terça-feira, 30 de junho de 2015

Música: Sensación de Vivir

Por: Leandro Franco


Antes de tudo, voltemos ao ano de 1990 quando foi lançada Beverly Hills 90210. Aqui no Brasil: Barrados no Baile. A série que contava o dia-a-dia dos irmãos Brenda e Brandon num dos endereços mais famosos dos EUA se tornou um grande sucesso televisivo no mundo todo. No início de 1998 era exibida antes do Planeta Xuxa, lembram?


Na Espanha a série recebeu o nome de Sensación de Vivir e era exibida pela Tele 5  aos domingos no início da noite, só que a partir de março de 1992, uma loirinha brasileira passou a ser a dona desse espaço:

La llegada de este programa, sorprendentemente, hace que desaparezca de la programación del domingo de Tele 5 la serie de más éxito de esta cadena, Sensación de vivir.

E assim começa a relação de Xuxa com Sensación de Vivir. Vamos a partir de agora traçar um caminho sobre essa canção.

A Origem:
Sensación de Vivir nasceu quando o compositor Tierno pôs letra e adaptou o instrumental de John E. Davis, que era o tema de abertura da série Beverly Hills 90210. Num primeiro momento pode ser que você não encontre semelhanças, principalmente nos acordes iniciais, mas numa audição com maior atenção identificamos claramente os trechos que se tornariam, por exemplo, a parte:  “con la sensación de la amistad,/ que en el Xuxa Park vas a encontrar / Canta, descubre una nueva sensación de vivir.”



A Letra:
Como tantas outras canções de Xuxa, Sensación de Vivir traz sua mensagem de valorização à vida e amor à natureza e, claro, a importância da amizade, mas também serve para mostrar ao público hispânico qual era o propósito do Xuxa Park:  entreter e fazer com que descobrissem uma nova sensação de viver.



A Exclusividade:
Essa foi a primeira música que Xuxa gravou e lançou exclusivamente para o mercado internacional. Ate então os discos em espanhol de Xuxa se resumiam a versões de seus sucessos nos álbuns “Xou da Xuxa”. E os argentinos saíram ganhando com isso, pois mesmo sendo uma canção “própria” do programa espanhol, ela também aparece na edição do Xuxa 3 lançada por lá.

O Lançamento como Single Promocional
A aposta na canção era tamanha que a Tele5 em associação com a gravadora BMG, responsável pelos álbuns de Xuxa na Espanha, resolveu colocar no mercado uma fita K7 com a versão original, a instrumental e, de quebra, a versão em espanhol de Xuxa Park e também sua instrumental. Note-se que o álbum Xuxa 3 ainda não havia sido lançado.


Curiosamente a música é apresentada na capa como “La Canción de Sensación de Vivir” numa clara referência ao seriado americano que a emissora espanhola exibia. Na parte traseira da fita vemos ainda que Beverly Hills 90210 era seu nome alternativo. Mas o mais intrigante é não considerarem a fita como uma fita da Xuxa e sim como a fita do programa Xuxa Park. Reparem que a lombada da embalagem mostra “Xuxa Park”, nem mesmo o nome da canção. 


Só mesmo na fita K7 é que vemos escrito “XUXA” sem vínculo ao programa.


Na capa há referências ao estilo do programa, nas cores, nos elementos gráficos, na presença do logotipo, mas não há uma foto do programa. Preferiram usar uma foto de um ensaio qualquer de Xuxa, no caso esse aqui:


A fita, sem dúvida, é algo bem pensado, bem cuidado. Há inclusive um pequenino encarte com as letras das duas músicas e seus créditos, o que nem seria tão necessário por se tratar de um cassingle (Fita K7 exclusiva para lançamento de singles). Só isso já é suficiente para se tornar um item de colecionador, o único cassete single de Xuxa.


O Lançamento como parte do álbum Xuxa 3, B-Side e Todos Sus Exitos
Com o lançamento do Xuxa 3 (1992), Sensación de Vivir ganhou um álbum pra chamar de “seu”, pelo menos na versão em CD. No LP, tanto ela quanto Xuxa Park, foram suprimidas (até mesmo nos países latinos) . Em K7 somente numa reedição passou a aparecer na track list. Mas se houve “descaso” no LP e no K7, no CD, Sensación ganhou até um adesivo na capa chamando a atenção do consumidor para sua presença.


E ainda foi B-side do single Hoy Es Dia de Alegria, tanto na versão de 7’ quanto na versão em CD. Nada mal pra quem era só uma fita K7 meses atrás.


Na única compilação de sucessos em espanhol de Xuxa, Todos Sus Exitos (1993), Sensación marcou seu lugar. É a faixa nº 3.

