sexta-feira, 21 de março de 2014

Cabelos da Rainha P.4

Passados alguns anos, retomamos a análise capilar da nossa rainha! Próximo ao seu aniversário, entramos no ano de 1994 e discutimos mecha por mecha a evolução de suas melenas. Vem gente!

1994 - Xuxa começa o ano com um visual férias e um cabelo mais reto. É com esse estilo que ela se apresenta no Ritmo de La Noche em abril.


Perto da estréia do Xuxa Park, em junho de 1994, a rainha muda o corte. Surgem uma franja curtinha e fortes camadas laterais. Um corte um pouco mais longo e bastante elegante. Foi com ele que ela se manteve até dezembro desse ano.


Esse visual pode ser conferido claramente na capa dos dois discos lançados nesse ano: Sexto Sentido e El Pequeño Mundo. Uma observação: nesse ano Xuxa abusou de adereços como boinas e gorros, frutos do estilo definido pelos figurinistas para ela em sua retomada ao reino dos baixinhos. Isso em alguns momentos impediu os fãs de conferirem as madeixas picotadas da rainha.


A partir dessa época, os cortes passam a variar pouco ao longo do ano. Até o início dos anos 1990, a regra era basicamente a mesma: Xuxa começava o ano com um corte, mudava e terminava de outra forma. Acreditamos que isso se devia à química (leia-se mudança de tintura/tonalidade ao longo dos meses, como é nítido do começo para o fim de 1990), ao excesso de adereços e escovas (imaginem o que é numa mesma semana gravar 6 programas, realizar shows, rodar comerciais...) e também à vontade/necessidade de inovar. A partir do Xuxa Park, a rainha então se torna mais bem assessorada (e prudente...).

1995 - o início do ano traz um corte lindo para Xuxa. Era a saída do certinho e a vinda de mais volume, com franja e comprimento maiores, e resquícios das camadas laterais. Esse visual se estendeu até perto do seu aniversário, antes das gravações da nova temporada do Xuxa Park.


Podemos conferi-lo no ensaio considerado pela própria Xuxa como um dos mais bonitos que já fez. Nas primeiras fotos feitas pelo André Schiliró (que foi seu fotógrafo oficial até o início da década de 2000), os elementos foram simples: uma Xuxa de cabelo solto e jeans, num estúdio quase sem luz. O resultado? As fotos clássicas que vemos abaixo. Respirem fundo!



O corte que veio em seguida foi realmente arrebatador. Como estamos num blog e, portanto, livres para expressar nossa opinião, vamos lá: esse foi o visual mais bonito da Xuxa em todos os tempos. Trouxe a Xuxa mais mulher, mas que ainda mantinha traços de menina. O comprimento foi mantido longo, assim como em 1990, a franja quase na altura das maçãs do rosto e as camadas reduzidas. Resultado: um cabelo bem cuidado, pesado, imponente. Bom, falemos menos e confiramos mais! O conjunto de imagens abaixo fala por si só... Detalhe para a participação no programa Nico, na Argentina (duas últimas fotos). 






1996 - O que parecia novidade se tornou um visual mais cansado em 1996. O corte foi ligeiramente reduzido, com praticamente nenhuma camada, e a franja foi mantida mais longa. No geral, trouxe uma Xuxa mais discreta, algo que inclusive combinava com o seu astral naquele ano. Corte mais para o reto, usado solto na maior parte do tempo, assim como em 1995.


 

 

1997 - back to 94's: será que foi essa a ideia do cabeleireiro da Xuxa em 1997? Para a nova fase do Xuxa Park e estréia do Planeta Xuxa, as camadas laterais da época do Sexto Sentido ressurgem, mas em nova versão. A franja é encurtada, assim como o comprimento, que em alguns momentos é quase chanel. Bom, para uma rainha de 34 anos talvez a ideia fosse tirar o peso do cabelão e trazer algo mais suave, que a deixasse mais jovem. E conseguiram!


Um detalhe desse corte que trazia, cá entre nós, um estilo meio mexicano, era a forma como era mantido. A escova que era feita deixava a franja sempre alta, já que embora mais curta ela não fosse reta e na altura das sobrancelhas como na época do Xou da Xuxa.


Esse visual só pôde ser conferido basicamente no Xuxa Park, já que à tarde a rainha surgia no Planeta Xuxa com apliques - que por sinal foram uma forma de renovar o "visual das xuquinhas", que era como ela se referia ao corte que usou até 1998.


1998 - no ano do nascimento da Sasha a ordem foi deixar o cabelo crescer. E para o nosso deleite! 


Esse corte também pôde ser conferido apenas no Xuxa Park e era basicamente uma releitura do de 1996. Na verdade, podemos considerá-lo um "visual férias" mantido até o fim do ano. Era basicamente o fio reto, sem camadas. A franja era mais longa, porém não lateral como em 1995-1996.  


Essa pode ser considerada a época em que Xuxa ostentou os cabelos mais longos desde sua entrada na Rede Globo. 
Comentários
1 Comentários

Um comentário:

Bilico disse...

eu li o mesmo tema com as anteriores, essa era a 6ª parte.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...