quinta-feira, 25 de outubro de 2018

Dancing Brasil 4 - Ep.05 (24/10/2018) || Brasil ||

Nunca o "Dancing" foi tão BRASIL. O 5º episódio dessa temporada foi totalmente dedicado ao nosso país. A ideia de homenagear nossa pátria já tinha acontecido lá na 2ª temporada (episódio 8), mas de forma, digamos, reduzida. Naquele dia, o programa foi dividido em duas partes e a primeira foi composta só por músicas nacionais (foi literalmente meio Dancing / meio Brasil). Já na apresentação de ontem TODAS as músicas foram nacionais (vamos relevar que uma delas, Fascinação, é, na verdade, versão de uma música francesa, mas ficou tão conhecida por aqui que a gente até esquece esse detalhe).



🔰Uma nova mudança irá acontecer...
Ao som de Elis Regina, na canção "Velha Roupa Colorida", tivemos mais um número de abertura (que continue assim pelas próximas semanas🙏), a apresentação começou os bailarinos movimentando placas de trânsito gigantes pelo palco. Claro que isso não era aleatório, a performance tinha tudo a ver com a letra da música. O Dancing estava construindo o novo Brasil, onde não se pode ficar parado. Deu até para identificar alguns movimentos com uma certa crítica ao momento que estamos vivendo ou vamos viver, vai saber... Ao final, os participantes tomaram seus lugares ao lado de seus partners e as placas se tornaram uma bandeira do Brasil estilizada e estrategicamente sem a cor branca, pois isso coube à nossa Dancing Queen (ok, é tudo Brasil, mas esse é o título dela, então vai em inglês mesmo) que surgiu para completar a bandeira. No vídeo, o efeito funcionou bastante.

Xuxa foi a cor branca da bandeira do Dancing Brasil...


... cujo lema é "Ordem, Dança e Progresso"
Foto: Blad Meneghel


🔰E o passado é uma roupa que não nos serve mais
E por isso a loira veio com um novo modelo da grife Martha Medeiros e cheia de joias Vivara. Junno, nosso coapresentador veio todo elegante num terno esporte de Ricardo Almeida.

Xuxa e Junno: visual informal-chique-dancefloor-tupiniquim
Foto: Blad Meneghel


🔰 No presente a mente, o corpo é diferente
Com três participantes a menos, o programa ganhou um "respiro". Isso nitidamente deixou Xuxa e Junno mais a vontade e com tempo para saírem um pouco do roteiro. Aliás, o maridão da loira ontem estava tão mais leve que a gente até esquece do nervosismo que ele chegou a transparecer nos primeiros episódios. A sintonia dos dois está cada vez maior e o deboche também (e a gente adora isso, continuem, por favor!)

E numa dessas "saídas" de roteiro, Junno cravou a pérola da noite: "corpinho de Photoshop!" Foi o que ele disse depois que Xuxa elogiou a boa forma de Allan Souza. Espontâneo e divertido, pareceu até um ciuminho do que Xuxa disse.

"Corpinho de Photoshop": Junno fazendo a loira gargalhar

Photoshop mesmo foi só na brincadeira do Junno, porque na pista de dança foi tudo bem real. A noite foi de altos e baixos, alguns participantes que vinham se destacando deram uma caída e vice-versa. Vamos aos destaques da noite:


O que é que a Baiana Luciana tem?
Lu Andrade e Marquinhos fizeram uma surpreendente apresentação de samba ao som de Carmem Miranda. A integrante do Rouge vem demonstrando garra e força de vontade desde o primeiro episódio, mas foi nessa apresentação que ela finalmente disse a que veio. A moça conseguiu sua melhor nota da temporada.

Já pode fazer um kit: "Cante e dance com a Lu Andrade "Miranda"
Aprenda do Cha Cha Cha ao Quickstep, do Ragatanga ao Tico-Tico no Fubá
Foto: Lucas Henrique


A menina dança (pra caramba) 
Falando em samba, quem chegou "sambando na cara da sociedade" foi o casal Pérola e Fernando. E isso não foi só porque também fizeram uma apresentação de samba, eles simplesmente conseguiram não só o primeiro dez, conseguiram o PRIMEIRO TRIPLO DEZ da temporada.


Melhor que a reação de Pérola e Fernando, só a cara de satisfação de Paulo Goulart Filho ao fechar a votação do casal de "danadoooos"

Você que está lendo agora, segue nosso conselho: vai lá no R7 e assiste a apresentação desses dois para entender do que estamos falando. Não tem como descrever, mas a gente tenta: uma das melhores apresentações de todas as edições do programa. Nem os jurados conseguiram se conter na empolgação. A dupla que já coleciona um adjetivo carinhoso de Xuxa a cada semana, ganhou "delícia" dessa vez. E foi mesmo!