As Performances
Não é muito fácil achar performances dessa canção, mas nas que temos disponíveis no Youtube notamos claramente uma semelhança com uma grande conhecida nossa. Reparem que em Sensación é utilizado o mesmo recurso de Lua de Cristal: Xuxa se abstém de cantar durante toda uma parte antes do refrão, deixando essa parte para o coro/Paquitas e depois volta com pequenos versos solo (O sonho está no ar /O amor me faz cantar  em “Lua” e “con la sensacion de la amistad,/ que en el Xuxa Park vas a encontrar em “Sensacion”)



E outra coisa interessante é o enfoque dado a uma mesma canção. Numa das performances temos uma performance mais adulta, com coreografia mais elaborada, corpo de baile e Xuxa se mostrando em toda sua elasticidade.



Numa outra já temos algo totalmente voltado para o público infantil com mais pulos e menos coreografia, algo mais frenético e uma “banda” com elementos infantis nos instrumentos e Xuxa se mostrando em todo seu fôlego.



Pra variar, houve quem torcesse o nariz por Xuxa ter colocado letra e voz numa música marcante como a de abertura de Beverly Hills 90210, mas também houve quem reconhecesse que já que ela podia tornar um refrão tão grudento, devia aproveitar e dar uma forcinha pra popularizar o hino nacional espanhol, que é um dos poucos no mundo que não tem letra.

En pleno éxito de Sensación de vivir, Xuxa osó en poner letra (y coreografía) a la mítica sintonía de la serie de Brenda, Brandon, Donna y compañía. Qué atrevida Xuxa… Cuidado con el estribillo, puede resultar peligrosamente pegadizo. Debería componer la letra del himno de España, también... (La Información – 09/08/2012 em matéria sobre o seriado Beverly Hills 90210)

Aceita, Xuxa!!!

29 curiosidades sobre o Xou da Xuxa

1. O programa foi batizado pelo diretor de núcleo Boni, que na época deu duas opções para a apresentadora escolher: "Show da Xuxa" ou "Xuxa Show".
2. Apesar de "Xou" estar relacionado à palavra "Show", foi divulgado na época de estreia que "Xou" na verdade significava "Sou" na língua do X. 
3. Verdade ou não, uma música intitulada "Eu Xou da Xuxa" tocava insistentemente nas primeiras temporadas do programa.


4. Ao contrário do que muitos pensam, Marlene Mattos não foi a 1ª diretora do programa. Apesar de já trabalhar na produção, ela só passou a dirigir em 1987, quando o diretor Paulo Netto se afastou por problemas de saúde.
5. O primeiro cenário projetado para o programa era assinado pela cenógrafa Leila Moreira era bem parecido com o Clube da Criança e não tinha nave.


6. Após a reprova, Xuxa encomendou um novo cenário ao famoso cartunista Maurício de Souza.
7. Vários elementos do cenário foram idealizados pela própria Xuxa, inclusive a nave espacial, que foi inspirada em um programa infantil exibido nos anos 60 que ela assistia quando criança: Capitão Aza


8. Já a cor rosa e as boquinhas foram inspiradas no carro de Penélope Charmosa.


9. O cenário da temporada 1989 foi o que mais tempo ficou no ar: 1 ano e 3 meses


10. A atração contou com 4 aberturas, todas embaladas ao som de "Doce Mel", música tema do programa.
12. Na primeira abertura, o personagem Dengue está creditado como Murissoka, enquanto Praga aparece como E.T. Esses eram os nomes artísticos dos atores antes do programa.



13. A 1ª atração musical do programa também foi a última: Trem da Alegria.
13. Aos sábados, a partir de 1988, o "Xou da Xuxa" se transformava no "Paradão dos Baixinhos" e recebia inúmeras atrações musicais. Nesse dia, o número de brincadeiras era reduzido.
14. Com isso, a ginástica que até 1988 era aos sábados, passou a ser feita às segundas-feiras.
15. A ginástica deixou de fazer parte do programa na temporada de 1992.
16. Os sorteios também deixaram de ser exibidos na última temporada.
17. De 1986 a 1990, o quadro dos sorteios era gravado em um cenário a parte e contava com os bonecos Moderninho, Frentinha (a partir de 1987), Tana (apenas em 1986) e Xuxo, que aparecia esporadicamente.


18. Tany Mary, a menina dos sinais, passou a ficar ao lado de Xuxa nos sorteios em meados de 1989.


19. A partir de 1991, os sorteios passaram a ser gravados nos intervalos dos programas. Antes, eles eram gravados de madrugada, após todas as gravações do dia. 
20. Cerca de 3 programas eram gravados por dia, às terças e quartas. No caso de viagens, feriados ou férias, Xuxa chegava a gravar três vezes por semana e até cinco programas por dia.
21. O "Xou da Xuxa" só foi apresentado ao vivo em duas ocasiões: o especial de 2 anos, em 1988, e o especial de dia da criança, de 1992.


