quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Dancing Brasil 3 - Ep. 03 - Anos 80 (31/01/2018)

De volta aos anos 80! O Dancing Brasil dessa semana entrou na máquina do tempo e fez um episódio todo dedicado à década mais celebrada na música e na TV. Já era hora, afinal desde sua primeira temporada, o Dancing nunca deixou de alimentar a nostalgia da "Década que não acabou". 

A noite começou com um medley inusitado: os "garotos selvagens" de Duran Duran iniciaram a dança com as "garotas que só querem se divertir" de Cyndi Lauper. Ficou mais do que claro que não seriam só as garotas que iam se divertir... A abertura juntou todos os participantes e seus técnicos numa performance ambientada naqueles bares dos filmes 80's. Mesa de sinuca, tacos, néon (muito néon) e até os fliperamas - representados pela projeção do clássico jogo Pac Man. Sabem por que não foi perfeito? Não teve Xuxa! Como assim? Ficamos mal acostumados com a presença marcante da loira nas aberturas das temporadas anteriores e já estamos sentindo falta...



Em compensação, nossa Rainha surgiu bem "Xuxa de raiz". Michelly X e Marcelo Cavalcanti criaram um figurino que remete a duas roupas usadas por ela no comecinho da década de 90: a roupa da cerimônia de entrega do Emmy Awards (1990) e a do especial de 5 anos do Xou da Xuxa (1991).

Na fórmula: 1990 + 1991 = [1980 x 2018], quem é o X da questão?

Figurino atual para nenhum amante da era Xou da Xuxa botar defeito.

Ombreiras e cauda esvoaçante: Xuxa 80's (versão 2018)

Diferente da agitação dos dois primeiros episódios, o clima dessa vez estava mais ameno. Todos pareciam bem compenetrados nas apresentações e os jurados mais severos. Foram mais chamadas que elogios, algumas pertinentes, outras exageradas. Até a própria Fernanda Chamma avisou "hoje eu tô chata"! Jaime deu cada puxão de orelha que vai ter participante rezando pra não ter que dançar jive tão cedo. Paulo foi mais contido nos comentários e também nas notas. Ninguém ganhou 10 até hoje!

Trio Parada Dura... literalmente!

Na contramão da tensão das apresentações, Leandro Lima estava mais solto que nunca. O rapaz parece ter encontrado um ponto no humor para seus comentários. Com tiradas rápidas, ele mereceu nota 10 na espontaneidade.

Quem tá gostando do Leandro no Dancing, dá uma risadinha!

As apresentações marcaram a volta de dois ritmos já conhecidos de outras temporadas: zouk e quickstep. Os participantes continuam evoluindo nas apresentações e com um desempenho superior se comparado às duas primeiras temporadas. Mesmo assim, nossos jurados não perdoaram. A performance "boneca de pano" de Geovanna Tominaga, uma das mais ousadas da noite, não foi bem aceita por Jaime e Paulo. Felizmente, Fernanda fez justiça:

E a Xuxa também!

Outra que fez bonito foi Raíssa Santana, sob o comando de Paulo Vítor. A moça prendeu tanto nossa atenção que a gente até esqueceu que a música usada era dos anos 70. "Because The Night", de Patti Smith, saiu em 1978.


Dessa vez foi fácil, as músicas eram muito conhecidas, mas no caso de você ter esquecido alguma, a gente ajuda:

Abertura: Medley: Wild Boys [Duran Duran] (1984) e
                                Girls Just Wanna Have Fun [Cyndi Lauper] (1983)

1. Bárbara Borges & Marquinhos - Beat It [Michael Jackson] (1982)
Ritmo: Tango

2. Popó & Alê Brandini - There Must Be an Angel (Playing With my Heart) [Eurythmics] (1985)
Ritmo: Cha Cha Cha

3. Hylka Maria & Fernando PerrottiLa Isla Bonita [Madonna] (1986)
Ritmo: Zouk

4. Diogo Sales & Bella FernandesNever Tear Us Apart [INXS] (1988)
Ritmo: Valsa

5. Isabel Fillardis & Caio ViniSmooth Operator [Sade] (1984)
Ritmo: Cha Cha Cha

6.  Sebá & Bruna BaysWe're Not Gonna Take It [Twisted Sister] (1984)
Ritmo: Jive

7. Marina Elali & Jefferson AndradeBaila Comigo [Rita Lee] (1980)
Ritmo: Salsa

8. Douglas Sampaio & Sarah LageJust Can’t Get Enough [Depeche Mode] (1981)
Ritmo: Jive

9. Geovanna Tominaga & TéoPalco [Gilberto Gil] (1981)
Ritmo: Forró

10. Joana Maranhão & Bruno ComanUnder Pressure [Queen & David Bowie] (1981)
Ritmo: Tango

11. Raissa Santana & Paulo VítorBecause the Night [Patti Smith] (1978)
Ritmo: Paso Doble

12. Rodrigo Capella & Flávia CaféA Little Respect [Erasure] (1988)
Ritmo: Samba

13. Bárbara Evans & Tutu Morasi - Karma Chameleon [Culture Club] (1983)
Ritmo: Quickstep

14. Eduardo Pelizzari & Dani De LovaPrivate Idaho [The B-52’s] (1980)
Ritmo: Jive


E parece que os garotos são "selvagens" mesmo, como dito na música de abertura, e não estão prestando atenção nas suas partners. Mais uma vez, a zona de risco foi composta só de homens. Popó e Diogo Sales voltaram à desconfortável situação em companhia de Rodrigo Capella, que nem parecia o mesmo que tirou a melhor nota masculina na semana passada.

Aquele momento em que o Popó pensa num nocaute, o Diogo pensa na morte de algum personagem de Game of Thrones e Rodrigo Capella perde o timing da piada

E o lutador foi a K.O. Com 16,24%, Popó não conseguiu a preferência do público que o salvou na semana passada e deixou a competição.

♫♫♫  Nocauteou, me tonteou
Veio à tona, fui à lona, foi K.O. 
♫♫♫

Na semana que vem, o Dancing aquece os tamborins e veste a fantasia, ou melhor, a máscara. "Baile de Máscaras" será o tema do programa pré-carnaval. Já podemos esperar Xuxa entrando ao som de "Noite dos Mascarados", produção?

Xuxa, como vai ser o próximo Dancing?

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...