quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Especial: Relato de fã que participou do Xou da Xuxa (e subiu na nave)

Foram poucos os baixinhos que conseguiram realizar o sonho de participar das gravações do Xou da Xuxa, se comparado ao número de fãs que a apresentadora tem até hoje. Menor ainda é o número de felizardos que conseguiram a proeza de subir (ou mesmo descer) na emblemática nave espacial ao lado de Xuxa nos tempos do Xou.



Mas eles existem e um deles resolveu abrir seu baú de memórias para o Xuper Blog. O produtor de mídias digitais Filipe Senna conta nos mínimos detalhes como foi participar do Xou da Xuxa, no programa que foi exibido em 05 de agosto de 1991, e subir na nave ao lado da ídola. Ao final do do relato, assista a um compacto do programa ele participou, editado pelo próprio.



Bem, quase sempre quando vamos relembrar alguma história ou dia especial em nossa vida, respira fundo e puxa lá do nosso “Cedoc” pessoal, mas fica sem saber direito por onde começar.
Tudo começou com uma matéria pequena em um jornal local (e que por ironia do destino eu trabalho nesse mesmo jornal hoje em dia) sobre uma pessoa que organizava caravanas para programas na Globo e, entre eles, para o Xou da Xuxa. A matéria inclusive era ilustrada com uma foto da nave em preto-e-branco e isso me chamou muita atenção.

Como estávamos no mês das férias de Julho, meus pais me perguntaram se eu queria ir e fiquei pensando, na verdade fiquei com dúvidas no primeiro momento...  #SQN! Naquele mesmo domingo eles ligaram para a pessoa que organizava as caravanas. Bem, não lembro se era mulher, se era homem, se era andrógeno (isso existia em 1991? risos) só me lembro que fiquei olhando a tal da foto da nave no jornal o dia inteiro, como se fosse um sinal. Vocês já assistiram o filme O SEGREDO? A parte do cara que tinha a foto de uma casa? Mais ou menos isso. Se não viram, corram para uma locadora mais próxima!

Acredito eu (pois eu fiquei fora dos trâmites comerciais né... seis anos de idade) que foi rápido que conseguimos e meus pais comentaram com alguns amigos que eu ia na Xuxa no final daquele mês de Julho. Uma das amigas da minha mãe nos incentivou com a ideia e até se propôs a fazer um cartaz. E FEZ! Eu lembro muito bem que meu pai dizia que a gente precisava de uma frase bonita pra chamar atenção e pra fazer um pedido especial nesse pedaço de cartolina: subir na nave. Recordo dessa amiga da minha mãe (sempre temos anjos da guarda em forma de gente para nos ajudar a realizar sonhos) escrevendo no cartaz com o maior cuidado e carinho, além de capricho. Não, não era empetecado, não tinha foto, mas tinha uma energia muito boa nele depositado e acho que isso me deu muita sorte!

Saímos daqui de Santos/SP a noite e viajamos a madrugada toda no ônibus. Nas primeiras horas o grupo tentava ficar animado, rolaram umas brincadeiras lá, um grito de guerra (imagina que eu vou lembrar da letra) que ensinaram pra gente... na verdade uma tentativa de Xou da Xuxa ali, só que aquilo estava mais pra El Clan de Patsy com “mi perito patso” #fail (risos).

Chegamos na cidade maravilhosa de manhã (cerca de 8 a 9 horas de viagem), fomos tomar café da manhã e depois partimos  para o Zoológico do Rio. Em seguida, após o almoço, partiu Teatro Fênix! Aquelas imagens do último Xou com as crianças andando de mãos dadas, aquilo realmente existe, era uma super segurança, parecia que eu estava nos bastidores do Tropa de Elite. Entramos, ficamos na salinha de espera, recebemos orientações e depois entramos no cenário.




Lembro muito bem de como era o cenário quando entramos, sem os holofotes ligados e a nave paradinha lá embaixo com a porta fechada. Eu hipnotizado fui direto pra perto da nave, fiquei olhando, passei a mão no tule (tecido com a trama mais aberta, aquele fininho que ficava por cima de um mais grosso para esconder o maquinário que fazia a nave se movimentar) e pensei comigo: “Nossa, é tecido de vestido de noiva” rs #momentoRevelação #momentoEstilistaRevelação 

A gravação custou um pouco pra começar e aquele “liga, desliga” de luzes no cenário é que começaram a me fazer cair na real: “Caraca, eu vou ver a Xuxa! Será que ela é igual da TV?” 
Era cerca de 2 horas da tarde e, quando menos se espera, você tá ali e “O Novo Planeta” começa a tocar com tudo magicamente funcionando e você tento aquele sonho palpável e a fantasia se tornando realidade diante dos seus olhos. É meio louco, surreal, em algum momento eu me senti “dentro da minha televisão lá de casa”.