22.  Nos quase 7 anos de exibição, o tempo de arte do programa variou entre 40 minutos e 2 horas e meia.
23. Em alguns estados, o penúltimo bloco do programa não era exibido para dar lugar aos jornais locais. Por conta disso, o famoso reencontro entre Xuxa e seu pai no último "Xou" não foi visto nesses lugares.
24. Nos 7 álbuns lançados como trilha do programa, quatro músicas fazem referência a ele: "Circo" (Xegundo Xou da Xuxa), "O Praga É Uma Praga (Xou da Xuxa 3), "Beijinhos Estalados" (Xou da Xuxa 3), "O Xou da Xuxa Começou" (Xou da Xuxa Seis).
25. Dois programas especiais tiveram um formato diferente e foram gravados sem plateia: o especial de 4 anos e no dia da criança, ambos em 1990.


26. Até a exibição do último programa, no dia 31 de dezembro de 1992, foram 2000 exibições, contando todas as reprises até então.
27. O último Xou foi reprisado no dia 1º de Janeiro de 1993.
28. A partir do dia 2 de janeiro, o "Xou da Xuxa" continuou sendo exibido. A cada bloco era reprisado um programa diferente da temporada 1992.
29. As reexibições seguiram até o dia 27 de fevereiro, quando o "Show do Mallandro" (que também já havia sido extinto) passou a ser reprisado.

Vídeo Exclusivo: Passatempo (clipe)

E hoje o Xou da Xuxa​ completa 29 anos. Para matar a saudade, fizemos um apanhado de imagens ao som de um dos temas mais marcantes do programa: Passatempo!


sábado, 27 de junho de 2015

Matéria sobre a 1º gravação do "Xou da Xuxa"

Pouca gente sabe, mas 1ª gravação do "Xou da Xuxa" com o cenário definitivo não foi ao ar. O programa piloto foi gravado no dia 5 de junho de 1986. Xuxa usou uma roupa com pele de oncinha e boina vermelha, famosa pelas diversas fotos divulgadas na época e que podem ser encontradas na internet até hoje.  No boletim interno de programação da Rede Globo da semana de estreia, foi utilizada uma foto dessa gravação.



Curiosamente, o grupo Trem da Alegria e o mágico chinês William Wu, atrações do 1º Xou que conhecemos, também participaram esse piloto. Já o cantor Luís Caldas foi substituído pelo grupo Dr. Silvana e Cia.


Outra curiosidade da matéria é o nome do programa. Segundo o jornalista, "Xou" na verdade quer dizer "sou" na língua do X e não "show" - o que faz sentido pela música que tocava nos primeiros anos, intitulada "Eu Xou da Xuxa". Confira a matéria na íntegra:


Jornal: O Globo
Data: 8/6/1986

AGORA É PARA VALER 

Com o bom humor e a descontração de sempre, a manequim Xuxa Meneghel gravou seu programo de estréia na Rede Globo, previsto para ir ao ar depois do Copa do Mundo. Em abril, o resultado dos gravações iniciais não havia agradado à apresentadora. Com a reformulação dos cenários - que agora levam a assinatura de Maurício de Souza - ela sentiu-se no ambiente ideal para dar vazão à sua alegria e contagiou a criançada! 



A tarde de quinta-feira, dia 5, foi de pura festa para as crianças que lotaram o Teatro Fênix. E não era para menos, porque se tratava da primeira gravação do programa da Xuxa, batizado como "Xou da Xuxa", uma brincadeira na língua do xis: xou significa sou, e não tem nada a ver com show, como se imagina a principio. As 17 horas, Marlene de Mattos, produtora-executiva, liberou a entrada das crianças no palco. Recebeu-as com um caloroso "é bom ver vocês de novo" e deixou-as à vontade para brincar no cenário. Este é um projeto com a supervisão de Maurício de Souza, o criador da turma da Mônica, realizado por Reinaldo Waisman e Sandra de Moro, com brinquedos em fibra de vidro, de cores vibrantes. O toque mágico fica por conta de um enorme sol, de três metros, por onde entram os convidados, e do disco voador cor-de-rosa, que traz a apresentadora. 



Vestidas como balizas, as auxiliares Paquita (Andréa Veiga) e Xiquita (Andréa Faria) dançavam com a meninada ao som de "Amiguinha Xuxa", música de abertura do programa, cantada pela manequim e Os Abelhudos. O palhaço Muriçoca, vestido como inseto - a técnica brincava, dizendo que ele era o aedes aegypti, transmissor da dengue - e o anão E.T., fantasiado de tartaruga, ajudavam na animação. Mas o clímax viria com a lenta descida do disco voador, soltando muita fumaça de gelo seco. A porta abriu-se e, com o sorriso sapeca de sempre, Xuxa apareceu, cantando e dançando. 



