que já está escolhendo a oitava - não precisa ser loura e tem que ter 15 ou 16 anos -, fica sempre atenta á aparência das meninas e ao seu rendimento na escola, que elas conciliam com aulas particulares e a prática de jazz, sapateado, patinação, ginástica olímpica, ginástica solo e aeróbica, para agüentar o ritmo exigido pelos baixinhos.

PAQUITETA - Do show da irmã ao teste do 'Xou'

Chamada pelas companheiras de "Loura", Tatiana Maranhão está no "Xou da Xuxa" há um ano e oito meses e agradece esta oportunidade à sua irmã Patrícia, que, quando integrava o conjunto Afrodite Se Quiser, se apresentou no programa:

- Ela me chamou para ir junto, eu me empolguei e comecei a dançar lá na frente. A Marlene gostou e me convidou para fazer os testes.

Carioca, taurina, 12 anos, estudante da sexta série, Tatiana quer se firmar como cantora. Por enquanto, no "Xou", as emoções são muitas:

- As pessoas querem uma lembrancinha, um fio de cabelo, rezam por nós. E aprendemos muito com a Xuxa, um ser do outro mundo.

MIÚXA - Boas emoções da falsa brasiliense

Nas férias de fim de ano, Cátia Paganote, de 13 anos, deixou Brasília e veio ao Rio, onde desfilou no "Xou". Acabou fazendo os testes e está no programa há cinco meses:

- Na festa do aniversario da Marlene, exatamente à meia-noite, a Xuxa foi ao microfone e anunciou que, a partir daquele dia, eu também fazia parte da turma. Foi maravilhoso.

Carioca mas chamada de brasiliense, estudante da primeira série, Miúxa vai guardando na memória as primeiras emoções do trabalho:

- Como quando um garoto escreveu para mim num cartaz: "Eu te amo." E em todos os momentos a Xuxa é muito carinhosa, nos transmite energia e nos ajuda.

CATUXITA - A 'Top Model' gosta dos ensinamentos

Outra Paquita que despontou nos desfiles realizados. no programa foi Priscila Miranda - e ganhou o apelido de "Top Model", já que venceu vários dos que participou.

Sagitariana, 11 anos de idade, carioca e cursando a quarta série, ela curte muito o seu fá-clube cada uma das Paquitas; já tem o seu - e diz sentir muita emoção na agitação dos shows e com os dizeres dos cartazes, sempre elogiando sua beleza:

- Sou fã da Xuxa. Ela ajuda a gente a vencer e nos ensina muitas coisas, como respeitar e preservar a natureza, que estão destruindo, C a combater as drogas e o fumo. E a nossa fada madrinha, é tudo para ,mim e mora no meu coração.

PITUXA - O próximo passo é ser modelo e atriz

O dia 4 foi especial para a carioca Letícia Spiller, de 16 anos Chegou de show s no Nordeste, participou do "Domingão do Faustão" e gravou com as outras Paquitas uma música para Xuxa, exatamente quando completava seis meses de ''Xou":

- Depois de realizar o sonho de estar no programa e ter gravado um disco, quero me preparar para ser modelo e atriz.

Cursando a primeira série do segundo grau, Letícia é chamada por Xuxa de "Pastel", por andar às vezes no mundo da lua:

- Ela tem sido muito boa para mim. Enquanto houver disciplina e amizade, tenho certeza de que estaremos juntas, Xuxa e as Paquitas.

XIQUITITA - Mudanças para toda a família

A entrada de Roberta Cipriani para a equipe das Paquitas aconteceu de forma curiosa. Seus pais já haviam vendido todos os móveis, pois iam se mudar para Curitiba. Chateada, ela pediu para se despedir do Rio indo ao "Xou da Xuxa". Marlene Mattos a viu e disse: "Esta é a Paquita que a gente estava procurando."

- Ela perguntou se eu queria e comecei a chorar. Meu pai, então, se levantou da cadeira e disse que não ia mais se mudar, que ia ficar aqui para realizar meu sonho.

