quinta-feira, 20 de abril de 2017

Planeta Xuxa: 20 curiosidades nos seus 20 anos

Por: Leandro Franco

Mesmo após 20 anos de sua estreia o Planeta Xuxa ainda é uma fonte de curiosidades e histórias incríveis. Vamos relembrar (ou conhecer) algumas?

1.   Qual o nome?
O projeto de um programa nos sábados à tarde era conhecido desde dezembro de 1996, mas o nome da nova atração ainda era dúvida até cerca de um mês antes da estreia. A imprensa chegou a noticiar três nomes para o “redondinho”: Planeta X (O Globo), Planet Xuxa (Revista Boa Forma) e Planeta Xuxa (Jornal Folha de São Paulo).  Quem diria que o jornal da casa ia escorregar nessa, hein?

A um mês da estreia, o nome ainda era dúvida...



2.   Sábado Xuxa > Planeta Nobre > Domingão da Xuxa
Xuxa sempre deixou claro o quanto estava feliz por herdar um horário que antes fora de Chacrinha e o Planeta estreou aos sábados, de 16 às 18h. Quase um mês depois, seu horário já estava ameaçado, justamente pelo motivo que fazia Xuxa relutar em pegar o domingo: o futebol (no caso, o Campeonato Brasileiro). A solução cogitada era migrar o Planeta para o horário nobre global, o que nunca se concretizou.

Até que seria uma boa ideia, hein?

O programa continuou nos sábados à tarde mesmo com o Campeonato Brasileiro, mas com a chegada da Copa do Mundo de 1998, não teve jeito: o programa passou para os domingos com a promessa de que voltaria aos sábados após o término do mundial, outra coisa que não vingou. O Planeta ocupou a programação dominical até sua última exibição.

Planeta aos domingos: o provisório que se tornou definitivo


3.   As voltas que um Planeta dá
O Planeta Xuxa teve 267 exibições ao todo (contando reprises e temporadas de verão). Foram 425h no ar. Se você quisesse fazer uma maratona de Planeta Xuxa, seria como se ficasse mais ou menos 17 dias e meio sem parar, só na órbita do redondinho. Achou muito? Pois poderia ser mais...

Maratona de Planeta... "bora" começar?


4.   Planetas nunca vistos
Tal e qual acontece na nossa galáxia, ainda existem planetas a serem descobertos. O problema é que as chances disso acontecer são cada vez mais remotas, afinal a Estrela maior passou a brilhar em outra constelação. São TRÊS os programas não exibidos: Programa Thalía (nome pelo qual ficou conhecido, já que a convidada do Intimidade era a cantora mexicana), gravado no início de setembro de 1997; Programa dos Xuxas (o convidado do Intimidade era o nadador Fernando Scherer, o Xuxa) e o Programa de Dia dos Namorados (10/06/2001), que não foi exibido por conta d a Fórmula 1 e do jogo Corinthians x Grêmio (trechos do programa foram exibidos no programa da semana seguinte, após Xuxa explicar que teve que ceder o horário para o jogo).

Futebol, Fórmula 1 e astros e estrelas da concorrência: atrapalhando a órbita do Planeta



5.   Primeira expedição ao Planeta
Um outro programa que não foi ao ar é o piloto; afinal os pilotos são mesmo para teste e não para exibição. O programa piloto do Planeta Xuxa foi gravado em 19/03/1997, um dia antes da gravação “oficial”. A primeira mulher a pisar no Planeta na missão “Intimidades” foi a atriz (e ex-paquita) Bianca Rinaldi. Os “pioneiros musicais” foram: Netinho (da Bahia), Chitãozinho & Xororó, Baby do Brasil (e suas filhas Sarah, Nana e Zabelê), Zezé di Camargo & Luciano, Roberta Miranda e o grupo Pimenta Nativa.


Planeta piloto: feito para não ser exibido
Fotos: Samuel Giacomeli - Valeu, Samuel!



6.   Transmissão ao vivo direto do Planeta
Por QUATRO vezes pudemos acompanhar em tempo real tudo que acontecia no Planeta Xuxa: Planeta Dia das Crianças e lançamento do CD Boas Notícias (11/10/1997); Planeta Páscoa e primeira aparição de Sasha no programa (04/04/1999); Planeta Final dos Campeonatos Paulista e Carioca (27/05/2001) e Planeta Final da Copa do Mundo (30/06/2002).