A porta abre e sai aquela pessoa alta, encantadora, com aquele microfone de gente rica, de botas pretas e camisa rosa .... um facho de luz, como descreve a Letícia Spiller no Xuxa Park especial de 10 anos. Foi bem por aí ver a Xuxa anos 90, na minha infância, dentro daquele contexto. 

Quando a Xuxa gritou “BOM DIAAAA” sabem qual foi a primeira coisa que eu pensei ? “Ai que mentirosa, nem é mais de manhã” hahahahaha. Aquilo foi engraçado, eu devo ter feito cara de “Emílio Santiago” nessa hora (fazendo referência ao vídeo Poxa Xuxa) e o programa começa e segue com uma mensagem bastante valiosa, positiva com a Xuxa errando sua própria idade (nós estávamos gravando em JULHO ok? Só para relembrar rs). E logo no primeiro bloco antes do café da manhã, ela fez a leitura de alguns cartazes e adivinha? Minha super mãe se esticando toda conseguiu roubar a cena e chamar atenção da Xuxa que, imediatamente depois de ler, me chamou pra ir falar com ela ali mesmo, com a gravação rolando. OMG !!! Segura o Forninho! Alguma coisa me empurrou até próximo da Xuxa nessa hora.... não é possível, eu era muito tímido pra de repente estar ali no meio do palco (risos)! Ela poderia muito bem ler o cartaz e mandar eu escrever pro “Sonho de Última Hora” ou simplesmente agradecer, sei lá, mas o fato de me chamar ali já foi bastante especial e que o dia prometia! 



O segundo bloco foi ginástica e a apresentadora rasga sua meia calça em um dos exercícios que faz ela não parar a gravação (até porque foi na parte de trás da perna), mas que nos gerou uma demora de uuuuuuuma hora entre o segundo e terceiro bloco. Lembro bem que isso foi chato porque se tornou monótono ficar ali muito tempo sem nada pra fazer, sem Xuxa, sem música, sem nada.

O terceiro bloco começa com “Quem Sabe Um Dia” e nessa época a música estava super fresca, ainda com o refrão diferente da versão que foi pro disco (La RA ra ra ra) e me lembro vagamente de algumas pessoas que estavam perto de mim comentarem que a música era muito mole, “estranha” ou fazendo aquela cara meio :S (alías, esse é um detalhe que só me lembrei AGORA, escrevendo esse relato).

Como disse anteriormente, eu era muito tímido e participar de alguma brincadeira seria impossível (risos), mas a minha mãe começou a se chatear com isso, porque eu não queria participar de nenhuma e durante a gravação ela me chamava na plateia e falava: “Filipe, aparece, vai lá dançar no palco, participa de alguma brincadeira, bla bla bla”  e nesse vai e vem entre plateia/palco eu cheguei a levar uma bronca que não podia ficar “passando toda hora pra lá”. Mas o direito do ser humano de ir e vir livremente? Senta lá né produção.

 Novamente alguma entidade televisiva me empurrou pra frente das câmeras em um dos finais de quadro, enquanto a Xuxa cantava “I LOVE YOU XUXU” e eu ganhei destaque no vídeo dançando ali pertinho da turma... mas como fiz aquilo e da onde eu perdi a vergonha, eu até hoje NÃO SEI (risos). Hoje eu me arrependeria amargamente se não tivesse feito essas coisas viu...

Vamos para o último bloco do programa e os minutos finais desse Xou: Xuxa está lendo novamente os cartazes e vai para “O Sonho de Última Hora”. O papelzinho sorteado é de uma mãe que pede pro filho subir na nave e a apresentadora diz que o sonho deveria ser para a própria pessoa #adorei. E logo depois pergunta “Qual é o cartaz que tinha pedido... Thiago pra subir na nave? E minha mãe que estava nas primeiras fileiras da plateia grita: FILIIIIIIIIPE (se vocês aumentarem bem o volume, vão escutar rs) e como eu estava bem pertinho da Xuxa nesse momento, dei poucos passos e “Vai lá Filipe na nave comigo”. Pronto, o coração virou uma escola de samba!