Roberta, que é mais conhecida como "a surfista", ouve sempre os conselhos de Xuxa:

- Ela marcou muito a gente e nos transmite toda a sua experiência.

PITUXITA - A surpresa depois do aniversário

Há um ano e quatro meses no "Xou", Ana Paula, a "Bonequinha", entrou no programa com a ajuda da irmã, que anotou o endereço da promoção ''Paquita'':

- Ela não falou nada. No meu aniversário, quando decidi me vestir como a Xuxa, a irmã tirou fotos e mandou para a produção. Foi tudo uma surpresa.

Chamada para os testes, Ana Paula realizou seu sonho, que tem lhe dado muitas emoções:

- Num dos shows, uma menina deficiente auditiva fez sinais, dizendo "eu te amo". Ela começou a chorar na platéia e eu, no palco. Quem também passa emoção para a gente é a Xuxa. Falar de suas qualidades daria para escrever um livro.

XIQUITA - A arte de conviver com as mais novas

A mais antiga das atuais Paquitas, Andréa Faria, também conhecida como "Sorvetão", está há três anos trabalhando com Xuxa:

- Ela é e vai ser sempre a minha irmã mais velha querida, amiga, companheira e madrinha.

Além de gravar no coro dos discos da Xuxa e do ex-Menudo Rob, Andréa. já teve a chance de fazer um show solo no Jazzmania. Romântica, mas conciliando bem as atividades artísticas com os estudos - está na primeira série do segundo grau -, a Paquita mais experiente adora conviver com as mais novas:

- Está sendo maravilhoso, pois antes éramos apenas assistentes e agora somos muito mais.

Mais que ajudantes, amigas da 'dindinha' - Madrinha, fada madrinha, dindinha, patroa. Estas são algumas das formas carinhosas que as Paquitas têm para tratar a "Rainha dos Baixinhos". E para falar sobre essas sete peraltas mas muito eficientes ajudantes, só mesmo Xuxa, sem dúvida a fá numero um das jovens estrelinhas:

- Fazer o "Xou" sem elas seria muito difícil pois eu e as crianças já estamos muito acostumadas. As Paquitas são demais, me arrumam e me poupam, escolhendo quem vai participar das brincadeiras. Com elas é tudo muito rápido, mais dinâmico. E suas presenças dão um colorido maior em cada momento do programa, pois elas contagiam os baixinhos.

Sempre brincando com as garotas e atenta às características de cada uma, Xuxa deixa fluir seu lado moleque, colocando nelas os mais engraçados apelidos. Bancando uma espécie de irmã mais velha das sete, a apresentadora explica:

- Elas não são só minhas ajudantes, são minhas amigas também, pessoas com quem gosto de estar. Eu vibro com o sucesso das Paquitas. Sei o quanto elas querem acontecer e cada degrau que vão subindo parece uma conquista minha também, pois torço muito e me sinto parte da vida delas.

Paquitas - O Auge

O ano de 1989 foi o ano das Paquitas, quando estiveram mais em evidência do que nunca. Aquele ano marcou a saída de Louise Wischermann e Ana Paula Guimarães, e a entrada de Letícia Spiller e Cátia Paganote.

A partir de abril começaram as aulas de canto para gravação do disco das Paquitas, que seria lançado com o selo Xuxa Discos. A primeira apresentação do grupo cantando foi no especial de 3 anos do "Xou da Xuxa" com a música "Fada Madrinha (É tão bom)". A partir daí, a música passou a fazer parte do programa e rapidamente se tornou um grande hit, sendo uma das mais pedidas nas rádios de todo país.

Em Julho, as meninas se apresentaram no programa como grupo musical pela primeira vez, todas uniformizadas uma nova roupa preta com detalhes dourados, lançando novas músicas. O disco finalmente sai em setembro e vende, em menos de uma semana, 100 mil cópias - número muito considerável para a época.