De minissaia, boina vermelha e pele de oncinha enfeitando o colete - visual preparado com cuidado pela figurinista Sandra Bandeira, que conversou muito com a apresentadora, para sentir que tipo de roupa mais se ajustava ao seu jeito descontraído e inovador de se vestir - dirigiu-se aos pequenos fãs, que agitavam grandes pompons em sua direção: - Eu estava muito a fim de voltar a brincar com vocês. Estou feliz, de verdade. E quero mandar beijinhos gostosos para todos os meus baixinhos desse Brasil! Em seguida, apresentou os diversos números do programa, que provavelmente estreará dia 30 de junho, no horário das oito da manhã ao meio-dia. 



O primeiro convidado foi Luís Caldas, cantando "Fricote"; depois, o malabarista chinês William Wu, seguido do Trem da Alegria, que, pela música "Casca do ovo", interpretada com a apresentadora, foi contemplado com um Disco de Platina, por ultrapassar a marca de 380 mil cópias vendidas. Ao todo, cada programa terá nove segmentos diferentes, entre brincadeiras, números musicais e circenses. 


Ainda sem data prevista de .gravação, "Xou da Xuxa" será enriquecido com dois personagens: o sábio Xoxum, que ensinará trabalhos manuais e a doutora Boluxa, uma médica gorda e simpática que dará conselhos de saúde. Xuxa também lançará em julho o elepê "Xou da Xuxa", que inclui uma canção inédita de Rita Lee - "Peter Pan". Pelo clima de animação que marcou as primeiras gravações, ninguém tenha dúvidas de que a manequim, cantora e apresentadora está com a corda toda.

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Xou da Xuxa - O 1º piloto descartado

Não é segredo pra ninguém que o "Xou da Xuxa" teve cenários reprovados, programas descartados e sua estreia foi adiada algumas vezes. Abaixo você confere uma matéria do jornal O Globo que conta detalhes sobre a gravação dos primeiros pilotos reprovados e que jamais foram ao ar.

Em seguida, uma outra matéria do mesmo jornal que conta porque Xuxa não ficou contente com o resultado da 1ª gravação e preferiu aprimorar o programa antes de coloca-lo no ar.


Jornal: O Globo
Data: 10/04/1986


As alegrias são tantas que compensam o sacrifício. Mesmo com a saúde abalada e o nervosismo natural da estreia, Xuxa se esquece de tudo quando começa a trabalhar com as crianças. Para a gravação dos primeiros programas, ela recebeu 400 crianças no Teatro Fênix, muitos flores de Pelé e toda a atenção carinho dos pais Alda e Luís Meneghel. O "Show da Xuxa" estreia dia 21 de abril e irá ao ar diariamente de 9 às 12h30, na Rede Globo, com muitas brincadeiras, distribuição de prêmios e novos desenhos. 

Um hábito antigo. Uma visita de inspeção pelo palco. Terça-feira última também foi assim. Xuxa chegou ao Teatro Fênix um pouco antes das 16 horas, acompanhada de seus pais, D. Alda e Luís Meneghel,e do médico Itamar Rocha de Toledo. Abraçou a cenógrafa Leila Moreira, o diretor do programa, Edi Newton, deslizou pelo escorrega, pulou para se certificar da segurança da rampa por onde as crianças correriam, e examinou o material de todos os enfeites que decoram o cenário. Nele tudo é leve e colorido, feito com espuma, plástico e fibra de vidro. Os objetos são bem grandes para dar à criança uma ideia de fantasia, que as deixe à vontade para soltar sua imaginação. Depois de tudo aprovado Xuxa foi para o seu camarim. Todos se preocupavam e com razão. Naquela terça-feira, até o meio-dia, Xuxa esteve de cama, tomando soro para se recuperar de um stress infeccioso virótico que a obrigou a passar um dia internada numa casa de saúde, como explicava o médico:

— Não foi nada grave, mas exigiu um tratamento especial. A internação foi aconselhada porque ela vomitou muito e se desidratou, precisando então de soro. Mas, agora, está tudo bem.

No camarim, enquanto se arrumava, Xuxa fazia caretas e se submetia ao "sacrifício" de tomar suco de frutas com açúcar. Ela é naturalista e "odeia" açúcar, mas, como era uma recomendação do doutor obedeceu. Com a ajuda de seu produtor, Cláudio Robato, escolheu as roupas que iria usar gravação dos primeiros programas, ao longo de toda a semana. Antes de entrar em cena era natural um pouco de nervosismo.

— Não sei ainda como tudo vai acontecer. Preciso sentir o clima, as crianças brincando no cenário.