Nessa hora me levaram até a nave e os fortes Paquitos me levantaram para eu não precisar usar o elevadorzinho #EikeBadalo e fiquei ali, do alto, de DENTRO da nave assistindo a rainha terminar o programa. Ostentando lindo. Angélica peeerde com seu táxi Ahahaha .E lá vem ela, subindo ao som de “O que é, O que é” do Gonzaguinha com a mensagem de “Não ter a vergonha de ser feliz”. Se a música era pra mim, se o momento era pra mim, disso eu tenho absoluta certeza!




Minha mãe me mandando beijo e eu mandando beijo pra todo mundo dali, sem ter “caído a ficha direito” do tamanho da emoção que eu estava sentido. Xuxa entrou na nave e enquanto subíamos ela ficou ali quietinha, como se estivesse rezando de cabeça baixa e eu ali olhando tudo também e se perguntando: “Meu Deus, demora muito pra chegar em Santos”? hahaha. Aquela nave era muuuuuuuito quente e ao mesmo tempo muito cheirosa por conta do Azzaro da apresentadora que era impossível não sentir. 

Quando a nave chega no teto do estúdio, a Xuxa abriu a porta de trás (das luzes) e eu como cachorro em igreja já quis ir atrás dela, ela me deu um beijo e disse: PERAÍ FILIPÃO. Nisso entrou uma Paquita (nessa época eu não me ligava tanto nelas e portanto não me recordo qual delas), que acredito que tenha sido a Roberta Surfista, para então descer comigo na nave e eu sair pela mesma porta que a Xuxa, só que “No térreo”. Essa Paquita perguntou se eu tinha gostado da gravação, se eu achei a Xuxa bonita, se estava muito quente ali dentro, enfim, bateu um papinho enquanto descíamos, mas eu estava anestesiado depois daquilo que nem sei o que respondi.



Saindo de lá, encontrei minha mãe com muuuuuitas pessoas em volta querendo descobrir o “segredo da nave” e por onde ela saia e tudo mais e até hoje as pessoas que ficam sabendo me perguntam se ela me beliscou, o que ela fez lá dentro, como eu saí dali... enfim, é gostoso contar e relembrar que realizei um dos sonhos mais bonitos da minha infância, algo que não acontece todos os dias...




Comentários
4 Comentários

4 comentários:

Matheus Santos disse...

Nosssaaaaaaa que lindooo Renan e Filipe!
Que sonho, que momento mágico! Desde a reflexão do dia até a subida da nave tudo foi perfeito.
Tais momentos foram o suficiente para me emocionar e chorar com o vídeo.
O Filipe e sua mãe representaram os fãs de Santos muito bem, os dizeres no cartaz foram demais, mostrando o quanto admiramos não só a artista, mas a pessoa que ela é.

andre beani disse...

Nossa que linda sua historia sempre sonhei com isso legal mesmo feliz p9r vc viu.

Anônimo disse...

Até sinto como deve ter sido a emoção só lendo o texto, com certeza sonho de qualquer criança estar lá.

Recentemente o Leon, aquele que faz gameplay no youtube com o canal Coisa de nerd, ele contou em video em detalhes o diaa que ele foi no xou da xuxa, bem bacana o relato..

https://www.youtube.com/watch?v=Gncj9jjvV7c

Moa Netto disse...

NOSSA QUE LEGAL! EU NÃO CONSEGUI IR NO XOU DA XUXA, ERA MEU SONHO TAMBÉM. MAS,DEPOIS ME MUDEI PRO RIO DE JANEIRO PRA FAZER FACULDADE DE TEATRO E ACABEI ESTUDANDO COM 2 MANOS (DOS MANOS E AS MINAS) E COM 2 GAROTAS DO ZODIACOS QUE TRABALHAVAM COM A XUXA NA EPOCA, E CONSEGUIR IR COM ELES 3 VEZES NO PLANETA XUXA! FOI LEGAL, MAIS MEU SONHO MESMO ERA IR NO XOU DA XUXA!
ABRAÇO

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...