A Paquita Tatiana Maranhão, que era a única morena daquela geração, resolveu tingir os cabelos de loiro na época do lançamento do primeiro álbum, consagrando assim como um grupo de meninas loiras. Na época, Marlene Mattos discordava e dizia que não tinha nenhuma exigência com a cor do cabelo. A mais popular continuava sendo Andréia Sorvetão, mas ela pouco se destacou no álbum, dando lugar às mais afinadas Tatiana Maranhão e Anna Paula Almeida. O grupo terminou o ano vendendo mais de 500 mil cópias e consagrando uma nova profissão que era sonhada por todas as meninas da época.

As Paquitas - O início do Sucesso

Como todos sabem, as Paquitas eram muito mais do que ajudantes e dançarinas dos programas e shows da Xuxa. Em pouco tempo o grupo de garotas evoluiu e conquistou seu próprio espaço, conseguindo uma legião de fãs ao gravar discos e fazer um filme, sem remeter tanto à imagem de Xuxa.

Desde os primeiros anos do "Xou da Xuxa", a curiosidade do público em relação às meninas era muito grande. No ar, a apresentadora lia várias cartas dos fãs destinadas às ajudantes, sempre com perguntas e declarações. Da 1ª geração, quem mais esteve sempre em evidência foi Andréia Faria, apelidada de Sorvetão por Xuxa e que se tornou líder do grupo com a saída de Andréa Veiga, no início de 1988. Andréa Sorvetão era a mais velha, tinha carisma e sempre interagia com Xuxa no palco. Rapidamente ganhou uma legião de fãs e passou a fazer shows-solo pelo país.

A partir de 1987, as Paquitas passaram a ter aulas de canto para colocarem voz no backing vocal das músicas do Xou da Xuxa. A partir daí, uma das exigências para escolha de novas Paquitas era ter boa voz e gostar de cantar. Com o tempo, os apelidos das meninas criados por Xuxa se tornaram populares e todas eram facilmente identificadas pelo público. No início de 1989, a empresa de brinquedos Mimo lançou mini-bonecas de todas Paquitas, que logo se tornou uma febre. Logo surgiu a idéia do grupo gravar um LP e, em abril daquele mesmo ano, elas passaram por vários testes de voz para dar início as gravações do primeiro disco solo do grupo.

terça-feira, 28 de abril de 2009

Ana Paula "Bonequinha" reencontra Xuxa

A eterna Pituxita Ana Paula Almeida participou das gravações do "TV Xuxa" do dia 23 de Abril. A ex-paquita levou seu filho Davi para ver sua amiga Xuxa, que ainda não o conhecia. Infelizmente o encontro não foi gravado e Ana Paula não irá aparecer no programa, pois preferiu ficar nos bastidores. A última vez que Ana Paula e Xuxa tinham se encontrado foi nas gravações do especial de dia das crianças da "Turma do Didi".

Música: Sem Medo de Ser Feliz

"Sem Medo de Ser Feliz" é a quarta música do segundo álbum das "Paquitas", lançado em 1991. A música é cantada por Ana Paula Almeida, a Pituxita, com backing vocal das demais Paquitas. Ela passa uma mensagem contra as drogas e sua letra remete à música "Alerta", gravada por Xuxa em 1989, que também fala sobre as drogas. No final da música, cada Paquita solta a voz fazendo uma mensagem de alerta. São elas, respectivamente: Ana Paula Almeida (Pituxita), Bianca Rinaldi (Xiquita), Roberta Cipriani (Xiquitita), Priscilla Couto (Catuxita), Letícia Spiller (Pituxa), Juliana Baroni (Catuxa), Cátia Paganote (Miúxa), Flávia Fernandes (Paquitita).

Foi cantada algumas vezes durante o ano de 1991 no programa e inúmeras vezes em 1992, quando se tornou de fato uma música de trabalho. Nessa época, a mensagem do final falada por Letícia Spiller, que saiu do grupo em 1992, era "dublada" por Ana Paula "Catu". Apesar da mensagem séria, a música é agitada e tem um refrão marcante, colocando ainda mais em evidência Ana Paula Almeida, que na época era tida como uma das preferidas do público. Em 2005, em uma entrevista para o programa "Superpop", Ana Paula Almeida revelou que ouviu relatos de várias pessoas que pararam de consumir drogas após ouvirem a música.