A força e o carinho dos pais Alda e Luís Meneghel deram mais segurança a Xuxa na gravação de estreia

D. Alda mostrava-se confiante.

— Tenho plena certeza de que ela vai dar o melhor de si mesma para que tudo saia perfeito. Trabalhar com criança é muito gratificante para Xuxa. A criançada proporciona um clima de alto astral e para ela o mais importante é sentir-se bem.

O apoio da família é também indispensável. Assim "seu" Luis Meneghel adiou uma pequena cirurgia a que deveria se submeter no dia 8, para ficar o tempo todo ao lado da filha.

— Eu gosto de acompanhá-la e ela se sente segura quando estamos por perto. 

A cada intervalo o pai cuidava de, discretamente, verificar a temperatura da filha, que surpreendeu a todos com sua disposição. Para ela o importante é manter o altíssimo astral.

— Sempre sou tratada com muito carinho e só posso me sentir bem. Aprendi muito com as crianças nesses três anos e ainda quero aprender muito mais. Acho lindo e comovente o jeito com que elas me tratam.

Antes de entrar em cena um momento de concentração para relaxar. Logo em seguida, ainda nos bastidores, ela começou a brincar com as 400 crianças que estavam auditório do Teatro Fênix. Xuxa gritou e pediu que todos gritassem bastante — uma técnica para descontrair e fazer a turma entrar no clima. Um pedido de Xuxa era imediatamente atendido. Minutos depois, a garotada iniciava a contagem regressiva para a entrada triunfal da apresentadora. 



Primeiro ela conversou com as crianças, explicou que aquele programa estava sendo gravado e que na hora em que ela anunciasse um desenho animado ninguém deveria esperar que os super heróis aparecessem de repente em alguma tela, pois apenas o pessoal de casa pode ver o programa completo. Ninguém desanimou e a criançada delirou com a entrada do conjunto "Dominó", atração do programa de estréia. Ainda na terça-feira gravaram números musicais os grupos "Trem da alegria" e "RPM", que serão apresentados nos programas que virão logo a seguir. O cenário em que Xuxa gravou os primeiros programas é bastante simples, segundo a cenógrafa Leila Moreira. Tudo é acolchoado para preservar a segurança das crianças, num ambiente que lembra um parque de diversões com pipas balançando no ar e com bastante espaço para todos brincarem e ficarem à vontade.



Jornal: O Globo
Data: 16/04/1986


O público infantil que aguardava para a próxima segunda-feira a estréia do "Show da Xuxa" pela TV Globo não precisa ficar triste. Houve apenas um adiamento e todas as providências estão sendo tomadas para que as manhãs da Globo sejam um verdadeiro show com a participação da criançada, distribuição de prêmios, números circenses e musicais, de acordo com a proposta inicial do programa. Ainda não há uma data definida para a estréia que pode ser no dia 5 de maio.

Terça-feira da semana passada quinhentas crianças compareceram ao Teatro Fênix para participar das gravações dos quatro primeiros programas. Apesar do cuidado de todo o pessoal da equipe, numerosos imprevistos de última hora atrasaram o início da gravação. O mecanismo de montagem e desmontagem dos brinquedos e a repetição das gravações fez com que até uma e meia da madrugada fossem gravados apenas dois programas. A tão aguardada estreia do "Xou da Xuxa" na TV Globo teve alguns empecilhos.

— Nessa hora nos reunimos e resolvemos encerrar as gravações daquele dia — conta a produtora executiva, Marlene Mattos. — No dia seguinte, assistindo ao tape constatamos que devido ao longo tempo que tínhamos que esperar entre a gravação de uma brincadeira e outra fez com que o programa, perdesse o ritmo. Simplesmente Xuxa não rendeu nem um décimo do que ela é capaz. Optamos por suspender as gravações que já estavam marcadas e nos reunimos para uma avaliação.

Xuxa, Marlene Mattos, Walter Lacet, diretor da divisão responsável pelo "Show da Xuxa" e
Wilson Rocha, diretor de criação, partiram para reestruturar o programa que passa a ter um novo diretor, Paulo Netto, por indicação da própria apresentadora, que dá sua explicação para esta mudança.

— Estou superentusiasmada para fazer este programa. Cancelei seis desfiles e outros compromissos profissionais para me dedicar exclusivamente ao programa que tenho certeza que vai sair como eu desejei. Para mim é tudo muito simples, parto do princípio de que o mais importante é a criança, o programa é para ela, é dela. Só posso me sentir à vontade para trabalhar se as crianças tiverem condições de correr e brincar pelo cenário que tem que ser, acima de tudo, funcional. A criança que participa do palco tem que estar inteiramente à vontade para passar a alegria e a liberdade para as outras que estão em casa assistindo. Isso é fundamental. E isso será feito. 

