sexta-feira, 2 de outubro de 2015

A Turma do Xurumelo

Por: Leandro Franco

Alguém aí se lembra do Pedro Pedreira, aluno da Escolinha do professor Raimundo? Francisco Milani dava vida ao personagem que não aceitava coisas óbvias e históricas e retrucava tudo com as frases: "Há provas? Não? Então não me venha com chorumelas". E chorumelas são exatamente o que não temos aqui no Xuper Blog, temos, no máximo, o Xurumelo!


Xurumelo, o "mascote da Xuxa", era uma mistura de anjinho com ursinho ou qualquer outro bicho mais fofinho. Sabia voar e, ao que tudo indica, fazia uns bicos ajudando São Pedro lá no céu. Essa criaturinha tinha a difícil missão de representar a nova Turma da Xuxa no universo dos quadrinhos, produtos infantis, desenhos animados. Na realidade uma missão quase impossível... Com o fim do Xou da Xuxa e da revistinha em quadrinhos da Editora Globo, havia a necessidade de se reinventar a Turma da Xuxa. As crianças que agora acompanhavam o Xuxa Park não tinham ligação com o Dengue, Praga, Xuxo ou Moderninho, muito menos com os personagens secundários como o cavalo Apolo, o cãozinho Pimpo... até as Paquitas já começavam a se desvincular do uniforme de soldadinhas.


Coube a Reinaldo Waisman dar continuidade a todo esse universo paralelo e imaginário. Ele já tinha experiência em transpor Xuxa e seus amigos para o mundo dos desenhos; o Moderninho existiu graças a ele. A nova turma estava em boas mãos.


Xurumelo deu as caras em 1996 e não veio sozinho. Três outros personagens vieram pra completar: Monstrocão, Emmanuella e Oliver.


Monstrocão era um cachorro com topete de Elvis Presley e dentes saltados, meio desajeitado, monstrinho mesmo. 


Emmanuella, como o nome anuncia, uma ema (ou uma avestruz) vaidosa.



Oliver era uma gatinho persa - inspirado em um gato real, como vamos ver daqui a pouco.

Esse novo pessoal foi devidamente apresentado em um lançamento da Editora Abril em comemoração aos 10 anos de Xuxa na Rede Globo. O projeto "Cantando com a Xuxa" consistia em um livreto com uma história em quadrinhos de caráter retrospectivo, uma fita cassete com os maiores sucessos da apresentadora e um miniposter.


Já na primeira página notamos a preocupação em apresentar os novos personagens, que vão embarcar numa viagem através dos dez anos de sucesso da Rainha.


Novos amiguinhos apresentados... agora era preciso estabelecer a ligação com os antigos. Xuxa mostra quem eram os que "estavam" sempre com ela, deixando claro que a era se encerrou, mas também precisava dar continuidade para os que cresceram e iam continuar acompanhando  as novas aventuras.



Curiosamente Xuxo não aparece em sua forma de personagem infantil e sim como personagem "real" e ele, ao contrário dos outros, não precisou da apresentação de Xuxa. Monstrocão é que o acha.


Os novos personagens são misturados o tempo todo com as imagens de Xuxa para os leitores se acostumarem e, ao final, fica evidente que já estão mais que inseridos no universo "Xuxa" como se fizessem parte desde o já distante ano de 1986.



Ainda relacionado aos dez anos de Xuxa na Globo, temos Xurumelo fazendo "participação especial" no encarte do álbum comemorativo lançado na época. Ele está apagando as velinhas de um jeito bem... peculiar.


Assim como os personagens antigos, Xurumelo e sua turma também marcaram presença nos licenciamentos de Xuxa. Quem não se lembra da bicicleta Begatti que tinha uma mochilinha com o rosto do Xurumelo presa ao guidão?


E o que falar do boneco do Xurumelo? A Maritel lançou o bonequinho de pelúcia com a devida apresentação: "o novo mascote da Xuxa". 



E o anjinho/ursinho/bichinho fofo foi mais além: ganhou suas próprias revistas. Sim! No plural! Desenhe com o Xurumelo e Pinte com o Xurumelo eram os nomes da publicações mensais da Editora abril. A capa de cada uma trazia uma foto de Xuxa e os desenhos interagiam com essa foto.


Xurumelo ainda iria figurar em dezenas de produtos até mais ou menos o ano de 2002.


Voltando aos personagens, vamos falar do Oliver, o gatinho persa da turminha. Em maio de 1996, Xuxa aceitou fazer uma participação mais que especial no desfile da grife Yes Brazil, na Semana de Estilo do Rio de Janeiro. Para a ocasião ela escolheu um conjunto de saia e blusa pretas de camurça, cartola e luvas vermelhas e um "tchan" todo especial: um gatinho persa no colo. Bom, o gato ficou famoso e ganhou a simpatia da loira e de sua empresária.


Dias depois a imprensa noticiou que o tal bichano fora comprado por Marlene Mattos que o batizara de Oliver. 

Apesar da publicação se referir a Oliver como um gato angorá, basta uma pesquisa para saber que foi um erro, a raça do felino é persa.

Não demorou pro felino ter seu lugar no reino de Xuxa: passou a ser o gato da personagem Gracinha Curiosa, interpretada por Xuxa nos dois primeiros anos do Xuxa Park


Pronto! Nascia o mais novo personagem da turma do Xurumelo. Reparem na semelhança das características do desenho e do verdadeiro Oliver.


Infelizmente essa turminha toda não ficou muito tempo conosco, ela foi reestruturada para receber uma personagem mais que especial, a Xuxinha, que literalmente se tornou a menina dos olhos, mas ainda vamos falar disso... Aguardem!


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...