Versão do álbum ~ 4:00


Microfone de Brinquedo

Nos anos de 1990 e 1991, quando as Paquitas se apresentavam cantando no "Xou da Xuxa", era muito comum que as integrantes que faziam apenas backing vocal entrassem no palco com o microfone de brinquedo lançado pela Mimo que levava o nome de Xuxa e tinha plumas que imitavam as xucas.

Quem tinha o brinquedo naquela época sabe que a luzinha em forma de nariz quebrava com muita facilidade. Até mesmo as Paquitas, muitas vezes, se apresentavam com microfones já quebrados. Na foto abaixo, Bianca Rinaldi está cantando com um microfone sem o nariz, enfaixado com fita adesiva:



Arquivo do Blog: Microfone da Xuxa

Merchandising: Coleção Lumishow da Calfat

Em 1991, um merchandising muito frequente era o da "Coleção Lumishow", da marca de lençóis Calfat. A linha tinha um forte apelo infantil por estampar desenhos consagrados como Snoopy e Garfield. O diferencial era que as roupas de cama brilhavam no escuro. Para o merchandising, havia uma brincadeira na qual as crianças tinham que retirar estrelas de uma janela e encaixar na cama. Vencia quem conseguisse encaixar mais estrelas, levando como prêmio os conjuntos da Calfat.

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Linha do Tempo: Paradão dos Baixinhos 27/04/1991

No sábado do dia 27 de abril de 1991, recém chegada de férias, Xuxa apresenta o primeiro "Paradão dos Baixinhos" da sexta fase do "Xou da Xuxa". A novidade era o comando do quadro ao lado de Sérgio Mallandro, que havia substituído a apresentadora em suas férias naquele ano. Na ocasião, os dois começam o programa felicitando a diretora Marlene Mattos pelo seu aniversário. Sérgio, como de costume, divertia o público fazendo piadas o tempo todo.

Os participações musicais do programa foram, nessa ordem: Marco André, Angel, Paquitas, Bruno Maia, Patrícia e José Augusto. O novato cantor Marco André cantou a música tema de abertura da novela "Meu Bem Meu Mal", que era exibida na época. As Paquitas cantaram a música "Sem Medo de Ser Feliz" pela primeira vez e anunciam o lançamento do segundo disco para o mês de maio.

Apesar de ser "Paradão", o programa teve duas brincadeiras, sem placar geral, para fazer merchandising da Calfat e Coca-Cola.

O momento mais marcante do programa foi a participação da Paquita espanhola Maria Arroio (?), que havia participado de um concurso na Espanha e escolhida pelo coreógrafo Oswald Berry. Ela passaria a representar Xuxa em seu país. A garota foi entrevistada por Xuxa e no final do bloco dançou, ao lado das outras Paquitas, a música "Danza de Xuxa".

Outro momento de destaque foi a performance da música "Trem Fantasma", no final do programa. Foi a primeira (e única) vez que, no programa, Xuxa e as Paquitas cantaram a música vestidas a caráter, ao estilo Thriller.

Paradão dos Baixinhos: Robby Rosa

O ex-menudo Robby Draco Rosa continuou a carreira de cantor no Brasil após sair do grupo e participou inúmeras vezes do "Xou da Xuxa", principalmente entre 1987 e 1989. Por carregar uma forte marca como "ex-Menudo", Robby causava muito frisson quando participava do programa, principalmente da apresentadora, que ficava eufórica. A empatia de Xuxa com Robby era visivelmente muito grande e o cantor sempre era muito paparicado. Em 1987, Robby foi entrevistado no quadro "Eu Quero Saber" e, em 1989, no quadro "Encurralado", do Paradão. Ambos vídeos estão disponíveis no Youtube.




