quinta-feira, 18 de maio de 2017

Trilha sonora de "Lua de Cristal" no Spotify. Decepção ou não?

Na noite de domingo (14/05), o Spotify surpreendeu os fãs ao disponibilizar a trilha sonora do filme Lua de Cristal (1990), álbum que jamais foi lançado oficialmente. Mas a surpresa rapidamente se torna decepção ao conferir a tracklist, qualidade e forma como as faixas foram publicadas pelo serviço de streaming.

Tela do Spotify que mostra o trilha sonora de Lua de Cristal:
 empolgação que vira frustração

Na verdade, foram disponibilizadas apenas as músicas que vieram como "extras" no DVD do filme, lançado em 2001 pela Som Livre e que está fora de catálogo há quase 10 anos. Até as versões karaokê que eram conteúdo da sessão "DVDokê" estão presente na tracklist.

Menu do DVD oficial lançado pela Som Livre:
exatamente as mesmas músicas anunciadas pelo Spotify


Como se sabe, a trilha era composta por diversas outras faixas que ficaram de fora dos extras - e consequentemente do álbum no Spotify -, como "Dança da Vida" (Michael Sullivan & Paulo Massadas) e "Chá com Porradas" (Paquitos). Essa seria uma ótima oportunidade de finalmente ouvir essas músicas em boa qualidade... Ou não?

A relação completa das músicas que compõem a trilha; a maioria permanece não lançada

A qualidade das faixas está comprometida, bem inferior ao áudio disponibilizado no DVD. Além disso, a edição feita nas músicas não foi das melhores:

* Lua de Cristal: nos 2 primeiros segundos da faixa é possível ouvir o trecho final da vinheta da Som Livre presente no DVD;



* Verde Que Te Quero Verde: ao final da canção ouvimos rapidamente o começo da faixa "Conto de Fadas". Sem contar que ainda erraram o nome da faixa, escrevendo Verde Que Eu Te Quero Verde (!)



E tem mais serviço mal feito...
O maior erro mesmo ficou por conta do das faixas "Mangas de Fora" (Paquitas), "O Bob Não é Bobo" (Sérgio Mallandro) e "Achados e Perdidos" (Sylvinho): estão trocadas!
Isso mesmo, se você coloca pra ouvir "Mangas de Fora", começa a tocar a música de Sylvinho; porém se você decide ouvir a música cantada por Sérgio, vai achar a das Paquitas (com bônus de 10 segundos da faixa "correta" no final); enquanto "Bob não é Bobo" está perdida na faixa "Achados e Perdidos". Ficou parecendo que o próprio Bob é quem ficou encarregado para organizar e publicar as faixas. Ouçam vocês mesmos... E os erros também acontecem com mesmas as faixas em versão karaokê. Ai, ai, Spotify..




Achou confuso? É simples:

As Paquitas são o Sylvinho, que na verdade é o Sérgio Mallandro,
que por sua vez é As Paquitas.


Pensa que acabou? Talvez o amadorismo maior fique por conta da capa... Como o álbum nunca foi lançado, algumas artes fan-made foram publicadas na internet no decorrer dos anos, tentando recriar o que seria a capa do álbum se ele fosse lançado. E a capa utilizada já foi publicada na internet há vários anos e pode ser encontrada no site "Xuxa Xuxesso", que erroneamente credita o álbum como sendo um lançamento oficial.

A capa do Spotify é, na verdade, uma arte feita por fã e que existe há anos na internet

Não sabemos dizer se a culpa é da Som Livre ao ceder o material ou do Spotify ao fazer a edição e publicar em seu serviço. Seja de um ou de outro é um trabalho muito mal feito, que faz a gente pensar se realmente existe o mínimo de respeito com os artistas e com quem consome o produto. Não há como se contentar com algo tão aquém do desejado, uma vez que a trilha sonora jamais lançada é almejada pelos fãs desde 1990. 

A gente depois de conferir o "lançamento" da trilha de Lua de Cristal no Spotify


Atualização 18/05/2017: Todas as músicas foram removidas e a página do álbum não pode mais ser localizada no Spotify!
Comentários
1 Comentários

Um comentário:

Daniel Martins disse...

Na verdade, o Spotify não faz edição das musicas. Eles só publicam o material que a gravadora ou o artista manda. Então, o erro é da Som Livre.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...