Planetas AO VIVO: diversão em tempo real


7.   Maior e menor Planeta do Sistema X
Se no sistema solar temos Júpiter como o maior dos planetas e Plutão como o menor (vamos considera-lo, ok? Pois até hoje não chegaram a uma conclusão pacífica sobre o assunto), no “Sistema X” nosso maior planeta é o Planeta Sandy (a cantora foi a convidada do Intimidade), que ficou visível por 2h e 35min no dia 17/10/1999 e o menor é o Planeta Cássia Eller (a cantora foi a principal atração musical cantando ao vivo – não houve Intimidade), que ficou visível por apenas 55 min no dia 30/09/2001.

Cássia participou do menor Planeta exibido, enquanto Sandy foi a estrela do maior
Praticamente Sandy & Júpiter...



8.   Abortar Missão Intimidade! Repetindo: abortar missão!
Como vimos, alguns programas não contaram com o quadro Intimidade, alguns em razão do tempo de exibição ser curto ou simplesmente porque a Rede Globo não queria fazer propaganda dos “tripulantes” da concorrência. Thalía e Tiazinha se enquadram nessa categoria. Já Cláudio Heinrich era da casa e teve sua missão abortada em 1997, mas voltou a campo no ano 2000.

Concorrência a Globo não deixa, mas gente de casa tá liberada para gravar de novo

9.   Missão Intimidade bem sucedida! Reconvocar tripulantes!
Enquanto alguns “tripulantes” não conseguiram a aprovação de suas missões, outros foram tão bem sucedidos que repetiram a dose. Suzana Vieira e o jogador Ronaldinho são os responsáveis por isso. Suzana rendeu tanto no bate-papo (1997), que a Xuxa a convidou para uma parte 2 direto da Casa Rosa (residência de Xuxa na época), em 1998. Já Ronaldinho voltou para a “parte 2” no ano 2000.

Todo mundo pede bis... pede bis!!!



10.         Extra: Planeta faz descobertas exclusivas!
Em 1999, o Planeta entrou na trama de uma novela e foi o palco – literalmente – de um dos momentos mais aguardados da trama de Silvio de Abreu. No último capítulo de Torre de Babel, a revelação de que o cantor Jhonny Percebe (Oscar Magrini) não era cantor e apenas dublava suas canções aconteceu pelas mãos de Xuxa. A loira desmascarou o moço em rede nacional e assim garantiu justiça ao verdadeiro cantor, o irmão de Percebe, Ariclenes (Ernani Mores). Assista:


Trecho Torre de Babel #203 - Planeta Xuxa from Xuper Blog on Vimeo.


E não foi só na ficção que segredos foram revelados; na vida real, foi no palco do redondinho que Luciana Gimenez contou para Xuxa que Mick Jagger era o pai de seu filho. Ok, a modelo contou SÓ para Xuxa, mas foi por conta do programa que Xuxa foi uma das primeiras a saber o que a imprensa brasileira mais queria noticiar na época.

Xuxa sabendo num bate-papo o que a imprensa demorou meses pra descobrir


11.         Música para um Planeta
Falando em exclusividade, o Planeta Xuxa foi o primeiro programa da loira a ter uma música tema feita antes do programa estrear. Planeta Xuxa, composição de Álvaro Socci e Cláudio Matta, embalou a entrada da loira no palco durante entre os anos 1997 e 2000. Depois, novas músicas foram encomendadas: Giro do Planeta (Abdulah e Robson Vidal) em 2001 e Planeta Xuxa II (Álvaro Socci e Cláudio Matta), conhecida pelos fãs como “Planeta Inshallah” ou “Conta Comigo”, em 2002.

Fala a verdade, você já fez essa coreografia na frente da TV, não fez?


