sexta-feira, 13 de maio de 2016

Revista da Xuxa: Edições 43, 44 e 45

Por: Leandro Franco

Hoje, com exclusividade, o Xuper Blog traz para vocês a verdadeira história da Xuxa ! Todos os fatos que você achava que sabia sob uma nova versão: a verdadeira!  A origem do nome Xuxa até hoje escondida do grande público, o isolamento na ilha deserta... tudo que você nunca quis saber porque não sabia que existia!  (SQN x 1000)
Ficou louco de curiosidade? Vai logo fazer seu download! Mas nem só de grandes revelações vive nosso post, temos Xuxa aconselhando Moderninho numa desilusão amorosa,  Xuxa envelhecida, Xuxa passando aperto num cemitério, numa beira de estrada, Praga achando que Xuxa morreu... Ufa! Muita coisa pra apenas três edições da Revista da Xuxa! Prontos?



Edição 43

Clique aqui para download da versão digitalizada da revistinha nº 43

Olha só, já vão poder matar a curiosidade logo de cara. Foi na edição publicada em julho de 1992 que o Moderninho atacou de biógrafo da Xuxa e contou a história do jeito maluco dele. Cada capítulo uma pérola mais valiosa que a anterior. Nosso destaque fica para a origem do nome Xuxa. Coisa de maluco!


Falando em maluco, o figurante misterioso deu as caras novamente. Esse moço já apareceu mais que muito personagem oficial da Turma da Xuxa. Já é quinta aparição!



Quem também tem aparecido bastante e acabou se tornando personagem da turma é a namorada do Dengue, a Dengosa. Há algumas revistinhas, a mosquita divide a cena com o namorado. 


Só que nessa história ela some, será que volta?


Pois é, uns querendo que a namorada suma, outros sofrendo porque terminaram, ou quase, um relacionamento sério. Coube a Xuxa confortar o Moderninho nessa hora difícil. História com quadrinhos sérios e bem verdadeiros...



Moderninho, por sinal, foi o astro da edição. Quase todas histórias foram protagonizadas por ele, apareceu mais que a própria Xuxa.


Praguinha também deu o ar da graça, como de costume, e fez uma homenagem aos heróis da Marvel e da DC Comics. Aqui não tem rivalidade, tem muita imaginação.


Fechando o gibi, Maria resolva lambadear. Já comentamos que a lambada já não estava tão na moda, principalmente em 1992, mas a Revista da Xuxa ainda apostava no ritmo. Aposta certeira, a historinha da Maria rendeu algumas boas risadas.


A capa também fecha a trilogia “A-Roupa-para-situações-que-envolvam-peixe-e-ou-água”. Aliás, é bem característico do gibi Xuxa ter roupas “específicas” para as situações. Nesse post ainda veremos outro caso.


Pela última vez a Revista da Xuxa trouxe um brinde para seus leitores: uma caneta esferográfica personalizada. Tomaram nota de tudo que veio nesses quase 4 anos de gibi?



Edição 44

A primeira capa retratando o visual adotado por Xuxa no ano de 1992 na apresentação do Xou da Xuxa. A loira já havia aparecido sem as famosas xuquinhas na edição 42, mas seu figurino nada tinha a ver com o programa. Só agora que temos o visual boné + blusões + tênis adaptado para o gibi.

Clique aqui para download da versão digitalizada da revistinha nº 44

Quem nunca viu uma história em que a mocinha se vê em plena tempestade com o carro quebrado, sem gasolina, numa estrada deserta e à noite? E pra pedir ajudar tem que chegar naquela casinha velha e suspeita que fica no meio do matagal? Então... heroína que se preze tem que ter isso no currículo e Xuxa, claro, teve seu momento.


Situação já tensa e somada à imaginação fértil do Praga fica crítica! Uma das melhores histórias já publicadas na Revista da Xuxa. Já leram? Estão esperando o quê? Acontecer algo ruim?




Se na edição passada Moderninho estava com a bola toda, nessa edição os louros são colhidos pelo Praga que protagoniza mais da metade das aventuras. 


Xuxa não teve tanto destaque, mas o pouco que apareceu valeu a ausência. A outra historinha protagonizada pela loira e que fecha o gibi traz a estrela bem velhinha. Olha aí o caráter profético do gibi... lembram-se quando Xuxa postou no seu face essa foto?


Xuxo, que andava sumido, teve uma historinha só pra ele, mas tem alguma coisa errada aí... Xuxo perdeu seu bife pra um cachorrão e nada o fez recuperar. Derrota mesmo! 


Mas não foi esse mesmo Xuxo que botou todo mundo pra correr lá na edição 9, chamando atenção até mesmo do Maguila? Eu hein...


E o que dizer do figurante misterioso? OUTRA VEZ! Nessa mesma história do Xuxo, olha ele entrando no restaurante.


No Correio da Xuxa, uma cartinha pediu a participação da Madame Caxuxá. Algo bem curioso e já nostálgico, afinal Madame Caxuxá já não fazia parte do Xou desde o final de 1990. Sabiam que depois dos Paquitos e dos pôsteres, a personagem astróloga era o que o leitores mais pediam no gibi. Mais uma que entrou pra lista dos nunca atendidos.


