quinta-feira, 10 de junho de 2010

Música: Meu cãozinho Xuxo


Lançamento e Composição
"Meu cãozinho Xuxo" é a 5ª faixa do álbum "Xou da Xuxa", em seu lançamento original em LP e K7, de 1986. Na versão em CD, é a 6ª faixa. A composição é de Messias Correa e Rogério Enoé, também compositores de "Amiguinha Xuxa" e outras músicas infantis, como as do grupo Oxigênios. Segundo conta a apresentadora no "Xuxa 12 anos", a canção foi encomendada porque naquela época haviam descoberto que Xuxo estava com uma doença chamada filária, que poderia matar o cão a qualquer momento.

Voz e latido
Xuxa canta com a voz embargada desde o começo até começar a chorar na ultima repetição da estrofe, deixando de dizer alguns versos. O áudio do seu choro é mixado até o final da música. No começo, é possível ouvir o cão chorando e no final da música foi mixado o seu latido.

Letra e Ritmo
Na letra, Xuxa conversa com o cachorro, lhe declarando todo seu amor. Em um dos versos, Xuxa pede para que o cão não a abandone. O ritmo é bem lento e lembra uma balada romântica, com poucas batidas. No momento da letra em que Xuxa pede para Xuxo não a abandonar, cria-se um ritmo diferente para criar um clima de tensão, típico de trilhas de novelas e filmes.

Vídeo da Performance
A música foi cantada por Xuxa no seu programa em 1986, onde cantou sentada, rodeada de crianças, e também chorou no final, como se tivesse cantado ao vivo. O vídeo ficou famoso anos mais tarde na internet, ao inverterem o áudio para acusar que na letra ao contário há menções satânicas.

Repercussão
"Meu cãozinho Xuxo" é uma das faixas mais marcantes e lembradas do primeiro álbum do "Xou da Xuxa". Muitas pessoas relatam que choravam muito ao ouvi-la. Posteriormente com a popularização dos boatos de que teria mensagens satânicas, a música ficou ainda mais conhecida.

Diferenças entre as versões
A versão que tocava no programa "Xou da Xuxa" não tinha mixada o áudio de Xuxo latindo ou chorando. Em 1987, a música foi relançada na versão instrumental, na qual os latidos do final foram substituídos por um choro do cão bem diferente da outra versão.

Meu Cãozinho Xuxo ("Xou da Xuxa", 1986) ~ 4:08

Meu Cãozinho Xuxo - Versão Instrumental ("Karaokê da Xuxa", 1987) ~ 4:07 (a versão instrumental foi relançada em 2002 em formato digital pelo site da Somlivre)
Comentários
1 Comentários

Um comentário:

Matheus Santos disse...

Via muitos essa interpretação no primeiro VHS do Xou da Xuxa.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...