12.         Trilha para um Planeta
Por ser um programa musical, o Planeta Xuxa criou um estilo próprio e no ano de 2002 surgiu o projeto de se lançar um CD com as músicas feitas no estilo da atração. O projeto nunca saiu do papel, mas várias faixas foram “testadas” no programa e se tornaram objeto de cobiça dos fãs, que até hoje sonham com a divulgação das canções. As faixas conhecidas até hoje:
1.      Vamos Sacudir (Tatau)
2.      Transformação (Jorge Gomes / Zé Henrique)
3.      Planeta Verão (Álvaro Socci / Cláudio Matta)
4.      Ilha Deserta (Dudu Falcão / Michael Sullivan / Miguel)
5.      Giro do Planeta (Abdullah / Robson Vidal)
6.      A Dança do Burro (Bia Fera / Pio Medrado / Roberto Pitty /Silvio Fera)
7.      Para Não (Cau Adam / Paulo Levi/ Valter Garrincha)
8.      Com Amor (Jullio Fonti)
9.      Vem Dançar (Reach) (Dennis Cathy / Andrew Toddy / vs.: Vanessa Alves)
10.   Shake com a Loira (Jump in the Line) (Harry Belafonte / vs.: Vanessa Alves)
11.   Planeta Xuxa II (Álvaro Socci / Cláudio Matta)
12.   Energia do Planeta (Abdullah / Henrico / Izalo / Robson Vidal)
13.   Pula Planeta (Abdullah / Robson Vidal)
14.   Levantando as Mãos (Levantando Las Manos) (Juan Pompilio T. Duarte / vs.: Vanessa Alves)
15.   Festa do Planeta (Follow the Leader) (Nigel Lewis / Ossie Gurley / vs.: Vanessa Alves)
16.   Viva! Bravo! (A. Monroy/ C. Villa/ P. Cassella / vs. Carlos Colla)

♫ ♫ ♫ Vou perguntar, vou perguntar e quero ouvir...
    Tem algum CD aí? Não, Não !!! ♫ ♫ ♫



13.         Um Planeta, uma mulher e suas muitas etnias
Na mudança para os estúdios do Projac em agosto de 1999, o cenário esotérico do Planeta recebeu painéis de Xuxa caracterizada em diversas etnias. Parece algo simples, mas até a edição final essas fotos deram um trabalhão ao cenógrafo João Cardoso. Foram dois meses de pesquisas até se chegar às quatro escolhidas: grega, indiana, egípcia e negra. Depois, seguiu-se mais um mês para a confecção das indumentárias. As fotos foram feitas no dia 13/08/1999, na antiga residência de Xuxa no Rio, a Casa Rosa, e puderam ser vistas a partir do programa de 29/08/1999.
A caracterização como rainha Africana foi feita toda em computador em cima de uma foto de André Schiliró e demorou 8 horas para ficar pronta.

Não importa a origem, Rainha é sempre Rainha


14.         Planeta Basinger
A vinheta de abertura do programa para o ano 2001 teve inspiração cinematográfica. Além de utilizarem takes do filme Xuxa Popstar (Warner, 2000), um filme de 1993 também foi referência. O Grande Assalto (The Real McCoy) estrelado por Kim Basinger inspirou as cenas em que Xuxa aparece como uma espiã que vê por suas lentes tudo que acontece no Planeta. O figurino das loiras é praticamente igual.

Kim Basinger (1993) e Xuxa (2001)


15.         Planeta Boas Vindas
Alguns artistas que se destacavam em outras emissoras e foram contratados pela Rede Globo fizeram sua estreia na nova casa através do Planeta, foi o caso de Taís Araújo (ex-Manchete) em 1997 e Ana Maria Braga (ex-Record TV) em 1999. O posto de anfitriã da casa seria reforçado com a entrevista de Jô Soares, que retornava à Globo após 11 anos no SBT. A ideia era que Jô estreasse já no cenário do Planeta do Projac. A entrevista nunca aconteceu e Clodovil foi o responsável por inaugurar a fase Planeta-Projac.

Ana Maria Braga e Taís Araújo estrearam na Globo pelo Planeta,
já Clodovil só estreou os cenários no Projac



16.         Com que roupa eu vou?
Em março de 1999, o Planeta completou 100 exibições e isso foi motivo de comemoração, claro. O mais curioso foi que nessa data Xuxa usou dois figurinos e penteados no mesmo programa. Foi a única vez que isso aconteceu na história da atração.

Planeta Xuxa n.100 - o único com dois figurinos


17.         Os altos e baixos na órbita do Planeta
Nem tudo foram flores na trajetória do Planeta Xuxa. O programa estreou com grande aceitação do público e chegou a cravar 31 pontos de audiência no seu primeiro ano, a maior média desde a Discoteca do Chacrinha.

A melhor fase: 31 pontos - a maior audiência desde a Discoteca do Chacrinha

Em 1998 o programa migrou para os domingos, ao meio dia, manteve-se estável, mas sem os números do sábado à tarde.

Já em 1999, a coisa complicou: Silvio Santos ressuscitou seu “Qual É a Música?” e o Planeta passou a amargar derrotas na preferência do público. A média de audiência era de 14 pontos.