Um novo anúncio (que também foi publicado na edição 43) mostrava a linha de roupa de cama e banho lançada pela Karsten e que tinha Xuxa como tema. E a Mimo ainda teve uma propaganda involuntária da boneca...


Edição 45

Clique aqui para download da versão digitalizada da revistinha nº 45

Xinha reapareceu! A cadelinha estrelou sua segunda e última capa relacionada ao universo de Xuxa nos quadrinhos, a primeira foi a da Revista de Montar n.1. Falando em capa essa também faz parte de outra trilogia “Roupa-pra-aparecer-com-cães”. Xuxo, Pimpo e Xinha foram os co-protagonistas.


Parece que a produção gostou ter Xuxa e Praga numa aventura de suspense envolvendo criaturas sombrias, pois foi com esse tipo de enredo que começou a edição publicada em setembro de 1992. Imaginem Xuxa pulando o muro de um cemitério de noite pra pegar o dinheiro do táxi que voou pra dentro do local e o Praga, claro, com medo, esperando do lado de fora e com a imaginação a mil! Outra boa história... 

Parece que a dobradinha Xuxa versus criaturas sombrias/sobrenaturais sempre dá certo, já tivemos outros exemplos em edições anteriores.




Falando em cemitério, comunicamos o falecimento do nosso figurante misterioso, o tal Wander.



Não poderíamos deixar passar a brincadeira dos roteiristas em encher o cemitérios com o nome da equipe, sobrou até pro Chefe de Arte da Revista.



Chapeuzinho Vermelho foi comicamente lembrada numa história protagonizada por Praga, Moderninho e Vovuxa. Guardem na memória, ainda veremos Xuxa numa situação parecida.


Praga e suas praguices... Dessa vez quis passar um susto na Xuxa “publicando” uma notícia falsa sobre ela. Como Xuxa reagirá?


As duas últimas historinhas chamam atenção pela semelhança de enredo, embora o desfecho seja diferente. Em ambas temos o protagonista (Dengue/Xuxa) tentando relaxar e sendo incomodado pelos outros. Complicado, hein? Se antes já achávamos que reaproveitar ideia de um mês pro outro parecia pouco caso, o que dizer quando isso acontece na MESMA revista?




No Correio da Xuxa alguém se lembrou dos Paquitos, fazia tempo que não falavam deles. A garota pediu que os rapazes – que já estavam fora do Xou da Xuxa – aparecessem, assim como a Madame Caxuxa. E Xuxa ainda respondeu que a sugestão estava sendo estudada. Poxa, 4 anos estudando isso? Dá pra fazer uma tese de Doutorado em Harvard, gente!


Já que os leitores resolveram fazer um movimento pró-Caxuxá, entramos na onda da personagem e pedimos que ela deixasse um recadinho...



(Atenção, leia o texto imaginando a Madame Caxuxá falando, ok?) => Pra você que é leitor do Xuper Bloooog, uma dica muito esperta, hã? Na semana que vem famos continuar falando das historinhas do Xuuuuxa, tem muito nofidade findo aí, hein? Olho apééérto! Eles fão falar das edições que fecham o ano de mil nofecentos e nofenta e dooois. Será que fão falar do fim do Xuxa Xou? Fique ligatinhos, hã? Caxuxadas de amor para focêêês.
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

Anônimo disse...

Olá Leandro! O meu nome é Sandro, sou de Recife. E quero te dizer que os seus comentários têm sido muito legais! Mas gostaria de saber se vc tem planos de fazer comentários também sobre os almanaques e os gibizinhos da Xuxa!? Eu iria gostar muito!
Abc.

Leandro disse...

Olá, Sandro!
Obrigado pelo elogio e comentário. Sobre os Almanaques não há planos para eles. Para haver um post, é preciso digitalizá-los e a qualidade não fica muito boa devido ao tipo de encadernação usado originalmente. O blog preza pela qualidade do que posta e fazer só por fazer não é nossa praia.
Continue acompanhando, posso te adiantar que não vamos parar nas 60 edições, viu?
Abraço!

Anônimo disse...

Muito obrigado Leandro! Gostaria também que vc fizesse posts sobre os cds Tô de bem com a vida e Xuxa 10 anos, que completam 20 anos; o XSPB2, que completa 15 anos e o lp Xou da Xuxa, que completa 30 anos!!! Ou seja, vc poderia trazer histórias que ninguém sabe, pois vc é muito bom nisso!
Abc.

Leandro.F disse...

Sandro, mais uma vez agradeço suas palavras. É... esse ano tem muita coisa pra ser comentada. Pode esperar pelos posts sobre o Xou da Xuxa e o Tô de Bem com a Vida. Vem muita coisa pra fechar as comemorações dos 30 anos e temos ainda que finalizar os posts das revistinhas.
Sobre os outros títulos, vou brincar com o que Xuxa respondia: "Sua sugestão está anotada e será estudada com muito carinho". Nem sempre dá tempo de fazer tudo que a gente quer, não é mesmo?
Valeu pelo apoio!
Abração.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...