quarta-feira, 31 de maio de 2017

O "Quarto de Presentes" de Xuxa e suas histórias

Por: Leandro Franco

A gente sempre guarda um carinho...
A gente sempre guarda um beijinho...
(...)
Um baú velho cheio de cartinhas
Coisas que todo mundo joga fora, 
mas a gente adora, adora

Os versos de Meu Xamego (Boas Notícias – Som Livre, 1997) parecem ter sido feitos para nosso assunto de hoje...   Quem já não se pegou pensando no que poderia dar de presente à Xuxa caso a encontrasse? Quem não ficava olhando, todo curioso, para a mesa de presentes que ela sempre mostrava ao final do Xou ou do Park? Tantas coisas, tantas histórias e uma só dona.

Ao longo da carreira, Xuxa ganhou mais presentes que qualquer outro artista brasileiro, não temos dúvida disso e vamos mostrar porquê.

No Brasil, na Argentina... presentes em todos lugares

Durante a época do Xou da Xuxa, o volume de presentes recebidos por Xuxa crescia em proporção direta à sua consagração na TV. Os mimos eram tantos que não mais cabiam na casa da apresentadora no início dos anos 90 e precisavam de um lugar maior para ficar, já que Xuxa sempre fez questão de guardar todos.

Eu sei que muita gente pensa que eu jogo fora boa parte das coisas que recebo ou me enviam. Eu não jogo fora nada. Se uma criança me dá, é porque para ela é muito importante. E uma forma de demonstrar o quanto me ama. Só por isso eu tenho este local para guardar tudo. E ficar admirando, pegando, sentindo a vibração positiva que todos eles irradiam” (Entrevista à Revista Manchete, 21/12/1991)

Quero ficar velhinha e olhar tudo com uma nostalgia boa. Com a certeza de ter feito parte da história dessas pessoas; de que tudo valeu a pena


O "Quarto de Presentes" era mesmo só um quarto na antiga residência de Xuxa no início dos anos 90, mas o volume de objetos cresceu tanto que o quarto virou um galpão


O lugar escolhido para guardar tudo foi o sítio da Rainha em Coroa Grande/RJ, comprado em 1988. Lá, num super galpão mais de 30 mil objetos estão acomodados. Tem de tudo! De dente de leite a um moderno telescópio, passando por um palito de sorvete escrito “eu te amo” e faixas, muitas faixas!

As faixas (mais de 3.500, segundo o Jornal O GLOBO publicou em agosto de 1994) são de todo tipo: papel crepom, plástico, tecido, bordadas... e representam, assim como os outros presentes, o melhor de cada fã.

Fico imaginando as mães das crianças bordando com todo carinho, colando purpurinas, pensando em cada detalhe...  Naquele momento era o que a pessoa tinha de mais importante pra me dar. Não há dinheiro que pague.

A gente sempre fala, mas é sempre bom lembrar:
Rainha só tem uma!

Se não há dinheiro que pague, há também os que não resistem ao tempo. “Tem muita coisa de papel, coroas de flores naturais, presentes feitos com sabonetes e bonequinhos frágeis, que acabam se estragando” – observa a Rainha. Se não é o tempo a corroer os presentes, são os insetos. Os cupins atacaram o quarto e boa parte do acervo se perdeu e mesmo com todas as precauções e isso aconteceu mais de uma vez. Recentemente, Xuxa contou através de seu perfil no Facebook, a um fã que os cupins tinham atacado novamente.




Os primeiros presentes
Provavelmente você já viu uma foto de Xuxa, aos 13 anos, como rainha do Carnaval de Coroa Grande em 1976. A foto é famosa pois sempre é republicada em matérias biográficas, além de estar no encarte do disco Xou da Xuxa Sete (Som Livre, 1992). Sem contar que foi essa foto que Dona Alda deu ao rapaz que trabalhava no arquivo Manchete, quando o mesmo insistiu para que ela mostrasse à revista a mais nova modelo que ele tinha descoberto.

Se a foto tem história, imaginem aquela faixa e a coroa que consagraram a adolescente gaúcha como a rainha da folia... Claro que foram esses dois itens que inauguraram o quarto de presentes da loira.

