terça-feira, 6 de junho de 2017

Dancing Brasil #10 - 05/06/2017

Alavantu, meu povo! Cheguem mais para o arraiá do Dancing Brasil! O décimo episódio da atração foi em ritmo de festa caipira e empolgou mais que canjica e pé de moleque juntos. Já na abertura os convidados especiais Daniel e Paula Fernandes cantaram a clássica "Asa Branca" de Luiz Gonzaga, enquanto os bailarinos, Xuxa e Sérgio Marone dançavam quadrilha, os cantores também arriscaram alguns passos.

São três vivas a São Pedro, Santo Antonio e São João
♫♫♫ Viva a Xuxa, os jurados, balé e o Paquitão ♫♫♫

De certa forma, aqueles que apostaram que Xuxa entraria ao som de alguma canção do disco "Arraiá da Xuxa" (Som Livre, 1997), acertaram. Mas a versão de Daniel e Paula foi diferente da original e da regravação de Xuxa, os cantores eliminaram toda a licença poética (permissão para extrapolar o uso da norma culta da língua em poesias ou músicas) da composição. Sabem os versos "pra mim vortá pro meu sertão"? Pois então, viraram "para eu voltar pro meu sertão"... e esse foi só um exemplo de toda a letra. Tudo falado e conjugado corretamente, mas a festa não era caipira, gente?

Daniel e Paula cantam Asa Branca "Prof. Pasquale Cipro Neto Version"

Ainda na quadrilha de abertura, vimos o que não deveríamos ver. O que era a camisa da Paula Fernandes? A cantora que sempre gosta de chamar atenção por seus figurinos, resolveu ir mais simples e lançar mão da clássica camisa xadrez para eventos juninos. Tudo muito normal se não fossem os dizeres nas costas da camisa: "Never Say Monday". Pelo-amor-de-Deus! A pessoa é convidada para um programa que só passa às segundas-feiras e aparece com uma camisa dessas? É, no mínimo, falta de senso. Não sabemos se ela veio com isso ou se deram para ela usar lá, de qualquer forma, quem escolheu, errou feio.

Segunda-feira é dia de Xuxa, Paula!
Devia ser "Always say Monday"

Detalhes de figurino e letras de musicas a parte, Paula e Daniel tiveram um papel importante na noite: todas as músicas foram cantadas ao vivo, recurso já utilizado no programa #7 (Tema: Xuxa). Sucessos dos dois cantores e clássicos da música sertaneja embalaram as performances, que ainda contaram com um cenário temático, com fogueira, barraquinhas, quitutes típicos e balão.

Triplo 10 para a cenografia!

Quer fazer seu arraiá a la Dancing Brasil? Aí vai a listinha com as músicas cantadas nessa edição:

Abertura: Asa Branca [Luiz Gonzaga] (1947) *Interpretada por Paula Fernandes e Daniel

1. Mika e Bárbara - Piração [Paula Fernandes] (2015)
Dança: Cha Cha Cha

2. Sheila Mello e Marcelo - Evidências [Chitãozinho & Xororó] (1990) *Interpretada por Daniel
Dança: Zouk

3. Jade e Téo - Não Precisa [Paula Fernandes] (2010)
Dança: Cha Cha Cha

4. Leo e Dani - Eu Só Quero Um Xodó [Dominguinhos] (1973) *Interpretada por Paula Fernandes
Dança: Zouk

5. Maytê e Paulo - A Jiripoca Vai Piar [Daniel] (2001)
Dança: Foxtrote

Números solo dos cantores:
Amores Seletivos [Daniel] (2016)  * Dançam os técnicos Tutu (par de Bianca) e Bárbara (par de Mika)
Olhos de Céu [Paula Fernandes] (2016) * Sem apresentação de dança

Bailarinos: Eu Me Amarrei [João Paulo & Daniel] (1995) *Interpretada por Paula Fernandes e Daniel

Aliás, você sabia que desde a semana passada, o Dancing Brasil ganhou uma playlist exclusiva no Spotify com a maior parte das músicas que embalam as performances? Para ouvir, basta clicar na imagem abaixo:

Já ouviu a playlist do Dancing Brasil no Spotify? 

Pensaram que só por ser festa caipira não ia ter "gramur"? Claro que ia! Num vestido Carolina Herrera, Xuxa apostou no vermelho rendado e chapéu de cowgirl. E quem achou que o figurino tinha um ar natalino, não estava tão enganado...

Um colar de festa, não importa qual...
Arraiá do Dancing Brasil 2017 ou Xuxa Meneghel de Natal 2015

Nossa Rainha esteve no ápice da espontaneidade no comando do programa e isso foi bem explorado. Com o número reduzido de participantes, ao contrário das últimas semanas em que o tempo foi preenchido com VTs dos dançarinos, Xuxa teve mais espaço e pôde bater um papinho com Daniel e Paula Fernandes, como nos tempos do Xuxa Meneghel.

A prosa tá boa "dimais" da conta, sô!

Na caracterização das duplas, o destaque ficou para o Lampião de Leo Miggiorin. O ator que havia conquistado triplo 10 nas duas semanas anteriores teve o seu "recorde" igualado por Jade, que conseguiu nota máxima pela segunda semana consecutiva. Porém, dessa vez Leo deixou um pouco a desejar e acabou indo para a zona de risco.

O xodó de Lampião e Maria Bonita estava bonito, mas levou Leo pra zona de risco

Como a disputa está cada vez mais acirrada, apenas dois casais se salvaram da berlinda: Jade e Téo e Mika e Bárbara.



Sheila Mello, destaque nas últimas semanas, foi eliminada na disputa com Mayte Piragibe e Leo Miggiorin, justamente no dia em que se apresentou com o ritmo que ela mais queria apresentar: zouk. Um fato que pode ter contribuído para o resultado abaixo das expectativas: seu partner Marcelo se acidentou e, como contou Xuxa, quase não se apresentou - o que explica a insegurança da dançarina, que já havia adiantado no seu Instagram que poderia estar na zona de risco.

Sheila queria o zouk, mas ...
Não é sempre que a vida é / da maneira que a gente quer
Quando alguém diz "não" pra você / não chore e descubra o porquê

O Dancing Brasil mais uma vez mostrou que, apesar de ser uma franquia com formato pronto, tem autonomia suficiente para se destacar com temas tipicamente brasileiros. Dá até pra inspirar as versões dos outros países... Alguém já imaginou como seria se o Dancing With The Stars (EUA) tentasse fazer sua própria festa caipira?


Já queremos na próxima temporada do Dancing americano


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...