Quem conhece diz que é fácil trabalhar com Xuxa e só há um segredo: ela tem que se sentir livre. A produtora Marlene Mattos acompanha Xuxa desde que ela começou a apresentar programa infantil. Paulo Netto, o novo diretor, garante que não é difícil dirigir Xuxa.



— Ela atua como as crianças e o importante é mostrar sua espontaneidade. Claro que todo programa terá um roteiro, mas a gravação tem que correr solta. Se uma criança passar na frente da câmara isso faz parte do show. Cuidaremos da qualidade técnica da imagem e vamos fazer a câmara acompanhar o que acontecer pelo cenário. 

Até o dia da estréia da nova programação infantil a TV Globo continuará apresentando a "Turma do Balão Mágico" de segunda a sábado, das 9 às 12h30. Todas as crianças que foram ao Teatro Fênix para a gravação dos primeiros programas serão convidadas a voltar e quem está inscrito tem seu lugar garantido para os próximos programas, provavelmente nos primeiros dias de maio. Está mantido o trato de ser sempre às terças-feiras no Teatro Fênix, com a participação de 80 crianças por programa e num dia deverá ser gravada uma média de quatro. Estão sendo estudados novos projetos de cenários apresentados pela cenógrafa Leila Moreira, da TV Globo, e de Mauricio de Souza, o criador da Turma da Mônica, que mandou um projeto a pedido da própria Xuxa que ontem à noite teve uma reunião com o José Bonifácio Sobrinho, Boni, para acertar os últimos detalhes de seu programa.

— As relações entre Xuxa e a TV Globo estão melhores do que nunca - garante Marlene Mattos que tem "procuração" para falar por Xuxa de quem é amiga pessoal. Aliás — esclarece — não houve briga nem desentendimento entre qualquer elemento da equipe. O diretor foi substituído porque Xuxa já trabalhou com Paulo Netto, responsável pela direção de todos os musicais infantis da Globo e reconhece que ele está mais próximo da proposta inicial do "Show da Xuxa".

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Xuxa doou figurino marcante em arraiá beneficente

Por: Leandro Franco


Essa semana se tornou uma semana especial porque começou com a entrevista de Xuxa na “Hora do Faro”,  já conversamos sobre isso e até relembramos os figurinos marcantes, certo? Só que essa semana também é a principal nos festejos juninos: semana de São João! Aliás, a festa de São João é hoje e nós também já falamos do "Arraiá da Xuxa".

Só que existe uma relação entre os festejos juninos e um dos figurinos da Xuxa. Foi por causa de um “Arraiá” que Xuxa se desfez de um deles. Ok, não era um figurino digno do Top 10, mas foi protagonista de um programa especial da loira: o Planeta Xuxa de Reveillón 1998/1999.


Outra importância desse figurino está no fato de ter sido ele o escolhido para que todos vissem a primeira foto de Xuxa amamentando. A foto foi capa do jornal Extra no Dia das Mães de 1999.


Em 2006, Xuxa doou seu vestido e os acessórios para o bingo do Arraial da Providência, que aconteceria no Jockey Club do Rio, sob o comando da sociallite Gisella Amaral. Gisella fez questão de vestir a peça e elogiar a Rainha: “O sucesso não a deslumbrou, Xuxa é pura”.
Confira o que foi publicado na revista Caras de 02/06/2006:




segunda-feira, 22 de junho de 2015

Xuxa abre as portas do seu acervo de figurinos

Em três décadas de carreira, Xuxa soma em seu currículo dezenas de filmes, programas de TV, turnês nacionais e internacionais. Felizmente, uma considerável parte dos figurinos que ela usou ao longo de tantos anos encontra-se preservada na Fundação Xuxa Meneghel, como foi mostrado domingo, na entrevista do programa A Hora do Faro.

Dez em cada dez fãs sonham em poder conferir o acervo de roupas de perto, mas nós pudemos ter uma boa noção do que se tem guardado até hoje. Muitas dessas roupas, vez ou outra, são resgatadas e utilizadas por Xuxa em ocasiões especiais. Foi de lá que saíram as peças que ela usou nos especiais do TV Xuxa e nas apresentações do espetáculo do Chacrinha. 

E com tanta roupa arquivada ao longo desse tempo, nada mais normal que confundir em qual ocasião alguns desses figurinos foram usados, não é mesmo? Pois é, tia Xuxa se enganou ao contar onde e quando ela usou algumas roupas. Que tal fazer uma check-list de algumas das roupas mostradas na matéria de domingo? Vamos lá:

Quando o assunto são seus filmes, Xuxa tem a resposta na ponta da língua. A roupa rosa ela realmente vestiu no filme "Abracadabra", em 2003 

A roupa de princesa usada em "Xuxa e o Mistério de Feiurinha" em 2009, ela também acertou. 