“Comecei botando tudo o que recebia no meu quarto, depois, passei para o quarto ao lado, enchi uma garagem e, há dois anos, resolvi construir o quarto”
(Xuxa, em entrevista ao jornal O GLOBO de 21/08/1994)


A coroa e a faixa do Carnaval de 1976, no Iate Clube de Coroa Grande ,
deram início ao "quarto de presentes"



“Dá a chupeta pra neném não chorar”
Um item curioso do quarto era um saco cheio de chupetas usadas. Enquanto dava a entrevista ao jornal, Xuxa passou por ele e se lembrou da pequena Marisol, uma baixinha argentina:

Relutante, meio chorosa, a garotinha argentina entregou sua chupeta. Junto, um bilhete da mãe, indicando que aquilo para a filha, era o que ela possuía de mais importante. E só Xuxa merecia tê-la.

A Rainha e algumas das mais de 3.500 faixas que recebeu



“O anel que tu me deste...”
Conhecem o ditado “deu tá dado, tomar é pecado”? Pois é, não funcionou com a Xuxa. Vejam outra história curiosa relatada pela Rainha:

Uma vez ganhei um anel de ouro, bem antigo, e mostrei o presente durante o programa. No dia seguinte, a mãe da menina que havia me dado a joia pediu que a devolvesse. Toda constrangida, explicou que o anel estava na família desde sua bisavó e que tinha dado à filha para que, no futuro, ela entregasse a alguém que amasse muito. A garotinha respondeu que já havia encontrado essa pessoa. Elas não chegaram a um acordo e a mãe veio falar comigo. Aí eu disse: e como e que fico se sua filha me perguntar sobre o anel? Parecerá que não dei valor ao presente dela... A mãe pediu desculpas e disse que se entenderia com a menina. Fiquei muito triste.

A legenda do jornal fala da história de cada objeto guardado,
mas até os que não estão lá rendem boas histórias


O primeiro “Intimidade” 
O quadro Intimidade no Planeta Xuxa ficou famoso pelas perguntas indiscretas que Xuxa fazia aos convidados. Uma das preferidas era “a primeira vez” do entrevistado. Alguns rodeavam e davam um jeito de escorregar da sabatina. Pois saibam que até isso tem no “quarto de presentes” da Rainha, mas não porque ela perguntou, simplesmente já chegaram contando... Uma das milhares de histórias guardadas nas cartas do lugar:

No ano passado (1993) eu estava em Los Angeles, fazendo exercícios na bicicleta ergométrica e lendo as cartas que tinham chegado do Brasil. Quando peguei essa, fiquei surpresa. A garota que era minha fã desde pequenininha já havia escrito várias vezes, mas agora ela falava de um menino com quem tinha “ficado”. Nem a mãe sabia! A menina dizia que só confiava em mim. Na mesma hora peguei o telefone e liguei para ela. Era tarde e nem lembrei do fuso horário. Acharam que era trote.


Cartinhas, cartões e cartazes: revelações e declarações só para a Rainha


De tudo um pouco, mas tudo com muito carinho
Roupinhas de bebê (mesmo antes de anunciar a gravidez em 1997), quadros pintados a óleo, livros esotéricos, romances, bibelôs, chupetas mordidas, papéis de balas, dentes de leite e até chaves das casas, caso ela quisesse visitar os fãs presenteadores.

“As pessoas devem pensar: “a Xuxa já tem tudo, mas isso aqui ainda não”. Ou então, “vou dar esse presente porque é a cara dela”... É engraçado, tem gente que passa a vida tentando conquistar coisas e, muitas vezes, não percebe as mais simples.”
Muitos não têm sensibilidade para entendê-lo (o quarto de presentes). O intuito não é mostrar para os outros. Foi feito para mim, para sentir a emoção das pessoas que se doaram em cada objeto, em cada foto. Quando eu estava doente (em 1993), algumas crianças viram tudo isso e ficaram encantadas. Uma delas reconheceu o bichinho que havia me dado e falou: ‘Ela guarda tudo mesmo. E minha mãe disse que a Xuxa jogava os presentes fora...’

Hoje os tempos são outros, ninguém mais faz cartazes, escreve cartinhas ou manda fotos reveladas, o que não quer dizer que o carinho diminuiu. Tem os vídeos de instagram, comentários no Facebook, likes nas postagens e tweets. Xuxa não precisaria de um novo “quarto de bonecas”, mas sim de uma “nuvem” com armazenamento gigantesco. Tudo muito prático e rápido e que possibilita que ela interaja muito mais conosco, mas só quem viveu a emoção de escrever para a Rua Saturnino de Brito, 74  - Jardim Botânico sabe bem o que significa o “quarto de bonecas” da Rainha: amor na sua forma mais tangível.

E você? Qual seria seu presente para a Rainha?

Comentários
1 Comentários

Um comentário:

Sammyo Videos disse...

Esse quarto existe ainda ?

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...