quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Ficha técnica dos Blu-rays Xuxa Só Para Baixinhos 6, 7, 8 e 12

Por: Leandro Franco


Neste mês de novembro, os fãs e colecionadores de artigos da nossa Rainha foram surpreendidos com 4 lançamentos surpresa. Enquanto todos aguardavam notícias sobre o lançamento do XSPB 13, a Som Livre resolveu colocar no mercado as edições 6, 7 e 8 do projeto no formato blu-ray. A Sony, por sua vez, querendo sua fatia no bolo correu atrás e lançou o XSPB 12 no mesmo formato.


É inegável a qualidade da imagem e do áudio. Realmente tratam-se de imagens originalmente captadas em HD e que, somente agora, podem ser apreciadas em sua totalidade. Todos os 3 BDs da Som Livre apresentam mídia de 25 GB, encarte interno com os créditos do projeto e da autoração (nada de fotos extras), box BD amaray cristal e artes da mídia idênticas aos lançamentos em DVD.



A tiragem inicial é de 1000 cópias para cada um. Todos usam bem o recurso do menu pop-up, sendo que somente o do XSPB 6 traz uma foto da apresentadora.



Já a Sony continuou fazendo o que já sabia, afinal foi a partir dela que Xuxa ganhou seu primeiro BD, o XSPB 9. Imagem e áudio perfeitos! Apostaram numa tiragem maior: 2000 cópias e seguiu-se o mesmo padrão dos lançamentos anteriores. O box é o amaray fosco, infelizmente. Vale ressaltar a imagem absurdamente HD de Xuxa em “Girassol”. Lindo!



E o que não ficou legal? 
Vamos à Som Livre... Nenhum dos 3 traz os “Extras” originais das versões em DVD. Foram limados os “Making of”, “Entrevistas” e Joguinhos (cada BD conta com UM jogo apenas). Os extras são padronizados: Galeria de Fotos, um jogo e um vídeo institucional da Fundação Xuxa Meneghel – esse vídeo é o mesmo do XSPB 12 e é igual em todos os BDs; não foram mantidos os vídeos originais dos DVDs. E separadamente, o que podemos ressaltar?

XSPB 6: a capa, pessoal! A capa perdeu todo seu encanto. Sabem o fundo metalizado meio holográfico do DVD? Pois é... não tem. A capa do BD foi feita com o fundo branco. Não poderia haver uma escolha mais infeliz. Com o fundo branco as mãos da Xuxa simplesmente desapareceram, já que ela usa luvas brancas na capa. As faixas-Bônus (Ilariê com Sasha e as Paquitinhas / Hoje é Dia de Folia versão “desenhos”/ Tindolelê versão “mãozinhas”) foram cortadas. Uma pena, já que foi o único XSPB com essa fartura de novas versões para os clipes.




Ainda no EXTRAS, a reautoração cometeu o erro mais grave: - na minha opinião - errar o nome do artista. Parece brincadeira que um lançamento oficial grafe o nome de Xuxa como “Meneguel”. Estamos acostumados a ver isso em revistas de TV ou notinhas de jornal de segunda categoria. Me pergunto onde fica a revisão final do produto? Cadê o cuidado mínimo? Pensei: só falta escreverem “Participação Especial: Sacha Meneguel Szafir”. Antes de passar para o próximo: uma curiosidade que eu não tinha reparado e só agora, ao rever, me dei conta (e acredito que muita gente também não): no clipe de Ilariê, Xuxa faz com Sasha a coreografia de “Paratiparara”, que só seria lançado sete anos depois no XSPB 12.


XSPB 8: o mesmo problema que aconteceu nos “Extras” do 6: Fundação Xuxa MENEGUEL. Com isso, só o 7 escapou ileso dessa mancada.


E a Sony? Saiu-se melhor que a Som Livre? Era de se esperar que sim, afinal ela já tinha 3 BDs do projeto em seu catálogo (9, 10 e 11). Mas não... escorregou na mesma casca que a Som Livre: Fundação Xuxa MENEGUEL! Só que dessa vez foi na capa, ou melhor, contracapa. E ainda erraram DUAS vezes. O mais curioso? Na versão em DVD não erraram.



Enfim, valem ou não a compra?
Valem! Esses erros de autoração e apresentação, apesar de grosseiros, em nada diminuem a proposta de uma mídia de BD: proporcionar o máximo de qualidade em um lançamento audiovisual. É a chance de ter os clipes em HD de verdade. Claro que fica a torcida para o lançamento das 5 primeiras edições que, embora não captadas em HD, podem alcançar um resultado melhor num processo de remasterização dos registros originais. Não fazem isso com tantos filmes?  E fica também a torcida para que na reautoração não mais escrevam MENEGUEL...


Fora isso, ainda existe a ideia da continuidade de uma coleção. Infelizmente as versões em CD individual foram descontinuadas no 10 e no 12. Que não aconteça com os BDs. Fiquemos na torcida...


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...