Ao mostrar a micro-roupa usada na turnê de 1989, ela acertou ao dizer que usava nos shows. 

Aqui Xuxa se enganou ao dizer que ela vestiu a roupa vermelha em um especial de natal. Na verdade, foi no especial de 3 anos do "Xou da Xuxa", em 1989.  

Mas o maior erro foi com a roupa usada no especial de natal da Espanha em 1992 (que na ocasião, ela usou com um sobretudo). Ela também vestiu a mesma roupa quando abriu as portas da Casa Rosa pela primeira vez em um ensaio da Caras. Na entrevista, Xuxa se confundiu e disse que a roupa foi usada na gravação do último "Xou da Xuxa", marcado pelo reencontro com seu pai. Curiosamente, em uma matéria do Vídeo Show ano passado, ela mostrou uma outra roupa usada em especial de natal da Espanha, de 1991, como também sendo a do último "Xou". Pelo visto o último programa foi tão carregado de emoção que a roupa era o menos importante...  
E o sobretudo também está guardado... olha ele ali atrás

domingo, 21 de junho de 2015

Xuxa se inspira em seu programa da Argentina para sua nova atração

A entrevista que Xuxa concedeu ao apresentador Rodrigo Faro no último domingo deu o que falar antes de ser exibida e deve continuar rendendo nos próximos dias. Além de fazer diversas revelações sobre sua vida pessoal e profissional, Xuxa alegrou os fãs com uma notícia do novo programa: sempre que cometer algum erro de português, uma sirene deverá tocar durante a atração até que ela faça a correção. A divertida ideia, na verdade, já existia em seu programa da Argentina.


No Show de Xuxa, sempre que cometia alguma gafe na pronunciação do espanhol, uma sirene tocava e Xuxa tinha que se ajoelhar no palco para pedir desculpas pelo erro. No programa a situação era comum e proporcionava os momentos mais divertidos e inusitados: ela admitia o equívoco, se desculpava e ria de si mesma. Como não rir junto? No vídeo abaixo você confere um desses momentos a partir do minuto 36:35:


Por aqui, a Rainha já foi criticada diversas vezes nas redes sociais por cometer alguns deslizes gramaticais na hora de escrever em sua página, enquanto na TV seus erros passavam mais desapercebidos. Mas na dinâmica do ao vivo, na qual os erros não podem ser editados, o público aguarda que a loira seja surpreendida pela sirene algumas vezes. E com uma novidade boa dessas, a expectativas para o programa só aumentam. A nova emissora parece realmente entender qual é a "Xuxa que o público quer ver".


25 curiosidades sobre o filme Lua de Cristal

No dia 21 de junho de 1990, há exatos 25 anos, o filme Lua de Cristal estreava nos cinemas e se tornaria o filme de maior sucesso e bilheteria da carreira de Xuxa. Confira 25 curiosidades que preparamos sobre o filme.


1. Lua de Cristal bateu recorde de bilheteria do cinema nacional nos anos 90. Porém, os números de espectadores divulgado são divergentes: enquanto a Ancine divulga 4.178.165, a imprensa na época noticiou que o filme bateu a marca de 5 milhões.

2. O longa foi rodado entre março e abril de 1990.

3. A princípio, o filme se chamaria "Xuxa e a Turma Invencível". Quando a música tema ficou pronta, Xuxa se apaixonou pela canção e achou que tinha tudo a ver com sua história e com a do filme. Assim, o título foi trocado para "Lua de Cristal". Não é a toa que no refrão, o coro das Paquitas afirma "nós somos invencíveis, pode crer..."

4. Na sinopse original, Sérgio Mallandro seria um cantor de sucesso que ajudaria Maria da Graça a subir no palco como cantora. A ideia original acabou sendo utilizada erroneamente na sinopse da contracapa da VHS do filme - e permaneceu na edição em DVD.


5. Andressa Koetz, que interpreta Maria da Graça quando criança, já havia participado de "A Princesa Xuxa e os Trapalhões" também interpretando a personagem de Xuxa quando mais nova.




6. A música cantada pela garota no começo do filme tem a letra inspirada em uma cantiga brasileira um tanto quanto sombria, chamada A Menina e a Figueira, na qual a personagem da história é enterrada viva. Ela pode ser ouvida aqui: 



7. Aliás, a voz não é de Andressa Koetz e sim de Ana Paula Almeida, a Pituxita Bonequinha.

8. No trailer do filme aparecem algumas tomadas não utilizados na versão que conhecemos. As cenas de Xuxa chegando até o prédio, conversando com Duda e se apresentando para Tia Zuleica, são bem diferentes das vistas no filme.