No ano 2000, o Planeta entrava no ar às 14h, o que parece ter dado novo folego ao programa. A audiência voltou e a imprensa apontou Xuxa como a solução para a Globo:

Xuxa, quem diria, pode virar o trunfo da Globo para amenizar os estragos que o Domingo Legal vem provocando na audiência da emissora. Hoje pode ser o 13º domingo consecutivo em que o programa de Gugu no SBT lidera a audiência. Para se ter uma ideia, no dia 23 Gugu ganhou de 28 a 21 do Domingão do Faustão, mas perdeu de 23 a 14 da louraça.
(Trecho da matéria “Dia de Rainha”, publicada no Jornal O DIA em 30/07/2000)


Um novo fôlego em 2000: média de 23 pontos

Para 2001 não houve grande diferença no programa, mas na audiência sim. O Planeta Xuxa teve um ano difícil no confronto com o SBT (Domingo Legal e Qual É A Música?), salvos alguns bons resultados, mas sem grandes vantagens. Um exemplo foi o programa ao vivo no dia das finais dos Campeonatos Paulista e Carioca: Xuxa e Gugu empataram em 23 pontos.

O ano de 2002, sim, foi decisivo. Após uma redução no horário, o Planeta sofreu o maior baque de sua existência, o programa passou a contar com apenas 1h de duração e a edição mutilava a continuidade do programa: as entradas de Xuxa foram cortadas e as transições de um assunto para outro eram tão abruptas que chegava a ser constrangedor. O Planeta ficou fora de órbita.

Em 2002, a rotação do Planeta já estava lenta e as previsões não eram favoráveis


18.         O último giro do Planeta
O último Planeta Xuxa foi ao ar em 28/07/2002 e mostrou Xuxa sentada no sofá do Intimidade comentando os principais momentos da história do programa até o momento da despedida. Porém, o último programa de verdade foi o programa da final da copa de 2002, que foi ao vivo e transcorreu como um programa comum com todo o elenco, atrações e plateia. Foi a última vez que Xuxa pisou no palco do Planeta: 30/06/2002.
Os programas seguintes já estavam previamente gravados e preencheram as datas de 07,14 e 21 de julho.

O último Planeta no palco em 30/06/2002: ao vivo em clima de Copa do Mundo
 e o último "oficial": uma retrospectiva dos momentos mais marcantes



19.         Redescobrindo o Planeta
O Planeta deixou saudades em todos e marcou seu capítulo na história da TV e de Xuxa, tanto que ele não foi esquecido no especial Xuxa 20 Anos (2006) e nem no especial TV Xuxa Anos 90 (2012). A loira recriou a abertura e comentou sobre o programa nas duas ocasiões.
Mas a maior prova de como o programa ainda era vivo na memória das pessoas foi a reapresentação da atração no Canal Viva. Os fãs se esbaldaram e muita gente pode conhecer o que fez do Planeta Xuxa um programa tão marcante. Foram 25 programas reexibidos, todos da 1ª temporada. A exibição foi descontinuada em razão da saída de Xuxa da Rede Globo. Se a emissora não foi capaz de exibir um programa inteiro porque a convidada era de outra emissora (Thalía/SBT), imaginem se ela continuaria a exibir semanalmente o programa de sua ex-funcionária...

Canal Viva e a reapresentação do Planeta: apenas 25 programas



20.         Melhor Programa
Curiosamente Xuxa nunca ganhou nenhum Troféu Imprensa com o Planeta Xuxa, mas ganhou por 4 vezes consecutivas o prêmio de Melhor Programa de Auditório concedido pelo Jornal Extra na premiação “Canal do Voto”. Para uma melhor explicação, deixemos as palavras da própria Xuxa:

A diferença desse tipo de premiação é o voto do público. É mais importante do que apenas de jurado. Fiquei surpresa com o resultado porque achei que o ano foi do Silvio Santos. Esses prêmios são nossos. Vem das mãos das pessoas que gostam do que faço.

A premiação do Canal Extra: prêmios dados pelo público e não por jurados

O Planeta Xuxa venceu nos anos 1998 (ano que começou a premiação), 1999, 2000 e 2001. Infelizmente em 2002, o redondinho nem se classificou para a disputa, mas a premiação não passou em branco: Xuxa ganhou como melhor apresentadora (o que também aconteceu nos 4 anos anteriores).

Planeta TETRACAMPEÃO

O Planeta Xuxa deixou saudades, mas também deixou a certeza que cumpriu sua função no seu tempo. E Xuxa? Bom, mais um feito para sua história: desafiando a astronomia, ela se tornou a única estrela que teve seu próprio planeta.

"Só o que vem do coração faz sentido..."


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...