No especial de natal de 1989, Robby participou como ator durante todo o programa, contracenando com Xuxa, e fez um inesquecível dueto com a apresentadora na música "Ser Feliz". No Youtube, há inúmeros vídeos das participações de Draco no "Xou da Xuxa", postado pelos fãs do ex-Menudo!

domingo, 26 de abril de 2009

Xou da Xuxa: Mais sobre a quarta fase

Surgiu esses dias no Youtube um vídeo no qual o cantor Robby Rosa se apresenta no "Xou da Xuxa". O curioso desse vídeo é o cenário, que é o mesmo 1989 mas com algumas diferenças bem evidentes. O número 89, que ficava piscando dentro da nave, ainda não havia sido colocado. Alguns elementos ainda eram do cenário anterior e faltavam alguns que viriam a ser colocados, como a roda gigante em formato de Sol. A porta giratória, em forma de estrela, que trazia os convidados ainda não tinha luzes nem a boca do beijinho. A distribuição das crianças no cenário também era diferente. Provavelmente, o vídeo é datado de dezembro de 1988, da semana que antecede o ano novo, sendo um dos primeiros programas da quarta fase! Confiram:

Confira mais sobre a 4ª fase do Xou da Xuxa aqui:

sábado, 25 de abril de 2009

Papo de Mãe!

Quem viu o vídeo do "Papo X" com Patrícia Poeta no site oficial (www.globo.com/tvxuxa) ficou a ver navios esperando o momento em que as duas degustam brigadeiro, que não foi incluído no vídeo! Na gravação, Xuxa faz graça ao se lambusar e faz um comentario polêmico: "Eu não sou chegada a negrinho (nome que brigadeiro recebe no Rio Grande do Sul) não! Só a negão!. Todo mundo sabe que meu primeiro beijo foi num negro - acrescentou a loura, que namorou o jogador de futebol Pelé nos anos 80." Durante o papo, Xuxa também comenta que gostaria de ser enterrada com suas famosas botas, momento não incluído em nenhuma das edições do quadro. No vídeo postado no site, apenas colocaram o exaustivo bate-papo que as duas tiveram sobre ser mãe!

Tia Xuxa!


"Durante a entrevista, Xuxa surpreendeu usando óculos de grau para ler previsões baseadas em quiromancia para Patrícia. Segundo a assessoria, ela sofre ultimamente de vista cansada."

TV Xuxa - 25/04/2009

Programa curto, rápido e dinâmico! É grande a diferença pra quem consegue acompanhar as gravações no estúdio, sendo considerado longo, demorado e cansativo! Talvez os cortes não sejam tão prejudiciais assim. O problema é que os editores ainda não acertaram o que realmente devem cortar e o que não pode deixar de ser exibido. A prova disso foi o corte crucial da entrevista de hoje com Patrícia Poeta!


Papo X: A entrevista foi muito comentada pela imprensa na época da gravação, quando o programa ainda não havia reestreado. E justamente o momento mais comentado foi cortado: Xuxa comendo brigadeiro com Patrícia Poeta, lambusando os dentes e fazendo comentário quase polêmico, afirmando que "adora um negão". Seria pesado para o horário? Tudo bem que agora temos o site oficial para a gente conferir tais momentos, mas isso prejudica e muito a audiência do programa! No mais, a entrevista foi agradável e interessante. Não lembro de ver a jornalista sendo entrevistada em nenhum outro programa!


Memória X: Momento interessante para o grande público, que mostrou Ana Paula Arósio sendo entrevistada por Xuxa no seu programa de 1993. Ponto alto para o comentário de Xuxa: "minhas sardas estavam gritando".

Famosos Anônimos: Gostei muito do quadro e Juliana Knust roubou a cena. Mas ainda acho estranho ver Xuxa apresentando esse tipo de atração, lembra muito os primeiros anos do "Domingão do Faustão".