Cena do filme

Mesma cena no trailer
Confira o trailer na íntegra:


9. A aclamada diretora do filme, Tizuka Yamasaki, repetiu a parceria com Xuxa nos filmes "Xuxa Requebra", "Xuxa Popstar" e "Xuxa em o Mistério de Feiurinha".

10. Em entrevista para o site Educacional, Tizuka revelou não ter gostado da sinopse inicial e que não queria que Xuxa fosse tratada como uma superstar. "Vamos falar da Maria da Graça Meneghel, aquela que ralou, que  teve de estudar, em que ninguém acreditava, que teve de enfrentar um monte de  coisa para chegar aonde chegou."

11. No dia da estreia, os espectadores que levaram 1 quilo de alimento não perecível não pagaram o ingresso do filme, por conta da campanha beneficente da LBA (Legião Brasileira de Assistência) chamada "Doe a quem dói". Foram arrecadados 450 toneladas de alimentos.

12. O Jornal Nacional fez uma matéria sobre o lançamento do filme em São Paulo, na qual Xuxa compareceu, ao lado de Sérgio Mallandro, vestindo a mesma roupa que usou no "Xou da Xuxa" de nº 1000.


13. O VHS do filme foi lançado enquanto o longa ainda estava estava em cartaz nos cinemas, em agosto de 1990. Naquela época era comum que os filmes nacionais fossem para as locadoras pouco tempo depois de estrearem nos cinemas.


14. A fita trazia uma pequena filmagem de Xuxa, no cenário do Xou, falando sobre o lançamento do filme naquele formato.



15. Em 1998, o jornal O Globo lançou a coleção "O Globo no Cinema" e a VHS do filme foi reeditada. Ela foi vendida com a edição de 28 de março de 1998 por R$3,90 + o preço do jornal. Para esse lançamento, a capa foi adaptada para uma luva de papelão, não havia a introdução de Xuxa no cenário do Xou da Xuxa e como brinde os compradores ganhavam o pôster.


16. Para o lançamento em DVD, em 2001, Xuxa gravou uma entrevista que foi apresentada como making of nos extras. Somente uma tiragem foi colocada à venda, fazendo com que um exemplar em DVD do filme se tornasse um dos itens mais caros e raros hoje em dia.



17. Ao contrário do que muitos acreditam, a trilha sonora de Lua de Cristal nunca foi comercializada em nenhum formato. A recriação da trilha que aparecem pela internet é toda feita por fãs e as artes fakes só listam as músicas lançadas nos extras do DVD.

FAKE!


FAKE!

18. Entre os extras do DVD, a opção DVD-KÊ trouxe uma seleção de faixas da trilha na versão original e na versão karaokê com acompanhamento instrumental. São elas: Lua de Cristal, Conto de Fadas, Verde Que Te Quero Verde, Mangas de Fora, O Bob Não é Bobo e Achados e Perdidos.

19. A música Achados e Perdidos, do cantor Silvinho, é listada nos créditos finais como parte da trilha sonora e inclusive foi lançada nos extras do relançamento em DVD. Porém, em nenhum momento a música toca no filme.

20. Ainda sobre a trilha, a música "Mangas de Fora" cantada pelas Paquitas tem uma versão diferente no filme. Os vocais incluem a participação de Tatiana Maranhão, que saiu do grupo antes do lançamento da música no 2º álbum do grupo, que foi regravada. Os extras do DVD trouxeram essa primeira versão na íntegra, até então inédita.

21. O filme foi lançado em alguns países da América Latina nos cinemas e em VHS sob o nome de Luna de Cristal.


22. Bianca Rinaldi entrou para o time de Paquitas em março de 1990, quando as filmagens estavam bem adiantadas. Por conta disso, ela só aparece na última cena e ganha destaque na capa, aparecendo em uma foto separada das outras Paquitas.


23. A atriz Maria Flor pisou pela primeira vez em um set nas filmagens de Lua de Cristal. Mas, não, ela não participou do filme; seu pai era responsável pelo som do longa: "Meu pai estava fazendo o som de ‘Lua de Cristal’. Claro que eu fiz ele me levar, era doida pela Xuxa. Sai de lá achando que ela era minha melhor amiga, gritando 'tchau Xuxa, até mais'".

24. O disco que desvia a atenção de Maria da Graça quando ela tenta trabalhar como caixa do Supermercado Sendas é o disco Fábio Junior Ao Vivo, lançado em 1989, pela concorrente da Som Livre, CBS. O cantor e ator estava cotado para participar do filme que estava previsto para ser rodado no ano seguinte (o qual teve a sinopse aproveitada em Xuxa Gêmeas, 15 anos depois).



25. A última reprise do filme na TV aberta foi no dia 08 de abril de 2004. Coincidentemente (ou não), nesse mesmo dia Xuxa cantou a música "Lua de Cristal" no "Xuxa no Mundo da Imaginação".

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...