terça-feira, 2 de agosto de 2016

Programa Xuxa Meneghel #50 - 01/08/2016

Pegando carona nas Olimpíadas de 2016, que começam essa semana, a 50ª edição do Xuxa Meneghel foi quase um programa temático. A começar pela externa que abriu o programa: "Olimpíadas do Bem", um game disputado pelos casais Naldo e Moranguinho x Raphael Montagner e Cássia Vantroba, livremente inspirado nas gincanas do Power Couple. A competição ocupou os primeiros 30 minutos e promete pelo menos mais uma edição nos próximos programas (Nicole Bahlls e Andréia Sorvetão divulgaram fotos da gravação no mês passado). Tempo demais para um quadro desse tipo, principalmente quando pensamos que esse tempo poderia ser gasto no palco com a loira aproveitando seus convidados para realizar entrevistas. Pelo menos o quadro reverte sua premiação em dinheiro ou cestas básicas para instituições de caridade; se não prende a atenção, pelo menos ajuda quem precisa.


Mais "Olimpíadas" em outra externa. Já no final do programa, Xuxa entrevistou Terezinha Guilhermina, considerada a atleta cega mais rápida do mundo. Entre as inúmeras surpresas que Xuxa fez para a velocista, estava o depoimento do Rei Pelé (que coincidemente - ou não - havia sido lembrado no programa anterior na "polêmica" declaração sobre os pés do ex-jogador).


Ainda no clima de jogos, a parte do palco foi totalmente dedicada as gincanas (com um pouco de música, é claro). Xuxa chamou um time de atores das novelas Escrava Mãe e Terra Prometida para seu sofá, que nem foi explorado...  nada de bate-papos reveladores. A primeira brincadeira realizada foi o "Adivinhokê", uma releitura do "Qual é a Mímica", em que os participantes tiveram que adivinhar a música cantada pela baixinha Manu, dona de um "dialeto" próprio: o baixinhês.


O melhor momento da disputa ficou por conta das participações da nossa amada Pabla, que entre as músicas interpretou Let It Go, tema marcante da animação "Frozen". Os elencos das novelas ainda participaram do "Quarto Escuro", brincadeira comandada por Nany People, onde tinham que caracterizar um ator de palhaço num cômodo sem qualquer iluminação.



Mas antes das brincadeiras começarem, tivemos um bom momento: "Xcrava Mãe", uma paródia da novela da Record, onde nossa Rainha interpretou a personagem Xuliana. É claro que não podia faltar a participação do "paquitão" Junno, além do ator Fernando Pavão - que também estava entre os convidados do palco.


Os musicais ficaram por conta de Sorriso Maroto, numa breve participação, e da cantora sertaneja Bruna Viola, que no palco teve a oportunidade de tocar a viola que pertencia ao eterno Tião Carreiro, seu maior ídolo.



Um outro momento divertido e até curioso foi a ação de merchandising da Espaço Laser. Xuxa contou que teve a liberdade para criar um "comercial" diferente de sua empreitada e convocou pessoas da plateia lerem no TP um texto sobre a marca enquanto ela usaria de várias artimanhas para atrapalhar os candidatos a garoto-propaganda - de cócegas até choque de raquete elétrica! Apesar de bem curto, rendeu ótimos momentos.



O programa não comemorou sua 50ª edição da melhor maneira. A ausência de bate-papo e debates entre a apresentadora e seus convidados, substituídos por gincanas e externas, acabou levando o programa a registrar sua menor média no ibope até o momento. Acreditamos que a receita que já deu certo é ver nossa Rainha aproveitando a presença do seus convidados com conversas bem humoradas, mostrando "a Xuxa que o público quer ver" - além de vez ou outra vê-la brincando de interpretar personagens, como Xuliana e Pabla, melhores momentos desse programa.

Comentários
1 Comentários

Um comentário:

Paulo César disse...

Vcs viram o teaser q a Xuxa fez pro Netflix?
Adorei
https://youtu.be/cBNlhp7fjwc

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...