Segredos da Xuxa:
Ver Xuxa se banhando de mel é melhor que ve-la se lambusando de hidratante Monange! Acho que esse quadro ainda vai dar o que falar... Que seja semanal!


Tô na Xuxa: O quadro havia sido limado da edição da semana passada. Pena que não colocaram no site oficial, estão dando importância apenas para os momentos cortados no "Papo X", e não deveria se restringir apenas às entrevistas. Mas voltando, o quadro mais uma vez emocionou o público com uma bonita homenagem de uma fã, que conseguiu transmitir pra Xuxa o que muitos gostariam!

Amor Animal: Acho a idéia de mostrar não só os animais, mas a casa e um pouco mais da intimidade dos artistas algo muito interessante e curioso!

Karaokê da Xuxa: O melhor do quadro foi a interação de Xuxa com o vocalista da banda Pixote, que confrontou o Nairuts no karaokê!


O encerramento com Xuxa, a platéia e os cantores soltando a voz com a música tema do programa foi sensacional! Mas ainda é triste ver o programa ser tão picotado, tirando o clima de programa de auditório e todo aquele papo repetido dos posts que faço desde o ano passado. Mas não tem jeito: enquanto continuar nesse horário e os cortes forem tão constantes, o programa não ficará redondinho. Mas mesmo asssim, é um programa agradável, divertido, emocionante e vem se mostrando bem melhor que ano passado!

sábado, 18 de abril de 2009

Cenas cortadas no site oficial!

Até que enfim estão fazendo um bom trabalho. O site oficial do TV Xuxa foi reformulado e está trazendo novidades muito legais! Além de ter um blog atualizado semanalmente, que mostra fotos e conta curiosidades das as gravações, agora o site traz vídeos exclusivos com cenas do programa que não foram ao ar. Hoje foi colocado um vídeo bem longo do "Papo X" com Tony Ramos de alguns dos momentos que foram cortados na edição final. Sabemos que os cortes são feitos para ajustar o programa ao ingrato horário em que a TV Globo resolveu coloca-lo, e nada mais justo que mostrar ao público alguns desses momentos no site. Nota 10!

TV Xuxa 18/04/2009 - Reestréia

O que era pra ser considerado uma grande falta de respeito com o público acabou agradando. A ansiedade que tomou conta dos fãs com o interminável campeonato feminino de vôlei, que atrasou a reestréia do "TV Xuxa" em mais de uma hora, foi logo recompensada. O programa tomou o lugar de produções e telejornais locais das retransmissoras, bem como do seriado "Hanna Montana", e teve sua exibição normal, com os cortes já esperados, sendo encurtado em 30 minutos como o previsto. Vimos o "TV Xuxa" num horário atípico, inesperado, mas que é sem dúvida bem melhor que o horário matutino no qual o ele é escondido. Vamos ver se os números do ibope condizem com isso!

Temos que admitir: os cortes fazem parte dessa nova fase dos programas, os fãs já se acostumaram e não adianta mais reclamar. Contanto que não cortem momentos legais como o de hoje, quando Xuxa imitou a Beyoncé, temos que nos conformar. Mesmo que sejam os responsáveis por tirarem um pouco a espontaneidade da apresentadora e o clima de programa de auditório que a direção tenta passar.

Transformação: Que bom que voltaram com o título original, pois "Equipe X" não pegou. Sem grandes novidades, continua dando o toque final ao programa.


Papo X: Papo rápido (devido a edição) e interessante. Xuxa pelo jeito fez mais pesquisas do que nunca para entrevistar alguém e o papo Toni Ramos fluiu muito bem!

Amor Animal: É um quadro curioso e acho bem vindo!

Prova dos 9: A única decepção da reestréia foi esse quadro. Sem muita graça e criatividade, parecia uma mistura de quadros do "Domingão do Faustão" e do "Video Game" da Angélica. Não combinou com o programa!

