quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Moleque - O "Garoto Problema" de Xuxa

Por: Leandro Franco

Ao logo de sua carreira, Xuxa interpretou dezenas de personagens, alguns se tornaram tão marcantes que é impossível se lembrar de determinadas fases sem citá-los: Madame Caxuxá, Vovuxa, Bruxa Keka, Gracinha Curiosa... No universo das figuras fictícias Xuxa mostra um lado até hoje pouco explorado: o de atriz. Por mais que até mesmo a própria diga “não sou atriz!”, é inegável que ela se destaca na difícil tarefa de fazer o telespectador esquecer que ali está a famosa apresentadora de TV. Alguns personagens saem tão bem feitinhos que dá pra gente soltar um “caraca, moleque! É a Xuxa mesmo?”. É aí que queremos chegar: no Moleque.


O Moleque não é um dos personagens mais lembrados de Xuxa, mas curiosamente, tem um papel tão ou mais importante quanto a Madame Caxuxá, por exemplo.


Pode-se dizer que o "embrião" do Moleque surgiu de uma participação de Xuxa no programa do Chico Anysio, em 1988. Era a primeira participação de Xuxa em programas de humor interpretando um papel que não fosse ela mesma. Chico Anysio criou um esquete em que uma pivete – uma moleca de rua – era entrevistada pela perua apresentadora de TV Neide Taubaté (Chico Anysio).


Escadinha Rolante era o nome da moleca, que tinha modos nada convenientes, sem contar uma propensão à vida de subtração do alheio. Vamos relembrar?



A revista Contigo de 27/08/1988 destacou a atuação de Xuxa publicando:

Você consegue imaginar a escultural musa dos baixinhos – e altinhos – brasileiros na pele de um pivete que cospe no chão e assalta astros televisivos? Pois é assim, quase irreconhecível, que Xuxa aparecerá no Chico Anysio Show – que irá ao ar no próximo dia 25 –, sendo entrevistada pela peruérrima Neide Taubaté. Convidada pelo humorista para uma apresentação especial no programa, ela não teve dúvidas: assim que voltou de suas rápidas férias nos EUA, correu para os estúdios da Cinédia, onde são realizadas as gravações, e transformou-se num autêntico moleque. Além de afanar o cinzeiro da mesa de Neide (Chico). A “pivete” Xuxa ainda sacou um revólver e assaltou a apresentadora no final da entrevista. Quem viu a moça perambulando pelos estúdios e bastidores foi obrigado a reconhecer: Xuxa – com maquiagem ou não – é mesmo uma tremenda moleca!


Viram como Escadinha tem tudo pra ser o rascunho do Moleque? A caracterização, os trajeitos, a aversão ao banho, o jeitão de malandro e claro, a molecagem.

Em meados de 1989, outro “projeto” de Moleque apareceu. No programa “Os Trapalhões” Xuxa se caracteriza de um moleque bem levado, que ela denominou – provavelmente na hora – de Tunico. Reparem que agora o menino não é pobre, nem de rua, afinal ele freqüenta o programa da “Xoxa”, comenta de suas tias etc. Talvez aí Renato Aragão tenha começado a amadurecer sua ideia para uma participação cinematográfica do lado menino de Xuxa.

Participação do Moleque -  Tunico - aos 21:00 min

Em 1990, Moleque teve seu perfil definido, nada de assaltos, nada de ambigüidade sobre seu gênero e tudo que um menino de rua precisa saber pra driblar os perrengues do dia-a-dia. Foi assim que ele ganhou seu primeiro papel  no cinema em “O Mistério de Robin Hood”, onde é uma versão alternativa da mocinha Tatiana (Xuxa) para ajudar nas depesas de casa e ainda tirar sarro da cara de quem tenta passar a perna no menino. "Foi um presente do Renato" disse Xuxa no lançamento do filme, que será assunto para nossa próxima postagem, ok?


Ainda na divulgação do filme, no programa “Os Trapalhões”, ao ser perguntada sobre o desafio de interpretar dois papéis, Xuxa se anima e diz “ainda quero usá-lo mais vezes” (sobre o Moleque)
E assim foi feito.

No ano seguinte, Moleque nos apresenta seus pais numa participação especialíssima no programa Xuper Star (30/04/1991).


A família “moleque” fez a figuração para a apresentação de Chitãozinho & Xororó, que cantava “Gente Humilde”. Bem propício, não? Mais uma vez a atuação de Xuxa como a mãe lavadeira, o pai eletricista e o moleque rouba a cena e quebra o clima da canção reflexiva da dupla (a partir de 33:45).

                  Participação do Moleque aos 33:45 min                                  

Fechando o ano, o presente de Natal do Moleque foi protagonizar o tradicional especial noturno da Rainha dos Baixinhos, “Fábrica de Ilusões”, com direito à contracenar com Tarcísio Meira e Glória Menezes.


A sinopse publicada no site “Memória Globo” deixa claro o destaque do personagem:

Com 70 minutos de duração, o programa conta a história de Moleque (Xuxa), um menino de rua que, junto com os amigos, consegue abrigo em um cinema para passar a noite.
Fábrica de Ilusões tem início quando Moleque, depois de limpar o vidro de um carro no sinal, recebe um trocado do motorista do veículo. Ele divide o dinheiro com outros meninos de rua, e todos partem em busca de um local para dormir. 



O grupo consegue abrigo em um cinema, onde o Velho (Renato Pupo), responsável pela exibição dos filmes, decide colocar no projetor a película Fábrica de Ilusões. Ao ver as imagens, Moleque começa a sonhar e a ficção dá lugar à realidade: o cenário do programa se modifica, transformando-se em uma fábrica de brinquedos, e Moleque se torna o coordenador da fábrica. Ele comanda todas as atividades e, entre truques e surpresas, faz caixas brancas transformarem-se em pacotes coloridos e brilhantes.  A  fantasia acaba quando a fita se rompe, e tudo volta a ser como antes. Triste, Moleque cruza com Papai Noel, e o velhinho entrega ao menino sua caixa de amendoim. Ao receber a caixa, Moleque se transforma em Xuxa.


E Moleque teve até mesmo capa de revista pra chamar de sua:


Os domínios do Moleque chegaram até mesmo à terra dos nuestros hermanos. Numa rápida aparição na abertura do Show de Xuxa de 1992, Moleque – ou seria Lo Pendejo – faz sua última aparição.


Participações especiais, programa de Natal, programa internacional e até um filme... Definitivamente Xuxa pôs em prática o que cantava na letra de Doce Mel (1986), não é mesmo?

Em qualquer faz-de-conta, a gente apronta
É bom ser MOLEQUE enquanto puder ...
(...)

Nossa molecagem homenagem pro Moleque
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...