As definições de "Triplo Dez" foram atualizadas com sucesso


www.Poderosa.com
Já que estamos no terreiro do samba, apostamos que você já está pensando na Valéria Valenssa... Sim, pensou certo, mas pelo motivo errado. A moça deu seu show dançando... TANGO. Sim, o ritmo não é brasileiro, mas Valéria e Jefferson se incumbiram de pintá-lo de verde e amarelo, captando todos os olhares. Garantiram a segunda maior nota da noite. Xuxa ficou tão empolgada com a apresentação que até relembrou o apelido que deu à Valeria quando ela participou do programa Xuxa Meneghel em 2015:

Globeleza = samba
Recordbeleza = samba, tango, jive, cha cha cha, quickstep, zouk, valsa...


És Fascinação
A apresentação de Juliana Rios e Tutu pode não ter agradado 100% aos jurados, que estavam bem rigorosos, mas foi um show de luzes e projeções no palco, daqueles de deixar todo mundo literalmente "fascinado".

"Nos cenários mais lindooos, dancei..."
E Xuxa não ficou ilesa a essa atmosfera de sonho criada pelo casal: depois de deixar bem claro para Junno que quer uma dança igual, ela ainda saiu em defesa quando Jaime teve mais um de seus rompantes de Malvado Favorito:

Jaime: "Era um sonho, mas eu acordei"
Xuxa: "Acordou? Então vai dormir!"


🔰 Você não sente, não vê...
As músicas! O repertório escolhido para a noite foi merecedor de triplo dez. De Marisa Monte a Maiara & Maraisa, o Dancing nos fez lembrar o quanto nossa música e boa e, às vezes, não valorizada como deveria ser. Olha só:

Abertura:  Velha Roupa Colorida [Ellis Regina] (1976)

1. Amaral & Bruna BaysAmor I Love You [Marisa Monte] (2000)
Ritmo: Tango
Nota: 22

2. Lu Andrade & MarquinhosO Que É Que A Baiana Tem? [Carmem Miranda] (1939)
Ritmo: Samba
Nota: 24

3. Oscar Filho & Dani De LovaEpitáfio [Titãs] (2002)
Ritmo: Foxtrote
Nota: 27

4. Pérola Faria & Fernando PerrottiA Menina Dança [Marisa Monte] (1996)
Ritmo: Samba
Nota: 30

5. Nizo Neto & Luana ZeglinMedo Bobo [Maiara & Maraisa] (2016)
Ritmo: Zouk
Nota: 21

6. Juliana Rios & TutuFascinação [Nana Caymmi] (1998)
Ritmo: Valsa
Nota: 26

7. Bernardo Velasco & Bia MarquesDesabafo [Nelson Gonçalves] (1980)
Ritmo: Tango
Nota: 22

8. Camila Rodrigues & Djeiko HenesCheguei pra te Amar [Ivete Sangalo e MC Livinho] (2017)
Ritmo: Zouk
Nota: 23

9. Allan Souza Lima & Carol DiasMeu Erro [Os Paralamas do Sucesso] (1984)
Ritmo: Quickstep
Nota: 23

10. Valéria Valenssa & Jefferson AndradeCapitu [Zélia Duncan] (2004)
Ritmo: Tango
Nota: 27

11. Beto Marden & Bella FernandesVocê Não Soube Me Amar [Blitz] (1982)
Ritmo: Cha Cha Cha
Nota: 24



🔰 Mas eu não posso deixar de dizer, meu amigo...
O momento difícil de cada noite tinha que chegar e trouxe surpresas: Oscar Filho, que vinha numa trajetória ascendente desde o primeiro episódio, acabou na zona de risco. O mesmo aconteceu com Amaral, outra grande promessa da temporada, que não se saiu bem no tango e foi para a incômoda situação. Nizo Neto, por sua vez, que esteve em todas as zonas de risco, viveu novamente a situação, mas dessa vez não escapou e deixou o programa.



🔰 E precisamos rejuvenescer
Nada mais atemporal, mais imune ao tempo do que a música. Na próxima semana o Dancing homenageará a obra imortal de Michael Jackson, que, se estivesse vivo, teria completado 60 anos no último dia 29/08. 


Who's Bad? Michael...
Who's Best? Shoo-Sha

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...