Memória X: O quadro estava em testes desde o "XMI" mas parece que finalmente entrou pra grade do TV Xuxa (hehehe). O ponto alto do quadro não são as imagens mas sim os comentários de Xuxa que, curiosamente, a edição hoje invertou pois, quem viu a gravação relata que Xuxa fez seu comentário após a exibição da imagem. Muito bom ver a Xuxa falando sobre a infeliz coencidência ao cumprimentar Airton Senna, algo que sempre intrigou os fãs. A participação dos público através de vídeo também é muito interessante! Mas vamos torcer para que nos próximos sejam exibidas imagens mais raras!


Karaokê da Xuxa: Finalmente deram um título mais criativo, mas pouca coisa mudou. Que eles consigam manter que sempre pelo menos uma das bandas seja popular. O final ao som de "Ilariê" encerrou com chave de ouro!

Infelizmente semana que vem, provavelmente, o programa volta no horário normal. Seria muito melhor ser exibido no horário de hoje, ou, quem sabe, no lugar da sessão de sábado!

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Gravações TV Xuxa 16/04

As gravações que ocorreram ontem foi do programa que será exibido no dia 16 de maio. Xuxa também aproveitou para gravar algumas atrações do programa do dia 23/05. A dupla sertaneja César Menotti e Fabiano, que gravaram participação do "Você Pediu Brasil" no ano passado e que jamais foi exibida, voltaram a gravar ontem o mesmo quadro, agora renomeado para "Karaokê da Xuxa". Vamos ver se dessa vez os fãs da dupla tem sorte do programa não ser arquivado novamente...

Os ex-BBBs Francine, Max, Priscila e Flávio participaram do novo quadro "Prova dos 9". Grande parte dos fãs ficaram descontentes com a presença do lado B do BBB, já que a maioria deles torciam para Ana Carolina, rival do grupo. O clima nos bastidores foi bastante descontraído e os BBBs até gravaram um vídeo cantando "Doce Mel". Confira mais no blog oficial do programa, http://tvglobo.tvxuxa.globo.com/novidades

terça-feira, 14 de abril de 2009

Colcha de Retalhos vem aí

A TV Globo divulgou a programação do próximo sábado e consta que o "TV Xuxa" está previsto pra ser exibido às 11h, em decorrencia de mais um evento esportivo. Um programa que tem no mínimo 4 horas de material bruto (segundo quem participou das gravações) deverá ser encurtado em menos de 1 hora! Um desrespeito com os fãs, o público em geral e todos os profissionais que trabalham no programa. Comentário pessimista: Tudo leva a crer que a nova fase do "TV Xuxa" já vai começar bem...bem mal!

Espaço do fã: Rosana Hermann - Mudança de opinião

Postado originalmente na comunidade do Orkut "Xuxa Meneghel" pelo fã José Humberto:

Acho que todo mundo aqui conhece a Rosana Hermann. Ela foi redatora do Xuxa 1993 e depois disso vive falando mal da Xuxa no seu blog, em entrevistas e etc... Ela praticamente a odiava! Ela é contratada da Band e até ano passado tinha um programa diário com o Leão Lobo. Dia desses me surpreendi com um post dela no blog falando sobre a participação da Xuxa no Altas Horas. Hoje dei de cara com mais um post (...) Olha só:

"Ontem eu vi o Altas Horas e fiquei muito bem impressionada com a atual maturidade da Xuxa. Consciente, liberada, divertida e muito centrada. E olha que eu não sou de muito elogiar.O que eu não sou é jumenta. Jegue é quem coloca a vontade de manter a opinião na frente do bom senso.Tem gente que é assim. Deixa de se divertir porque "jurou" para o universo que "jamais" faria tal coisa.Coisa de gente infantilizada. Sabe, criança tonta, que diz "eu não vou comer esse doce", depois fica com vontade de comer e deixa de experimentar o doce só pra manter a "opinião"? Pra que? Se a vida é feita para ser vivida, se é uma experiência empírica? Tem gente que decide que vai dedicar a vida a detestar e criticar outra pessoa e não leva em conta que a outra pessoa pode mudar. Pois eu acho que Xuxa mudou.Eu trabalhei com Xuxa. Eu a conheci pessoalmente. E ontem, ela me pareceu ótima. Que bom pra ela. Que bom pra mim."


