terça-feira, 9 de julho de 2013

Resenha: Xuxa Só Para Baixinhos 12 - É pra Dançar

Lançado no dia 29 de junho, o "Xuxa Só Para Baixinhos 12  - É pra Dançar" traz de volta a série após um intervalo de um ano. A décima segunda edição aposta em uma pegada mais pop, sem deixar o público alvo de lado, mantendo a sua essência com músicas educativas e mais infantis - ao contrário do que se imaginou, a princípio. 



Variedade de estilos
Com estilo bem variado, as músicas do XSPB 12 tendem a agradar uma faixa etária mais abrangente. Apesar do estilo gráfico dos menus darem a ideia de uma pista de dança, com direito a globo espelhado na vinheta entre algumas músicas, nem todas as músicas cumprem com essa proposta. Várias delas remetem ao estilo das primeiras edições, como "Txutxucão mandou" e "Pula meu Baixinho". Já músicas como "Xuxamego" - até agora a preferida entre o público altinho da apresentadora - e "É o frevo, é o funk" são mais dançantes, com letra e refrão pegajosos. 


Cenário, figurino e clipes
Há um cenário principal que serve de ambiente na maioria dos clipes, que sofre alterações a cada música. Comparado às edições anteriores mais recentes, o XSPB 12 utiliza poucos recursos de animação gráfica, sendo que apenas os vídeos de "Eu adoro dançar" e "Sonhando dá pra dançar" utilizam cenários virtuais. A qualidade das imagens é bem superior a qualquer outra edição pois, como é informado no release oficial, foi filmado com uma ótica cinematográfica. Os figurinos utilizados por Xuxa mudam bastante a cada faixa, não repetindo nenhuma roupa. Por conta de toda essa variação a cada clipe, o vídeo não fica cansativo.


Passagens entre as músicas
A maior parte das passagens faz uma introdução da próxima faixas. Antes de começar as músicas "Pé com Pé" e "Paratiparara", a passagem ensina a brincadeira utilizada nessas faixas. A contagem de numerais, presente em praticamente todas as edições, é novamente utilizada. Há também imagens de crianças dançando estilos musicais, o que remete um pouco ao XSPB 6, e também imagens externas.



Músicas com participações especiais
As músicas que mais se diferenciam do estilo consagrado do XSPB ficam por conta daquelas que tiveram participações especiais. O forró-lambada  "Xuxamego", que tem participação de Michel Teló, talvez seja a faixa mais pop e menos infantil do álbum. "É o Frevo, é o funk", gravada com Buchecha, não dá nenhum motivo para as mães mais conservadoras se assustarem, apesar do estilo remeter ao das músicas de Claudinho e Buchecha. "Como é bom ser criança", que tem a participação de Alexandre Pires, aposta no samba. Já o country "Eu adoro dançar", gravada com Daniel, tem uma pegada mais infantil e remete ao XSPB 3.


Personagens
A grande novidade da turma do XSPB é o personagem Moio, um hipopótamo verde. Assim como Bila Bilu, que faz participação em seu clipe, o novo personagem não fala. Txutxucão volta apostando em mais uma música para cair no gosto dos mais pequenos, em uma das melhores canções já feitas para o personagem. Xuxinha, Guto e os Três Ratinhos tem uma participação reduzida nesta edição, aparecendo apenas na música "Eu adoro dançar", que reúne os antigos personagens.


Destaques do XSPB 12
Além da faixa "Xuxamego", que caiu no gosto dos fãs, há vários outros destaques nessa edição. Um deles é o clipe "Pula meu baixinho", que tem um clipe muito divertido, gravado fora dos estúdios, e com uma música que remete muito às primeiras edições. Uma das faixas mais bonitas é "Girassol", que além de ter um clipe com uma linda fotografia, traz um vocal de Xuxa bem afinado e amadurecido. A passagem musical "Mil maneiras" é uma das ideias mais criativas desta edição: repetida 3 vezes ao longo do DVD, a passagem que pode ser considerada como uma faixa traz crianças, adultos, os artistas convidados, pessoas da produção e a própria Xuxa andando livremente e de maneira bem peculiar e divertida, cada um a sua maneira, em um plano aberto. Já a faixa "Piniquinho" é uma das mais curiosas, abordando de maneira bem despretensiosa as necessidades fisiológicas dos baixinhos.


Considerações finais
O Xuxa Só Para Baixinhos 12 inova no estilo de algumas músicas e promete agradar até os mais altinhos. Para aqueles que estavam com saudades do estilo que consagrou as primeiras edições, há várias músicas que remetem ao estilo mais infantil de outrora, que havia se modificado ao longo das edições. A qualidade de imagem cinematográfica promete chamar atenção, principalmente quando for lançado em Blu-Ray. 
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

tedboy456 disse...

Pesso desculpas mais uma vez:)

tedboy456 disse...

peço desculpe

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...