"Hoje é dia do beijo, você já deve saber. Está nos portais, nos blogs, nos sites, em todos os lugares onde pessoas que acessam a internet e as bocas estão. Eu sou muito beijoqueira, eu beijo até meu cachorro. Muito. O beijo é um contato de amor, de afeto, de respeito, de tesão. O beijo é uma libertação.Tem gente que a gente beija socialmente, tem gente que a gente beija com más intenções.Tem gente que não gosta de beijo. Tem medo, nojo, aflição.Cada um com sua loucura, há que se respeitar até quem gosta de limão.E para responder a pergunta oficial deste dia, quem eu beijaria hoje:

- No dia do beijo eu beijaria a Xuxa. Isso mesmo, a Xuxa. Seria um beijo simbólico de reconciliação. Já trabalhei com ela, já reclamei muito dela, já fui sua anti-fã. Acho que ela amadureceu e está muito divertida. Não que ela se importe comigo ou que eu faça a menor diferença em sua vida. Mas é o beijo da vitória de uma pessoa teimosa (eu) por ter conseguido mudar de opinião.Quando a gente se liberta de um sentimento pesado que a atrasa a vida da gente e troca-o pela leveza do perdão, dá vontade de sair beijando toda a população."

Blog da Rosana Hermann: http://queridoleitor.zip.net/

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Teaser TV Xuxa 2009

Ontem o "Domingão do Faustão" exibiu um teaser do "TV Xuxa" 2009 no qual Xuxa conta sobre as novidades do programa. Pela vinheta e por tudo que tem sido noticiado na imprensa, acredito que o TVX esse ano será melhor, com o formato mais definido e com Xuxa mais a vontade e feliz com o programa. O que foi legal no passado será mantido, como "Show de Babá" e o karaokê dos artistas, e as novidades parecem ser interessantes. Infelizmente o programa será exibido no mesmo horário ingrato do ano passado, mas temos que nos acostumar. O que é preocupante são os cortes da edição, que podem prejudicar todo o brilho de Xuxa e a energia que o programa transmite, como aconteceu ano passado. E como as gravações tem durando em torno de 4 e 5 horas, parece que infelizmente isso não será muito diferente...

Xuxa no Altas Horas - 28/03/2009

Uma das mais comentadas entrevistas de Xuxa dos últimos tempos exibida no programa "Altas Horas" foi, pra variar, prejudicada pela edição. Quem participou das gravações relatou que Xuxa também havia falado sobre a apresentadora Maísa, do SBT e sobre a época do "Xou da Xuxa".

Não sei se a edição é que foi favorável mas a maior parte das perguntas feitas pela platéia foram pra Ivete Sangalo, que estava ao seu lado. Foi nítido que o público presente era composto mais por fãs da Ivete, que deram pouca moral pra Xuxa e só davam risada quando Ivete dizia algo engraçado. Quando Xuxa fazia alguma graça, a maior parte da platéia se mantia em silêncio.

Apesar de ter sido um pouco ofuscada pelo público de Ivete e pela edição mais uma vez prejudicial, sem dúvida esta foi das melhores entrevistas de Xuxa nos últimos anos pois todo o contexto do programa e das perguntas destinadas à ela não permitiu que ela falasse sobre as mesmas coisas de sempre. Xuxa se mostrou mais humana e desmistificou algumas coisas que grande parte do público não está acostumado a ouvir, como ela assumindo que não é cantora e sim "vendedora de DVDs e CDs"; que tem muito dinheiro, dorme pelada e tem orgasmos múltiplos! hehehe

Para nós fãs, Xuxa estave ótima e dispensa críticas. Vimos que Xuxa não tem tanta moral com os fãs da Ivete e o público adolescente, mas com certeza subiu no conceito de quem viu a entrevista.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...